DOENTES POR FUTEBOL

Jogo maluco de oito gols, hat-trick e três expulsões marcam a 3ª fase da Liga dos Campeões da Ásia

Foto: Qatar Football Association

Foto: Qatar Football Association

A classificação do Al Sadd, do Qatar, para a fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia foi pra lá de suada. Jogando fora de casa, em Abu Dhabi, na tarde de terça-feira, dia 17, o time catarino bateu o Al Wahda dos Emirados Árabes nos pênaltis, após uma partida maluca de oito gols, três expulsões e com direito a hat-trick de Khalfan Ibrahim.

ODD Shark

O Al Wahda abriu o placar logo aos oito minutos com o argentino Damián Díaz. O Al Sadd, do brasileiro Grafite, conseguiu virar na etapa final com Yousef Ahmad e Khalfan Ibrahim. Aos 37 minutos, Amer Omar deixou tudo igual em 2×2.

Mas foi a partir dos acréscimos que a loucura começou. Aos 47, após bola rebatida, Mohamed Al Shehhi virou o jogo para o time da casa. Aos 50, uma briga fez com que três jogadores fossem expulsos: no Al Wahda, Damián Diaz e Adil Hermach deixaram o campo, enquanto Mohammed Kasola foi excluído no lado do Al Sadd. Depois da confusão, aos 53, Ibrahim marcou de novo e deixou o placar em 3×3, forçando a prorrogação.

No tempo extra, Ibrahim voltou a dar as caras e aos oito minutos fez o quarto gol, seu terceiro no jogo, virando para 4×3 para o time catarino. Dez minutos depois, Ismail Matar, de falta, fez o quarto gol do Al Wahda e deixou o placar em 4×4. Na disputa por pênaltis, melhor para o Al Sadd, que venceu por 5×4 e conseguiu uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia.

Todos os resultados da 3ª fase*:

Central Coast Mariners (AUS) 1×3 Guangzhou R&F (CHN)
Beijing Gouan (CHN) 3×0 Bangkok Class (TAI)
Kashiwa Reysol (JAP) 3×2 Chonburi FC (TAI)
Seoul (COR) 7×0 Ha Noi T&T (VIE)
Bunyodkor (UZB) 2×1 Al Jazira (EAU)
Naft Tehran (IRA) 1×0 El Jaish (QAT)
Al Wahda (EAU) [4] 4×4 [5] Al-Sadd (QAT)
Al Ahli (ARA) 2×1 Al Quadsia (KUW)

*Todos são jogos únicos

O conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor. O Doentes por Futebol respeita todas as opiniões discordantes e tem por missão promover o debate saudável entre ideias.

Uma mistura maluca de pessoa. Academico de jornalismo, catarinense de origens italianas e espanholas, mas apaixonado pela bola que rola na terra da Torre Eiffel e pela gorduchinha que pinta os gramados cheios de chucrute da Alemanha. Não escondo minha preferência por times que tem uniformes nas cores amarelas e pretas, mas sempre com análises bem embasadas... ou não. Mas acima de tudo, sou um Doente Por Futebol.