Renato Sanches é a cara de um Portugal que sonha alto

Foto: Divulgação/UEFA - Renato Sanches marcou o gol do empate diante da Polônia

Foto: Divulgação/UEFA – Renato Sanches foi eleito o melhor em campo contra a Polônia

A vida de Renato Sanches sofreu uma guinada digna de um filme. Do time B do Benfica ao reconhecimento como um dos destaques da Euro 2016 em sete meses. E tudo isso com apenas 18 anos e uma milionária transferência para o Bayern de Munique nas costas.

>>Leia mais: Renato Sanches, o diamante bruto do Benfica<<

Além da rápida evolução técnica, chama a atenção a maneira tranquila como o jovem lida com a pressão. Sanches age como se ser comprado por 35 milhões de euros ou ser eleito duas vezes seguidas como o melhor em campo, ambas no mata-mata do torneio europeu, fosse algo normal.

E é isso o que desperta o interesse no meio campista. Não por acaso os bávaros abriram a carteira para contratá-lo, em uma negociação que ainda pode render mais 10 milhões de euros ao Benfica, dependendo do desempenho do atleta no novo clube. A expectativa é a melhor possível, principalmente pelo fato de que ele terá como tutor ninguém menos do que Carlo Ancelotti, em um clube com grande participação na evolução recente do futebol alemão.

Foto: Divulgação/UEFA - Saiu dos pés do jovem luso o gol do empate

Foto: Divulgação/UEFA – Saiu dos pés do jovem luso o gol do empate

Mas deixemos o Bayern para o amanhã. O hoje é a seleção portuguesa e o objetivo é o inédito título da Euro. Ao contrário dos seus antecessores, Fernando Santos aposta em um jogo mais coletivo, tirando um pouco do peso que Cristiano Ronaldo carrega nas costas.

Isso dá espaço para o crescimento de outros atletas, até pelo fato do jogador do Real Madrid nem sempre estar sem seus melhores dias, como aconteceu diante da Polônia, por exemplo. Tal fato, somado à oxigenação que Santos buscou, dando espaço para jovens como João Mário, Guerreiro e o próprio Sanches, criou um cenário interessante para a evolução do meio campista, que apresenta bons números na Euro.

Foto: Reprodução/Goal Point - Sanches tem o recorde de desarmes em um jogo nesta Euro

Foto: Reprodução/Goal Point – Sanches tem o recorde de desarmes em um jogo nesta Euro

Nos quatro jogos em que atuou no torneio, Renato soma uma média de 88% de aproveitamento nos passes, rendimento que foi de 94% contra os poloneses. Sem a bola, também nas quartas de final, foi bem sucedido em 12 desarmes, sendo 10 deles no campo defensivo. Um recorde nesta edição da Euro.

Sanches é versátil. Contra a Polônia, começou em sua posição de origem, como centro-campista, no melhor estilo “box to box”, quando Portugal atuava no 4-1-4-1. Foi explorando a faixa central que balançou as redes e se tornou o jogador mais jovem a marcar em um jogo decisivo da Euro e o terceiro mais novo se levarmos em conta a fase de grupos.

https://www.youtube.com/watch?v=c8CxoQ3QkZ4

A grande distância entre a defesa e o meio campo deu espaço para os contra-golpes polacos e levou Fernando Santos a adotar o 4-4-2 em duas linhas no segundo tempo. Para onde foi o gajo? Para o extremo do campo, jogando como ponta e invertendo constantemente o lado com João Mário e, posteriormente, Quaresma.

Sanches teve personalidade, inclusive, para cobrar um dos pênaltis que garantiram a vitória sobre a Polônia. Mostra a tranquilidade de quem, apesar da pouca idade, sabe o que faz. E o mundo assiste aos primeiros passos de um jovem que já começa no topo, se perguntando até onde ele chegará.

Comentários

Jornalista pós graduado em Gestão Aplicada ao Esporte e um doente por futebol. Trabalha atualmente como gerente executivo de esportes na RedeTV! e já passou por Esporte Interativo, Náutico, Portuguesa e Santo André.