Messi entre os deuses do futebol

ARTE MESSI OLIMPO TAMANHO REDUZIDO

O Olimpo do Futebol, morada dos deuses da bola. Lugar que muitos querem alcançar, mas somente uns poucos são realmente dignos, realmente divinos para fazer parte deste panteão. Pelé, Maradona, Beckenbauer e Zidane são alguns exemplos das entidades do futebol que atingiram este status.

Na mitologia grega, logo abaixo dos deuses, temos os heróis, personalidades semideuses que, apesar de ainda mortais, são capazes de feitos impressionantes. Hércules é um deles. O herói, para atingir tal nível, precisou realizar feitos descomunais para um humano. No futebol, enfim, Messi é o nosso Hércules. A persistência e qualidade do atacante do Barcelona, consagrados com os cinco prêmios de melhor jogador do mundo, são o equivalente dos doze trabalhos do mitológico herói. Ambos provarão ao mundo a sua condição, e assim adentraram as portas do Olimpo.

Há muito se discute a “divindade” do argentino. Mas assim como seu similar da antiga lenda grega, o craque tem trabalhado com devoção para estar diante dos grandes nomes. A quinta bola de ouro o consagra, definitivamente, como um dos maiores jogadores da história, como um dos deuses deste panteão tão limitado.

messi

Foto: Fifa.com

O homem, que parecia ser de outro planeta, na verdade tinha sangue divino correndo nas veias. Messi não tem comparativo na terra, e hoje está em seu lugar de direito, vivendo sua glória como a divindade que merece ser reverenciada.

Pode ser (e deve acontecer!) que o grupo de deuses do futebol aumente, e para nós, meros mortais torcedores, cultuar tais entidades, só nos traz alegria.

Venerem Lionel Messi, o deus herói do grande panteão futebolístico!

messi 2

Foto: Fifa.com

Comentários