Seleções Africanas: surpresa ou realidade?

  • por Doentes por Futebol
  • 15 Visualizações

As seleções deram show na Copa Africana de Nações.

1514369_493079564166757_2157859352718948813_n

TEXTO ELABORADO PELA EQUIPE DO FÓRUM FM-BRASIL.

A quase interminável disputa de pênaltis do último domingo, deu o título à Costa do Marfim na decisão da Copa Africana de Nações. Após vinte e duas cobranças, que terminaram com o goleiro Barry convertendo a última penalidade, a seleção garantiu seu primeiro título desde 1992.

A Copa Africana mais uma vez mostrou o poder crescente das fortes seleções do continente. A campeã Costa do Marfim conta com grandes nomes do futebol mundial, como Yaya Touré, Wilfried Bony, Gervinho entre outros jogadores que figuram em times europeus de grande relevância (lembrando que o craque Drogba se aposentou da seleção). Gana, vice-campeã que vendeu caro o título para os elefantes, também tem um grande destaque, André Ayew, filho do grande Abedi Pelé.

https://www.youtube.com/watch?v=gsUVTwwBi_g

Além das seleções já citadas, outras do continente que se destacaram nos últimos anos são Camarões de Milla, Nigéria de Kanu e até os Bafana Bafana quando disputaram a Copa em seu país (por mais que em campo não tenham sido tudo isso, deram show fora dele, mostrando que a África também vive o futebol).

A Copa de 2010, aliás, teve um único destaque africano. Gana surpreendentemente chegou às quartas de final e foi eliminada por outra sensação, o Uruguai. Apesar da eliminação nas quartas, Gana demonstrou ser uma seleção com grande potencial de crescimento e capaz de dar trabalho aos adversários.

Em 2014, na tal Copa das Copas aqui no Brasil, mais uma vez as seleções africanas incomodaram. Gana foi bem abaixo do esperado, ficando em último em um grupo que contava com Portugal, EUA e Alemanha, mas não se entregou e fez um grande jogo contra os alemães no Castelão, empatando em 2×2 e assim fazendo seu único ponto na Copa. As surpresas africanas ficaram por conta de Nigéria e Argélia, ambas classificadas em segundo nos seus grupos. Seguindo o exemplo de Gana, a Argélia também dificultou a vida dos alemães e vendeu caro a derrota numa disputada prorrogação. Já a Nigéria pegou a França e acabou sendo vencida por 2×0.

Menos de um ano após o mundial, a Copa Africana das Nações teve um grande confronto já nas oitavas: Costa do Marfim x Argélia. A Costa do Marfim mostrou que vinha para o título e conseguiu uma grande vitória por 3×1. Outro destaque da fase foi a República Democrática do Congo, que venceu o Congo e se classificou para a semifinal com ajuda de Kidiaba, o goleiro conhecido por sua dança (que foi novamente executada após o atleta pegar um pênalti no confronto entre terceiro e quarto colocados, fazendo com que a República Democrática do Congo subisse no pódio).

– ACESSE NOSSA COLUNA DOENTES POR FM –

A final contou com a Costa do Marfim, comandada por Yaya Touré, contra a Gana, que também vinha forte na competição. Além de André Ayew, Gana contou com Boateng, Essien, Muntari, Asamoah, Gyan, entre outros. O jogo acabou indo para os pênaltis e, após incríveis 22 cobranças, os elefantes levaram o segundo título em sua história. Desta forma, a Costa do Marfim se tornou a quinta maior campeã do torneio, empatada com a Republica Democrática do Congo (1968 e 1974), sendo superada pela Nigéria, com três conquistas (1980, 1994 e 2013), Gana (1963, 1965, 1978 e 1982) e Camarões (1984, 1988, 200 e 2002), e Egito, com 7 títulos (1957, 1959, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010). Confira as cobranças decisivas de 2015 abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=qfuXAAgwI_I

A pergunta que fica aos leitores é: quais são os melhores jogadores do continente africano em atividade? A equipe do FM-BRASIL elegeu seu top 5, com o plus do perfil dos atletas no FM 2015. Confira!

1 – Yaya Touré

vbkXNOg

O melhor! O atleta da Costa do Marfim exerce todas as funções de meio-campo com altíssima qualidade. Marca, sai para o jogo, dá assistências, faz gols e decide partidas, além de ter um físico diferenciado, como é rotineiro para jogadores do continente.

2 – Samuel Eto’o

3ZlAJdf

Muitos podem chamá-lo de velho, mas o atacante camaronês ainda é um dos melhores do continente. Dono de grande experiência, teve com passagens por Barcelona, Chelsea, Real Madrid e Inter e conhece os atalhos do campo, posicionando-se como poucos dentro da área. É um matador nato e assim será até o fim da sua carreira.

3 – Didier Drogba

rzfmWMa

Assim como Eto’o, é um jogador de idade avançada, mas que dentro da área só falta fazer chover. Drogba é melhor que o camaronês pelo alto, mas perde um pouco na finalização. Também conhece os caminhos do gol como poucos e, com um time que consiga servi-lo com qualidade, ele se torna artilheiro facilmente. Não fez parte da conquista na CAN, mas ainda merece ser citado como grande craque.

4 – Mehdi Benatia

TZNAjvc

Os destaques africanos não são só ofensivos. O marroquino Benatia é um zagueiro forte, seguro e tão competente que foi contratado pelo Bayern de Guardiola, no qual procura seu espaço. O jogador foi para o clube alemão após boas atuações pela Roma.

5 – Sofiane Feghouli

s4UHR1X

Ponta de muita qualidade, o argelino, que defende as cores do Valencia, costuma dar trabalho com sua velocidade e seus dribles. Sofiane inferniza os defensores das equipes adversárias principalmente quando cai pelo lado direito de seu ataque, seu forte.

E para você, qual é o TOP 5 de jogadores do continente africano? É um debate interessante, principalmente pelo maior campeão do torneio, o Egito, não ter um atleta de destaque internacional há muito tempo. Outra pergunta que fica é: na Copa de 2018, teremos ainda mais surpresas com as seleções africanas?

CONHEÇA O FÓRUM FM-BRASIL