Maior que Tudo

  • por Leandro Lainetti
  • 2 Anos atrás

messi

Súditos de Messi, levantai-vos. Ih, rapaz, ainda vejo teimosos de mãos agarradas ao corpo, amarradas, coladas, tudo para não se curvar e louvar o pai da bola, o irmão do gol, o tio do drible. O doutrinador do futebol.

O que você, Lionel, ainda não fez? Até inverte a filosofia: penso, logo, Messi existe. Ainda há os tolos que insistem em criar discussões, praticamente vazias, sobre quem é o melhor. Nem é oca de argumentos, mas de objetividade. Qual o ponto, afinal, em discutir duas figuras diferentes? Tão simples. Um é o dono do mundo. O outro, apenas o filho do dono.

E vejam vocês, fãs histéricos, Messi não é, nunca foi, nem nunca será ídolo para mim. Idolatria envolve pontos que vão muito além do talento. Envolve a paixão pelo seu clube, história, importância em nossas vidas pessoais, fatos relevantes que nos tocam emocionalmente. Ídolo é Zico, Petkovic, Didico Imperador.

Mas nem por isso somos proibidos de apreciar uma aberração, um alienígena largado no meio de nós. Diferentemente do que é retratado nos blockbusters, este ET veio tão somente para nos alegrar, nos brindar com toda sua capacidade incomum.

Ainda assim, nem todos se curvam. Uma linda taça dourada, por exemplo, que se faz de boba. Tantos gênios passaram perto dela, irredutível. Grandiosa e orgulhosa que só, como quem escolhesse a dedos quem poderá tocá-la. Que boba.

Um dia, o Sol há de nascer para vê-la se curvando a você, Messi. Cedendo aos seus encantos. Se este dia não chegar, como inúmeras vezes dissemos, azar o dela. Mas, diferentemente dos outros, você não aceitará a má sorte. Pegará a bola, driblará a taça quantas vezes quiser, a deixará estupefata e colocará a bola na rede. Se ela não te quer, tudo bem. És maior que a Copa.

Comentários

Jornalista trabalhando com marketing, carioca, 28 anos. Antes de mais nada, não acredito em teorias da conspiração. Até que me provem o contrário, futebol é decidido dentro das quatro linhas. Mais futebol nacional do que internacional. Não vi Zico mas vi Romário, Zidane, Ronaldinho, Ronaldo. Vejo Messi e Cristiano Ronaldo. Totti é pai.