Lucas Lima, o grande achado do Santos em 2014

  • por João Rabay
  • 3 Anos atrás
#456954268 / gettyimages.com | Lucas Lima carregou o meio de campo do Santos em 2014

O Campeonato Brasileiro vai chegando ao fim, com algumas equipes envolvidas em brigas por título, vaga na Libertadores ou para escapar do rebaixamento. Mas, para o Santos, é como se o ano já tivesse terminado.

Eliminado da Copa do Brasil na semifinal e longe do G4, a equipe baixou o ritmo após o empate contra o Cruzeiro na Vila Belmiro, que acabou com as chances de título neste ano. O que resta é colher o aprendizado de 2014 para ter um 2015 melhor.

O Santos entrou em 2014 de técnico novo, com a necessidade de reformular a equipe depois de anos de Neymardependência. Para piorar, perdeu Montillo no começo do ano e Cícero logo no começo do Brasileirão.

A aposta nos atletas da base, que costuma dar certo na Baixada, foi feita novamente. No Paulista, Geuvânio foi eleito a grande revelação do campeonato, e Gabriel vai fechar o ano como artilheiro da equipe. Os jovens campeões da Copa São Paulo 2014 estão entrando no time aos poucos, e devem se destacar mais no ano que vem.

Mas a grande revelação do Santos nesta temporada não veio do CT Rei Pelé, o local onde treinam as categorias de base do Peixe, e sim do Sport.

Lucas Lima chegou ao Santos sem muito alarde. O meia foi comprado pela Doyen Sports do Inter, assim como Leandro Damião, mas por um valor muito menor e em uma transferência muito menos badalada. Não é preciso dizer que Lucas se destacou muito mais que o centroavante.

O meia ganhou seu espaço aos poucos, aproveitando principalmente a brecha no setor de criação santista após a saída de Cícero. Sua capacidade de organizar os ataques foi notada por Oswaldo de Oliveira, que o promoveu a titular.

[youtube id=”kBtcuDb0j14″ width=”620″ height=”360″]

Quando se fala em meia de criação, existem alguns pré-requisitos, termos quase sempre utilizados para elogiá-los: visão de jogo, bom passe, chegada à frente e capacidade de ditar o ritmo da partida.

Lucas reúne todos eles, algo de certa forma surpreendente para um atleta que não fora aproveitado pelo Internacional e que não chegou a se destacar tanto quando foi emprestado ao Sport. Mas a surpresa com seu desempenho foi muito positiva, ao contrário da com Damião.

Os melhores momentos do Peixe no segundo semestre aconteceram justamente nas partidas em que Lucas Lima mais se destacou, como na goleada sobre o Botafogo, pela Copa do Brasil, e na vitória sobre o Palmeiras, as duas no Pacaembu.

O meia pode ser considerado o melhor jogador do Santos no período pós-Copa, e parece ter potencial para melhorar ainda mais.

Lucas é titular absoluto do Santos, e a montagem da equipe para a próxima temporada deve ser feita pensando no meia não como a aposta que iniciou 2012, mas como o protagonista que termina o ano.

Comentários

Jornalista. Doente por futebol bem jogado e inimigo de jogadores que desistem da bola para cavar falta e de atacantes "úteis porque marcam os laterais".