DOENTES POR FUTEBOL

Koita, o diamante que ainda não saiu da África

Mali é um país situado no norte do continente africano. Antiga colônia da França, futebolisticamente sempre absorveu conceitos Les Bleus e forneceu mão de obra para todo o continente europeu. Nomes como Mohamed Sissoko, Mahamadou Diarra, Seydou Keitá e Frédéric Kanoute foram alguns dos expoentes históricos do futebol do país.

Olhos atentos ao atacante de 16 anos Sekou Koita, jogador do USC Kita e da Seleção de Mali: ele foi um dos destaques do Mundial Sub-17 em 2015, no qual Mali sagrou-se vice-campeão. Na competição, Koita atuou nos 7 jogos da equipe, marcou 2 gols e demonstrou muita qualidade técnica.

ODD Shark

OLHO NELE KOITA

Entre os garotos de sua idade, Koita se destacou naturalmente. A comprovação de que é um jogador de nível acima da média se deu no Campeonato das Nações Africanas, competição que só permite que as seleções utilizem atletas que atuem nos países africanos. Com apenas 16 anos e jogando contra oponentes de todas as idades, Koita teve enorme destaque. Com atuações brilhantes, recheadas de dribles desconcertantes e muita verticalidade, o jovem teve papel preponderante no vice-campeonato da seleção de Mali. Esteve em campo em 6 partidas, marcou 1 gol e causou pânico nas defesas adversárias.

Foto: Wyscout - Mapa de Calor Koita

Foto: Wyscout – Mapa de Calor Koita

Trata-se de um jogador que atua na penúltima ou última linha do time. Tanto pelos lados, como winger, tanto pela região central, como meia-atacante ou atacante. Normalmente, atua em esquemas 4-2-3-1 e 4-4-2. Koita é canhoto e se movimenta muito pelos últimos terços do campo. Possui excelente velocidade e agilidade. É dotado de diversos recursos técnicos, tornando-se um jogador extremamente vitorioso no enfrentamento 1×1. Tenta em média 8 dribles por jogo e acerta 77% deles. Sua agilidade impressiona e faz com que ele consiga mudar a direção de dribles e conduções em frações de segundos.

Foto: Wyscout -

Foto: Wyscout/Mali x Bélgica – Koita em posição de amplitude.

O jovem maliano costuma flutuar entre a segunda e a primeira linha adversária. Em posição de amplitude ou na região central, emprega muita mobilidade no último terço do campo. Partindo dos lados do campo em direção ao meio, Koita é extremamente efetivo. É nesse movimento que consegue se tornar perigoso e utilizar sua boa visão de profundidade para criar chances de gol. Mesmo sendo um jogador extremamente vertical e de drible fácil, Koita também tem bons índices de aproveitamento nos passes. Acerta em média 80% das distribuições de bola que executa.

Foto: Wyscout/Mali x Tunísia - Koita pelo centro.

Foto: Wyscout/Mali x Tunísia – Koita pelo centro.

Koita também é extremamente importante nas transições ofensivas. Quando o time retoma a posse de bola, é sempre o primeiro jogador a se deslocar para receber e conduzir o time ao terreno adversário. Por vezes, erra na tomada de decisão, principalmente quando mantém a posse de bola em excesso ou tenta dribles fora de hora.

Foto: Wyscout/ Mali x Tunísia - Koita em transição.

Foto: Wyscout/ Mali x Tunísia – Koita em transição.

Em situações que necessitam ser finalizadas, Koita ainda pode oferecer mais. Apenas 1 remate de 4 que tenta é em direção ao gol adversário. Apesar do baixo índice de acerto, o atacante apresenta um chute forte e seco. Na fase defensiva, precisa ser mais participativo e regular. Ainda lhe falta compreensão tática e mais senso de responsabilidade.

De fato, estamos falando de um jogador que, em breve, estará no futebol europeu. Quando essa hora chegar é que realmente começará o seu processo de evolução. Não podemos mensurar ainda onde este jovem de 17 anos chegará, mas somos obrigados a recomendá-lo como um diamante a ser lapidado em terras europeias.

Olho Nele!

O conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor. O Doentes por Futebol respeita todas as opiniões discordantes e tem por missão promover o debate saudável entre ideias.

Dalla Valle é Consultor em Gestão do Futebol e Observador Técnico. É criador do site futebolplanejado.com, especializado em Gestão do Futebol. Interage no twitter: @giovanidvalle e no @futebolplanejad