• 20 anos depois: E se a Lusa fosse campeã brasileira?

    15 de dezembro de 1996. A tarde de domingo chegava ao seu fim, deixando que a lua começasse a dominar o céu de Porto Alegre. O Olímpico se transformara em um mar azul bem barulhento. Em campo, os ataques gremistas pareciam ondas em fúria, uma após outra tentando naufragar a nau lusitana.    A derrota […]
    • por Elcio Mendonça
    • 9 Meses atrás
  • A Seleção das possibilidades

    (Por Luis Felipe Zaguini) Você sabia que Gonzalo Higuaín poderia não ter jogado pela seleção Argentina? Que o Marrocos poderia ter Marouane Fellaini em seu elenco. Que Zinedine Zidane poderia ter jogado pela seleção Argelina e que Yacine Brahimi poderia ter representado a seleção da França? Quais são os critérios? Eles são simples. Os jogadores […]
    • por Doentes por Futebol
    • 2 Anos atrás
  • O primeiro 10 rebelde da Seleção

    (ATENÇÃO: Nada neste post é verdadeiro. Do texto às imagens, feitas em um gerador fake de mídias sociais. Tudo não passa de um convite à imaginação e ao surreal) Em segundos, a notícia já estava entre os trending topics globais do Twitter. E não precisou nem de meia hora para se tornasse meme em todas as outras […]
  • Mais alguns anos de magia

    *Já conhece a série “E se…?” Leia a apresentação aqui e conheça o seu propósito de dar asas ao imaginário. Cinco anos sem títulos, para um clube da grandeza do Real Madrid, são uma eternidade. São mais de 1800 dias de martírio para os seus torcedores, que não se iludem mais com vitórias e goleadas […]
  • As Raposas e o Maestro

    Tarde quente em Argel. Na África setentrional, o outono ainda é capaz de proporcionar algumas tardes como esta, mesmo em pleno mês de outubro. Não é só pelo calor: é dia de decisão para as Raposas do Deserto, que enfrentarão, em casa cheia, a temida seleção nigeriana. Os olhos do mundo estarão no Stade Cinq […]
  • E se…? Um convite ao surreal

    Personagens verdadeiros. Histórias imaginárias. Que poderiam ter sido reais, ou não. Sempre permeadas por aquele velho delírio que cutuca, atrás da orelha: “e se…?”. É esta a tônica do futebol. Desde detalhes que poderiam ter provocado mudanças radicais, até exercícios de imaginação fantásticos sobre realidades paralelas distantes: tudo isso faz parte da cultura do torcedor. […]