DOENTES POR FUTEBOL

São Paulo precisa de resultado quase inédito para ir à final da Libertadores

Maicon

Maicon foi o vilão da derrota são-paulina. (Foto; Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Após ser derrotado pelo Atlético Nacional por 2 x 0 em pleno Morumbi, o São Paulo precisará agora vencer o time colombiano por uma diferença de 2 gols em Medellín para ainda ter chances de conquistar o tetracampeonato da Libertadores.  Tal reversão de placar é inédita em uma semifinal de Libertadores e só conseguida por uma equipe, até hoje, na história da competição.

ODD Shark

Em 2008, em pleno Maracanã, o Flamengo foi a única equipe a ser desclassificada na partida de volta em casa após vitória por 2 gols ou mais na partida de ida na casa do adversário. Após bater o América do México por 4 x 2 no Azteca, a equipe brasileira foi derrotada por 3 x 0 no Maracanã, uma semana depois, em partida brilhante do “gordinho” Cabanãs.

Para entender o tamanho do feito necessário para os são-paulinos, apenas sete equipes na história da competição conseguiram reverter um confronto após ser derrotado em casa no primeiro jogo. Curiosamente, seis desses confrontos foram exatamente contra times brasileiros.

Ano Fase Confronto Ida Volta
2015 Quartas de final Cruzeiro x River Plate 1 x 0 0 x 3
2013 Oitavas de final Vélez x Newell’s 1 x 0 1 x 2
2011 Oitavas de final Cruzeiro x Once Caldas 2 x 1 0 x 2
2008 Oitavas de final Flamengo x América 4 x 2 0 x 3
2003 Oitavas de final Paysandú x Boca Jrs 1 x 0 2 x 4
2002 Final São Caetano x Olímpia 1 x 0 1 x 2 (2 x 4)
1989 Semifinal Internacional x Olímpia 1 x 0 2 x 3 (3 x 5)

Após virar a semifinal de 1989 contra o Inter, o mesmo Olímpia quase foi vítima de uma situação parecida quando perdeu a segunda partida em casa para o Atlético Nacional (2 x 3) depois de vitória na primeira (2 x 1), mas conseguiu se classificar nos pênaltis. Assim, a semifinal de 1989 permanece como a única em que uma equipe se classificou após perder o jogo de ida em casa.

Com relação à reversão de uma vantagem de dois gols, a Taça Libertadores da América presenciou apenas 21 viradas,sendo 20 revertidas em casa.

Ano Fase Confronto Ida Volta
2014 Oitavas de final Defensor x The Strongest 0 x 2 2 x 0 (4 x 2)
2013 Semifinal Atlético Mineiro x Newell’s 0 x 2 2 x 0 (3 x 2)
2013 Final Atlético Mineiro x Olímpia 0 x 2 2 x 0 (4 x 3)
2012 Oitavas de final Universidad x Dep. Quito 1 x 4 6 x 0
2011 Oitavas de final Libertad x Fluminense 1 x 3 3 x 0
2010 Oitavas de final Internacional x Banfield 1 x 3 2 x 0
2009 Preliminar Dep. Cuenca x Dep. Anzoátegui 0 x 2 3 x 0
2008 Oitavas de final Flamengo x América 4 x 2 0 x 3
2007 Quartas de final Grêmio x Defensor 0 x 2 2 x 0 (4 x 2)
2007 Semifinal Boca Jrs x Cúcuta 1 x 3  3 x 0
2004 Oitavas de final Santos x LDU Quito 2 x 4 2 x 0
2001 Oitavas de final River Plate x Emelec 0 x 2 5 x 0
2000 Oitavas de final Bolívar x Nacional (Uru) 0 x 3 3 x 0 (5 x 3)
2000 Oitavas de final Palmeiras x Peñarol 0 x 2 3 x 1 (3 x 2)
1999 Quartas de final Cerro Porteño x Estudiantes (Ven) 0 x 3 4 x 0
1998 Quartas de final Cerro Porteño x Peñarol 0 x 2 3 x 0
1997 Oitavas de final Peñarol x Millonários 0 x 2 3 x 1
1993 Oitavas de final Sporting Cristal x El Nacional 0 x 3 4 x 0
1993 Oitavas de final São Paulo x Newell’s 0 x 2 4 x 0
1992 Oitavas de final Cerro Porteño x Bolívar 0 x 2 3 x 0
1989 Final Atlético Nacional x Olímpia 0 x 2 2 x 0 (5 x 4)

Embora os números falem contra, os são-paulinos creem na mística de sua camisa e em sua história na Libertadores para reverter o quadro e avançar à final. Daqui a uma semana, portanto, saberemos quem vencerá: a estatística ou a camisa.

 

O conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor. O Doentes por Futebol respeita todas as opiniões discordantes e tem por missão promover o debate saudável entre ideias.

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.