Kylian Mbappé, a nova coqueluche da Ligue 1

Kylian Mbappé estreou entre os profissionais do Monaco em 2 de dezembro de 2015. Estava prestes a completar 17 anos. Menos de dois anos depois, o esguio atacante de 1,78cm é a nova coqueluche do futebol francês.

 

Comparado a Thierry Henry, que surgiu como profissional exatamente no Monaco, Mbappé vem quebrando recordes atrás de recordes pelo clube monegasco. E se tornando um fenômeno para os amantes do bom futebol. É atrevido dentro de campo e com uma fineza técnica de impressionar. Mbappé é um novo prodígio e outro a estar no radar de grandes equipes do continente europeu.

Esporte que vem do berço

Kylian Mbappé nasceu no dia 20 de dezembro de 1998. Sim, você já está ficando velho. Este garoto está encantando o Velho Continente com um futebol envolvente e objetivo. E pode bater no peito e dizer que já nasceu com a França campeã mundial.

E toda essa veia esportiva que há no atacante vem da família. O pai Wilfried é educador físico em Bondy, que fica a nordeste de Paris; a mãe Fayza foi jogadora profissional de handebol; enquanto o tio Pierre é coordenador do Sedan, que disputa a terceira divisão. O mais conhecido da linhagem é o irmão adotivo Kembo Ekoko, que jogou durante seis anos no Rennes até partir para o futebol árabe.

 

Precocidade em bater recordes

O garoto parisiense chegou ao Monaco na base, em 2013, quando tinha 15 anos. E meteoricamente se projetou aos profissionais. Com 16 anos, debutava pelo clube. E pouco tempo depois, no sétimo jogo no time de cima, marcou o primeiro gol.

 

Aliás, este foi o primeiro dos recordes quebrados pelo prodígio monegasco. Curiosamente, esse recorde foi do próprio Henry, tornando-se o jogador mais jovem a marcar pela camisa do Monaco, com 17 anos e 62 dias.

Depois de um período de afirmação ainda na temporada 2015/2016, Mbappé virou peça-chave do atual time de Leonardo Jardim. Sendo titular ao lado de Falcao García no poderoso ataque monegasco, o mais positivo da Europa. Até a publicação desta matéria, Mbappé já soma 17 gols e 10 assistências em toda temporada. Sendo dez gols na Ligue 1, onde também se tornou o mais jovem a chegar a dois dígitos de tentos em 30 anos.

 

Outro recorde batido pelo garoto foi na Champions League. Ao marcar contra o Manchester City, na partida de ida das oitavas-de-final, se tornou o segundo francês mais jovem a marcar pelo torneio, com 18 anos e dois meses. A frente dele apenas está Karim Benzema, que balançou as redes com 17 anos e 11 meses.

Interesse de grandes clubes

Desde cedo, Mbappé vem despertando desejo de grandes clubes europeus. O primeiro deles foi o Real Madrid, que tentou trazê-lo antes mesmo de o Monaco buscá-lo em Bondy. Os Merengues chegaram a oferecer à família do garoto uma semana na capital espanhola para convencê-lo a escolher o clube. Até mesmo Zinedine Zidane esteve envolvido para tentar persuadi-lo. Mbappé só não parou no Santiago Bernabéu porque a família optou por uma escolha, digamos, mais segura.

Não deve ter sido nada fácil para o jovem Mbappé recusar o Real Madrid de seu ídolo, Cristiano Ronaldo.

Anos mais tarde, em 2016, já se estabilizando como uma joia local, o Monaco recusou uma investida do Manchester City, que ofereceu € 40 milhões pelo garoto. Mbappé tem contrato com o clube francês até junho de 2019. E, segundo o Transfermarkt, ele possui valor de mercado de € 10 milhões. Com certeza, até o fim da temporada, novos garanhões chegarão em cima dele e o valor deve subir muito mais.

“Novo Henry”

 

Sempre que surge um “novo DIGITE O NOME DE UM JOGADOR”, costumamos ficar com um pé atrás. O caso de Mbappé é diferente. Por mais que ele possa trilhar um caminho com as próprias pernas e se fixar como um dos grandes da nova geração, impressiona como as semelhanças com Thierry Henry fogem do simples fato de terem sido formados pelo Monaco. A começar pelo biotipo. Mbappé, até pela idade, é menor, mas ambos são (no caso de Henry, foi) jogadores rápidos, de dribles curtos e definição ágil. Até mesmo a forma de correr tem alguma semelhança.

 

Pela velocidade, ele pode ser aproveitado pelo lado do campo, fazendo a função de extremo pelo flanco esquerdo. No 4-4-2 de Leonardo Jardim, entretanto, Mbappé vem cumprindo papel de atacante, atuando ao lado de Falcao García. Isso vem potencializando seu poder finalização. Já que fica mais próximo do gol, e não compromete a equipe; tendo em vista que a recomposição defensiva não é um de seus pontos mais fortes.

Futuro a seus pés

Mbappé é mais um talento puro francês que desponta com destaque. Assim como foi com Ousmane Dembélé, por exemplo. Não a toa, Didier Deschamps já o convocou para a seleção francesa.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

E querem saber de uma coisa? É justo! Kylian Mbappé é a bola da vez na França.

Olho Nele!

Ficha técnica

Nascimento: 20/12/1998 – 18 anos
Clube: AS Monaco
Altura: 1,78cm
Posição: Atacante
Números: Ligue 1 – 21 jogos, 10 gols e 7 assistências
Champions League – 5 jogos, 2 gols
Copas nacionais: 5 jogos, 5 gols e 3 assistências

Uma mistura maluca de pessoa. Academico de jornalismo, catarinense de origens italianas e espanholas, mas apaixonado pela bola que rola na terra da Torre Eiffel e pela gorduchinha que pinta os gramados cheios de chucrute da Alemanha. Não escondo minha preferência por times que tem uniformes nas cores amarelas e pretas, mas sempre com análises bem embasadas... ou não. Mas acima de tudo, sou um Doente Por Futebol.

  • facebook
  • twitter