A fenomenal temporada de Sturridge

daniel-sturridge_2787426b

Sturridge vem fazendo muitos gols pelo Liverpool na atual temporada (Foto: GETTY IMAGES)

Antes do pontapé inicial da atual edição da Premier League inglesa, em agosto de 2013, o principal assunto envolvendo o Liverpool era se o até então principal atacante da equipe, o uruguaio Luis Suárez, iria continuar em Anfield Road. Na época, notícias cravavam que o jogador estava decidido a deixar a Inglaterra. A razão era a seguinte: o Liverpool não havia se classificado para a UEFA Champions League desta temporada, então Suárez queria se transferir para algum outro grande clube europeu que estivesse disputando a maior competição de clubes da Europa. Acabou ficando.

Ainda nesse período, o atacante estava enfrentando uma punição imposta pela Federação Inglesa de Futebol (FA). Ele havia sido suspenso por 10 jogos por ter mordido o braço de Branislav Ivanovic, do Chelsea, durante uma partida.

Até aí tudo faz sentido. Mas qual é a relação entre todos esses acontecimentos com Luis Suárez e o atacante inglês Daniel Sturridge? É que, uma vez sem Suárez, a maior preocupação dos torcedores do Liverpool era quem iria substituir à altura o ótimo desempenho de Suárez no ataque. O Liverpool, na época, não podia contar com o uruguaio nos primeiros cinco jogos da Premier League. Sendo assim, quem iria fazer os gols? A resposta estava em Daniel Sturridge, jovem jogador que chegou aos Reds após perder espaço no Chelsea.

Logo na estreia do Campeonato Inglês, diante do Stoke City, no Anfield Road, o atacante inglês fez o gol da vitória da equipe e atuou de uma forma tão leve que nem parecia existir pressão por ter que substituir o principal artilheiro do elenco.

E a ideia de que Luis Suárez não iria fazer tanta falta ao Liverpool se confirmou nos três jogos seguintes. Diante do Aston Villa, Manchester United e Swansea, Sturridge marcou três vezes, uma em cada partida. A questão agora não era mais sobre quem iria suceder Suárez à altura, mas sim como não acabar com o encanto de Sturridge após o retorno do sul-americano. Ficaria o inglês acanhado com Suárez ao lado?

Nas 12 primeiras rodadas da Premier League 2013/2014, Daniel Sturridge somou nove gols e contribuiu com duas assistências. Para um jogador que até pouco tempo atrás vinha sendo reserva no Chelsea, foi uma evolução fantástica. Ninguém esperava.

Sturridge, entretanto, precisou ficar de fora em oito jogos do Liverpool no Campeonato Inglês por conta de uma torção no tornozelo. Ficou da 13ª a 20ª rodada sem atuar. Neste período, já de volta, Luis Suárez marcou 11 gols e deu sete assistências. O setor ofensivo do Liverpool estava excelente com a dupla. Mas Sturridge precisava voltar bem da contusão. E ele não voltou bem. Voltou ótimo.

article-2443982-188A7F7700000578-179_634x449

Sturridge (à esquerda) e Suárez: dupla é responsável por 40 dos 73 gols do Liverpool na Premier League

– Fazendo história na Premier League

Computando o último jogo antes da contusão e os sete compromissos após o regresso, Sturridge não ficou uma única partida sem balançar as redes. Foram nove gols anotados somente nos últimos sete duelos. Antes de Sturridge, apenas o atacante holandês Ruud van Nistelrooy, que atuou pelo Manchester United entre 2001 e 2006, atingiu a marca máxima de nove gols em partidas consecutivas.

Na atual Premier League, Daniel Sturridge já marcou 18 vezes em 19 jogos. Uma média de 0,9 gol por partida. O atacante só não balançou as redes em três vezes das 19 que esteve em campo.

Nas contas gerais da temporada 2013/2014, Sturridge participou de 24 partidas, contando um amistoso com a seleção da Inglaterra, e anotou 21 gols. Uma marca sensacional.

O jovem atacante de 24 anos se transformou em um goleador nato desde que se mudou de Londres para Liverpool. Tem demonstrado uma consistência incrível na temporada. E com a companhia do meio-campo brasileiro Philippe Coutinho, que vive ótima fase, e do uruguaio Luis Suárez, Sturridge vem provando ao longo da Premier League que o título da competição, algo dado como praticamente impossível no início, não é tão impossível assim. Ainda é difícil, mas tudo pode acontecer no futebol, principalmente quando se tem no elenco Daniel Sturridge em grande fase.

Comentários

Jornalista esportivo. Blogueiro na Gazeta Esportiva.com e colunista no Doentes por Futebol e Sportskeeda.com. E-mail: barbosa.bruno@outlook.com.br