Gabriel Jesus é o Luis Suárez tupiniquim

  • por Sérgio Lopes
  • 70 Visualizações

O título deste texto possui um exagero proposital. Obviamente, não dá pra comparar, no momento, a qualidade e os feitos de Suárez e Jesus. Contudo, é impossível assistir ao jovem atacante brasileiro jogando e não enxergar nele as características do matador uruguaio; fazendo com que tenhamos a esperança de ter por muitos anos com a camisa do Brasil um centroavante ao estilo “Luisito”: técnico e lutador. Gabriel Jesus é, sem dúvidas, a melhor notícia do futebol brasileiro no ano.

Gabriel Jesus comemora gol marcado contra o Peru

Gabriel Jesus comemora gol marcado contra o Peru. Foto: Lucas Figueiredo – CBF

A primeira convocação de Tite à frente da seleção trouxe dois jovens atacantes que vinham da histórica conquista da inédita medalha de ouro olímpica: Gabriel Jesus e Gabigol. A sensibilidade do treinador brasileiro o fez apostar no palmeirense como titular da equipe. Ainda que Gabigol possuísse, até então, mais experiência. A escolha não poderia ter dado mais certo. São 5 gols em 6 jogos de Jesus com a camisa da seleção, além de importantes assistências. O excepcional momento do time brasileiro passa pelos pés do palestrino.

Gabriel Jesus deu outra cara ao ataque brasileiro, que hoje é mais leve e dinâmico. Ajudou a melhorar o desempenho de seus companheiros. A pressão constante que exerce na saída de bola adversária contribui para que o Brasil recupere a posse rapidamente. Jesus luta por cada bola como se fosse um prato de comida. Nisso é possível compará-lo ao matador Suárez, que também pressiona alto quando o adversário possui a bola. Além disso, a letalidade nas finalizações, a capacidade de assistir seus companheiros e a boa conexão com Neymar tornam a comparação com o uruguaio inevitável.

A ascensão de Gabriel Jesus, em 2016, é um alento de esperança. Esperança de que o celeiro de talentos que é o futebol brasileiro ainda produz nomes promissores. Sua ida para o futebol inglês, a partir de janeiro, será importante para a sua evolução como jogador. Ainda mais sendo orientado por Pep Guardiola, que se esforçou pessoalmente para que o palmeirense escolhesse o Manchester City.

É preciso ter calma e paciência, afinal Jesus está somente no início de sua caminhada como jogador profissional. Porém, a sua qualidade e personalidade fazem crer que poderá seguir passos vitoriosos, como os de Luis Suárez no futebol.

Facebook Comentários

Baiano, advogado, amante e estudioso do futebol.

  • facebook