DOENTES POR FUTEBOL

Adidas domina a Europa em 2015

Adidas domina a Europa em 2015

A cada ano que passa, é cada vez mais recorrente em sites e grandes veículos o assunto de fornecimento esportivo para as equipes e seleções. Tudo isso é reflexo das cifras astronômicas que aumentam a cada temporada e também ao surgimento de sites segmentados no assunto e que fomentam as novidades entre os torcedores.

ODD Shark

Assim como no mundo todo, na Europa a grande disputa fica entre a Adidas e a Nike, as duas grande gigantes do segmento, com a Puma correndo por fora. Nos últimos anos, algumas outras empresas vêm ganhando espaço pouco a pouco. Este é o caso da tradicional Umbro que, após se separar da Nike em 2013, voltou a ter uma presença interessante nas principais ligas europeias. Outras marcas são frequentemente vistas pelos gramados do velho continente, como a New Balance, que substituiu a Warrior e tem presença em clubes como Liverpool, Sevilla, Porto e Celtic, a Under Armour que aparece no Tottenham, além de Kappa, Erreà, Joma, Macron e outras nanicas.

Mas afinal, qual das fornecedoras é a maior no continente europeu?

Definitivamente, 2015 foi um ano que consolidou a Adidas como a maior fornecedora da Europa e, porque não, do mundo.

Todo mundo já conhece o potencial da empresa que traz as icônicas três listras como marca registrada e que é a patrocinadora oficial das principais competições mundiais como a Copa do Mundo e a Eurocopa. Mas ela também é a marca que mais investiu no último ano e possui cinco entre os dez times que tem os contratos de fornecimento esportivo mais valiosos do mundo.

A Adidas também “tirou” na última temporada da Nike, sua maior rival, dois gigantes, o Manchester United e a Juventus. No caso dos Red Devils, o acordo é o mais caro do mundo e gira em torno de 1 bilhão de dólares por 10 anos de vínculo.

Mas vamos fazer um raio X nos principais campeonatos do continente para entender melhor a superioridade da Adidas:

Champions League: Das 32 equipes, 14 delas trazem as três listras no ombro. A Nike possui apenas oito times, enquanto a Puma tem só três. [+]

Premier League: No campeonato mais caro do mundo a Adidas possui seis equipes, enquanto a Puma tem quatro e a Nike apenas um. [+]

La Liga: Na Liga Espanhola a Nike consegue empatar com a Adidas, cada uma tem cinco times e a Puma não tem presença alguma. [+]

Bundesliga: Na Bundesliga outra vez a Adidas está no topo com 5 clubes, a Nike possui 4 e a Puma 2. [+]

Serie A: Na Itália a Nike supera a Adidas. A marca norte-americana tem quatro acordos contra dois da Adidas. Mas no país da bota, a empresa alemã tem Milan e Juventus. [+]

Ligue 1: O Campeonato Francês é outro dos mais badalados onde a Adidas não tem supremacia. Lá ela tem apenas três equipes, enquanto a Nike tem cinco contratos. A Puma assina o uniforme de dois clubes. [+]

Fazendo projeções para a próxima temporada, a situação pouco deve mudar. Analisando a principal competição do ano que vem, a Eurocopa, que, como já foi dito, é patrocinada pela Adidas, vamos analisar as seleções já classificadas para a disputa.

Das 20 equipes que já garantiram a vaga, sete são Adidas, seis são da Nike, cinco da Puma, uma da Joma e uma da Erreà. Se colocarmos as equipes que estão na repescagem na conta, a vantagem aumenta, já que dos oito candidatos, cinco vestem Adidas. Ou seja, a marca pode ter 11 das 24 seleções da Eurocopa, mais um largo predomínio das três listras no mercado europeu.

Mantos do Futebol

O conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor. O Doentes por Futebol respeita todas as opiniões discordantes e tem por missão promover o debate saudável entre ideias.

Criador do site Mantos do Futebol. Lá fala sobre lançamentos, história, marketing e tudo que gira em torno do mundo das camisas de futebol.