Balanço das Eliminatórias da CONCACAF

Na última rodada das Eliminatórias da Concacaf, o México garantiu seu favoritismo frente a Trinidad e Tobago. Mesmo jogando fora de casa, os comandados de Osório assumiram a liderança do hexagonal final. A classificação para a Copa do Mundo parece bem encaminhada, já que tem uma folga sobre o vice-líder da competição, a Costa Rica.

Falando na seleção caribenha, não conseguiu ultrapassar a seleção de Honduras, perdendo a liderança. Apesar disso, não deve passar aperto para conquistar a vaga para a Copa do Mundo. Já o Panamá é a grande surpresa. Ocupando o terceiro lugar, só depende de si mesma para jogar a Copa do Mundo da Rússia.

Turbulência norte-americana

A decepção fica por conta dos Estados Unidos. A seleção da terra do Tio Sam vem fazendo uma eliminatória aquém do esperado. Após duas derrotas consecutivas no hexagonal final das eliminatórias da Concacaf, Jürgen Klinsmann não resistiu e foi demitido do comando técnico.

 

O “eterno” Bruce Arena assumiu no lugar do alemão. Arena possui muita história no comando da seleção de seu país. Ele era o treinador nas Copas de 98, 2002 e 2006. Em 2002, conseguiu guiar os americanos até as quartas de final, sendo eliminado pela Alemanha. Melhor campanha norte-americana na história das Copas. Pelo visto, a USSF (United States Soccer Federation) resolveu apelar para a tradição e trazer seu icônico treinador de volta para tentar salvar a vaga para a Copa da Rússia. Arena chega com o peso de manter uma escrita dos Estado Unidos: desde a Copa de 1990, a seleção norte-americana tem se classificado consecutivamente para o Mundial. Será que os americanos conseguem manter a pegada e se recuperar na tabela de classificação?

Para quem curte uma adrenalina fazendo uma apostinha, deixamos um bônus de boas-vindas para apostar no Bet365. O próximo jogo dos EUA é contra Trinidad e Tobago. Jogando em casa e contra a pior seleção do grupo, pode ser uma “barbada”.

Corrida de recuperação

Já sob o comando de Arena, os EUA venceram sua primeira partida no hexagonal final. 6 x 0 contra Honduras. No entanto, na rodada passada, conseguiu apenas um empate contra o Panamá (fora). E se manteve na órbita da posição de repescagem. Ainda há chances de conseguir a classificação direta também. Confrontos diretos contra todas as seleções que estão melhores colocadas podem mudar o panorama para os EUA. As duas últimas colocadas, Honduras e Trinidad e Tobago, apesar das posições, ainda tem chances de buscar uma vaga, mesmo que pela repescagem.

Prognósticos e artilharia

As eliminatórias da Concacaf estão emocionantes. São pelo menos 04 seleções buscando 01 vaga direta e outra vaga na repescagem. É provável que a briga de estenda até a última rodada. Lembrando que esta repescagem será contra uma seleção asiática.

Quanto a artilharia, esta fica por conta de Dempsey, veterano meia-atacante norte-americano, com 4 gols até agora. Em seguida a dupla costarriquenha Bolaños e Campbell, com 2 gols cada um.

 

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).