Giovinco vai para o Toronto FC por um único motivo: dinheiro

  • por Tiago Lima Domingos
  • 3 Anos atrás
giovinco

Foto: Reprodução Twitter | Giovinco usará a camisa 10 no Toronto FC

Na última segunda-feira, o Totonto FC anunciou a contratação de Sebastian Giovinco, da Juventus, para reforçar o time de estrelas da Major League Soccer. Giovinco não é lá tão famoso quanto Kaká, Gerrard, Lampard, David Villa e outros astros que farão parte dessa temporada da MLS, mas, ao contrário dos citados, o italiano chega à liga americana no auge da carreira, aos 28 anos de idade.

Importante frisar que Giovinco se mudará para a América apenas no final de junho, quando termina seu contrato com a Juventus. A partir de então, ele será jogador do Toronto. Mas o que fez com que o italiano, com mercado em médios clubes europeus, aceitasse jogar em uma Liga ainda em crescimento e praticamente sumisse do mapa e enterrasse sua carreira de forma melancólica tão cedo?

A resposta está no salário que Sebastian Giovinco receberá na MLS. O meio-campista se tornará o jogador italiano mais bem pago no mundo do futebol, com salários girando na casa dos 8,5 milhões de euros por temporada. Muito mais que os 6,5 milhões recebidos por De Rossi, o mais bem pago da Serie A, ou os 6 milhões pagos pelo Liverpool a Mario Balotelli. É tanto dinheiro, que Giovinco praticamente quadruplicou seus ganhos em relação ao que recebe atualmente na Juventus: 2,2 milhões de euros por temporada.

O alto salário se torna ainda mais relevante quando comparamos com outros astros de Ligas diferentes. James Rodríguez, recém-chegado ao Real Madrid em transferência milionária, recebe “apenas” 6 milhões por temporada. Seu companheiro de clube Karim Benzema ganha 8 milhões, mesmo salário de Arjen Robben, quarto melhor jogador do mundo em 2014.

A verdade é que Giovinco escolheu muito mais o lado financeiro do que técnico da coisa, e isso é uma escolha absolutamente pessoal. Hipócrita aquele que não pensaria duas vezes em uma proposta salarial quatro vezes maior. Talvez Giovinco tenha reconhecido ele próprio de que “não deu certo” na carreira e quis fazer seu pé de meia para a vida inteira.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.