Treinadores campeões do Brasileirão

  • por Rogério Júnior
  • 3 Anos atrás
Foto: Montagem DPF: Lula, Vanderlei Luxemburgo, Rubens Minelli, Muricy Ramalho, Osvaldo Brandão e Ênio Andrade são os maiores vencedores da elite do futebol nacional.

Foto: Montagem DPF: Lula, Vanderlei Luxemburgo, Rubens Minelli, Muricy Ramalho, Osvaldo Brandão e Ênio Andrade são os maiores vencedores da elite do futebol nacional.

Um total de 36 treinadores já teve o prazer de saborear a conquista de um Campeonato Brasileiro. Uns mais, outros menos, é verdade, mas todos eles têm seus nomes cravados na história do futebol no país. Dentre eles, apenas um estrangeiro ostenta a marca: Carlos Volante. O argentino sagrou-se campeão nacional em 1959, quando dirigiu o Bahia na primeira Taça Brasil, torneio unificado pela CBF – assim como o Roberto Gomes Pedrosa, desde 2010.

Foto: Divulgação - Tite, o último a triunfar, alcançou a prateleira dos bicampeões, composta também por Mário Travaglini, Telê Santana, Antônio Lopes e Marcelo Oliveira.

Foto: Divulgação – Tite, o último a triunfar, alcançou a prateleira dos bicampeões, composta também por Mário Travaglini, Telê Santana, Antônio Lopes e Marcelo Oliveira.

O gaúcho Adenor Bacchi, ao conquistar a última edição pelo Corinthians, alcançou a prateleira dos treinadores bicampeões, composta por outros quatro comandantes: Mário Travaglini, Telê Santana, Antônio Lopes e Marcelo Oliveira. Acima desta estante, com 3 ou mais títulos, estão apenas seis treinadores: Lula, Vanderlei Luxemburgo, Rubens Minelli, Muricy Ramalho, Osvaldo Brandão e Ênio Andrade.

A maior vitrine é composta por técnicos que alcançaram a glória somente uma vez. Ao todo, são 25 nomes. Zagallo, Carlos Alberto Torres, Carlos Alberto Parreira, Luiz Felipe Scolari, Joel Santana e Emerson Leão são alguns deles.

Foto: AFP - Do Brasileirão tradicional, disputado de 1971 pra cá, ninguém comemorou tanto quanto Vanderlei Luxemburgo. Ao todo, são cinco taças conquistadas pelo treinador.

Foto: AFP – Do Brasileirão tradicional, disputado de 1971 pra cá, ninguém comemorou tanto quanto Vanderlei Luxemburgo. Ao todo, são cinco taças conquistadas pelo treinador.

Curiosidades

Uma situação peculiar observada é a origem dos professores. Dos 36 campeões, apenas dois não nasceram nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Além de Carlos Volante, argentino já mencionado anteriormente, Mário Zagallo é outro que nasceu fora desse eixo. O Velho Lobo é fruto de Atalaia, município de Alagoas.

Doze campeões já não estão mais entre nós e deixam saudades em diferentes torcidas, espalhadas pelo Brasil: Lula, Antoninho Fernandes, Ayrton Moreira, Cláudio Coutinho, Carlos Volante, Osvaldo Brandão, Ênio Andrade, Aymoré Moreira, Telê Santana, Paulo Amaral, Mário Travaglini e Carlinhos.

Ranking dos campeões:

• 5 títulos
Lula e Vanderlei Luxemburgo

• 4 títulos
Rubens Minelli e Muricy Ramalho

• 3 títulos
Osvaldo Brandão e Ênio Andrade

• 2 títulos
Mário Travaglini, Telê Santana, Antônio Lopes, Marcelo Oliveira e Tite

• 1 título
Carlos Volante, Ayrton Moreira, Zagallo, Aymoré Moreira, Antoninho Fernandes, Paulo Amaral, Carlos Alberto Silva, Cláudio Coutinho, Paulo César Carpeggiani, Carlos Alberto Torres, Carlos Alberto Parreira, Pepe, Jair Picerni, Evaristo de Macedo, Nelsinho Rosa, Nelsinho Baptista, Carlinhos, Paulo Autuori, Luiz Felipe Scolari, Oswaldo de Oliveira, Joel Santana, Geninho, Emerson Leão, Andrade e Abel Braga

Comentários

Curitibano, jornalista, 24 anos. Apaixonado pela bola, apegado pelas canchas e admirador do povão que as frequentam. Apreciador do futebol, seja ele jogado na final da Copa do Mundo ou numa singela rodada da terceirona gaúcha.