Adidas domina a Europa em 2015

Adidas domina a Europa em 2015 capa

Adidas domina a Europa em 2015

A cada ano que passa, é cada vez mais recorrente em sites e grandes veículos o assunto de fornecimento esportivo para as equipes e seleções. Tudo isso é reflexo das cifras astronômicas que aumentam a cada temporada e também ao surgimento de sites segmentados no assunto e que fomentam as novidades entre os torcedores.

Assim como no mundo todo, na Europa a grande disputa fica entre a Adidas e a Nike, as duas grande gigantes do segmento, com a Puma correndo por fora. Nos últimos anos, algumas outras empresas vêm ganhando espaço pouco a pouco. Este é o caso da tradicional Umbro que, após se separar da Nike em 2013, voltou a ter uma presença interessante nas principais ligas europeias. Outras marcas são frequentemente vistas pelos gramados do velho continente, como a New Balance, que substituiu a Warrior e tem presença em clubes como Liverpool, Sevilla, Porto e Celtic, a Under Armour que aparece no Tottenham, além de Kappa, Erreà, Joma, Macron e outras nanicas.

Mas afinal, qual das fornecedoras é a maior no continente europeu?

Definitivamente, 2015 foi um ano que consolidou a Adidas como a maior fornecedora da Europa e, porque não, do mundo.

Todo mundo já conhece o potencial da empresa que traz as icônicas três listras como marca registrada e que é a patrocinadora oficial das principais competições mundiais como a Copa do Mundo e a Eurocopa. Mas ela também é a marca que mais investiu no último ano e possui cinco entre os dez times que tem os contratos de fornecimento esportivo mais valiosos do mundo.

A Adidas também “tirou” na última temporada da Nike, sua maior rival, dois gigantes, o Manchester United e a Juventus. No caso dos Red Devils, o acordo é o mais caro do mundo e gira em torno de 1 bilhão de dólares por 10 anos de vínculo.

Mas vamos fazer um raio X nos principais campeonatos do continente para entender melhor a superioridade da Adidas:

Champions League: Das 32 equipes, 14 delas trazem as três listras no ombro. A Nike possui apenas oito times, enquanto a Puma tem só três. [+]

Premier League: No campeonato mais caro do mundo a Adidas possui seis equipes, enquanto a Puma tem quatro e a Nike apenas um. [+]

La Liga: Na Liga Espanhola a Nike consegue empatar com a Adidas, cada uma tem cinco times e a Puma não tem presença alguma. [+]

Bundesliga: Na Bundesliga outra vez a Adidas está no topo com 5 clubes, a Nike possui 4 e a Puma 2. [+]

Serie A: Na Itália a Nike supera a Adidas. A marca norte-americana tem quatro acordos contra dois da Adidas. Mas no país da bota, a empresa alemã tem Milan e Juventus. [+]

Ligue 1: O Campeonato Francês é outro dos mais badalados onde a Adidas não tem supremacia. Lá ela tem apenas três equipes, enquanto a Nike tem cinco contratos. A Puma assina o uniforme de dois clubes. [+]

Fazendo projeções para a próxima temporada, a situação pouco deve mudar. Analisando a principal competição do ano que vem, a Eurocopa, que, como já foi dito, é patrocinada pela Adidas, vamos analisar as seleções já classificadas para a disputa.

Das 20 equipes que já garantiram a vaga, sete são Adidas, seis são da Nike, cinco da Puma, uma da Joma e uma da Erreà. Se colocarmos as equipes que estão na repescagem na conta, a vantagem aumenta, já que dos oito candidatos, cinco vestem Adidas. Ou seja, a marca pode ter 11 das 24 seleções da Eurocopa, mais um largo predomínio das três listras no mercado europeu.

Mantos do Futebol

Comentários

Criador do site Mantos do Futebol. Lá fala sobre lançamentos, história, marketing e tudo que gira em torno do mundo das camisas de futebol.