O legado de Luis Suárez e Walter Ferreira

19 de junho de 2014.

 O jogo era da Copa do Mundo e isso já seria motivo suficiente para destacar a importância da data. Porém, ainda havia mais detalhes que garantiriam os tons de dramaticidade na partida. O Uruguai havia perdido o jogo anterior para a Costa Rica (3 x 1) – vista como zebra do grupo, até então – e precisava vencer os ingleses a todo custo para seguir com chances de sonhar em passar para a segunda fase do certame.

A grande dúvida que pairava era a seguinte: como vencer, se Luis Suárez não aparentava estar recuperado de sua cirurgia?

Os comandados de Óscar Tabárez eram uma equipe aguerrida e batalhadora, mas nitidamente faltava talento e capacidade ofensiva para ameaçar a meta adversária. A Celeste era um time capenga quando entrava em campo sem seu melhor jogador.

Felizmente, a dúvida seria sanada da maneira mais espetacular possível, com Suárez entrando em campo e marcando os dois gols da virada do Uruguai. Mas nada disso teria se concretizado não fosse por Walter Ferreira.

Ele é o homem que Suárez procura logo após marcar seu primeiro gol contra Joe Hart (o de empate). Luisito resume bem a importância do “mano santa” em sua recuperação:

“Ele foi um apoio fundamental para mim, não fosse pelo Walter, eu não estaria aqui. Chorei muito com ele por que foi um momento duro, complicado pelo que nós dois vivíamos. Ele me ajudou e fez um grande sacrifício para me acompanhar por todos os momentos.”

A recuperação do craque uruguaio foi praticamente milagrosa, uma cirurgia no menisco geralmente requer 60 dias para regeneração. Suárez voltou a jogar em apenas 28 dias. É claro que toda recuperação também depende da disciplina de seu paciente e que o camisa 9 do Uruguai demonstrou a gana característica dos jogadores de seu país, mas o que poucos sabem é que Walter Ferreira também travava uma importante batalha de recuperação – contra um câncer enquanto ajudava a preparar o craque para o Mundial do Brasil.

Capture

“Eu não podia ir ao complexo esportivo para tratar de Suárez, então ele vinha até minha casa para fazer a recuperação do menisco. Dou muito valor a força de vontade de Luisito”.

Pouco tempo antes da Copa do Mundo, Ferreira ainda estava em sua última sessão de quimioterapia e por isso não tinha certeza se acompanharia a delegação uruguaia no Brasil, mas, a pedido de Suárez,  fez um esforço e acabou vindo.

Luisito Suárez é o futebol

O esforço valeu a pena e Ferreira pôde ver de perto a recuperação de seu pupilo e ser homenageado por isso.

“Walter conhece o Luiz desde a adolescência. E isso gera uma corrente de companheirismo, que ajuda muito no processo de recuperação dos dois”.

Porém, infelizmente, Ferreira não conseguiu se recuperar totalmente do câncer e faleceu ontem (03/01/2016) em decorrência disso.

Hoy se fue más que un amigo… Se fue un luchador que, día a día, no sólamente luchaba por él, sino por todos los demás….

Posted by Luis Suarez on Domingo, 3 de janeiro de 2016

;

Mas seu legado nunca morrerá. A belíssima história escrita com Luis Suárez está eternizada nos corações dos Doentes por Futebol e será sempre lembrada com carinho como uma das mais belas páginas dos anais das Copas do Mundo.

luissuarez_fisioterapeuta_get

Um Botafoguense racional, porém, Doente por futebol e pelo humor. Artista gráfico, revisor, gerente, sócio, encanador, enfim, o que precisar no Doentes eu tô dentro. Sou apaixonado por este projeto e suo a camisa pelos 3 pontos a cada partida que jogamos. Graças a Deus, com certeza, estou aqui para somar, fazer o que o professor mandar e dar alegria a esta torcida maravilhosa. :P

  • facebook