• Zizinho, “Mestre Ziza”

    Por Lucas Amaral Nunes   Nas palavras do célebre Nelson Rodrigues, “não há bola no mundo que seja indiferente a Zizinho”. Um dos maiores craques nascidos em solo brasileiro, Mestre Ziza foi um dos grandes ídolos de grandes torcidas do país, como Flamengo, Bangu e São Paulo, além, claro, de ser aclamado por admiradores do […]
  • Teófilo Cubillas, “Nenê”

    Por Lucas Amaral Nunes   “Você tem planos para voltar a jogar a Copa do Mundo daqui a quatro anos?”, perguntou um nada discreto repórter, a uma ponta do microfone. À outra, ninguém menos que a estrela Édson Arantes do Nascimento, que retornava do México, onde disputou o seu quarto mundial, dos quais saíra com […]
  • Raymond Kopa, “Napoleão”

    Por Lucas Amaral Nunes   Quando se fala em grandes astros franceses, é tão fatal quanto sumário surgir na memória o nome do craque Zinedine Zidane. Obrigando-nos a esforços maiores, nos vêm à mente as talentosas jogadas de Michel Platini ou, ainda mais distante, os treze escores marcados por Just Fontaine em uma única Copa […]
  • George Best, “Quinto Beatle”

    Bêbado, mulherengo e polêmico. Porém, genial. Aos mexericos, saudosos habitantes da Irlanda do Norte relembram a graça de terem um dia tido como compatriota um dos maiores jogadores de todos os tempos. Local, aliás, onde um ditado é popular: “Maradona, good. Pelé, better. George, best” (Maradona, bom. Pelé, melhor. George, o melhor). O sobrenome sugestivo […]
  • Alf Ramsey, “Sir Alfred”

    Por Lucas Amaral Nunes   “Alf esteve no Brasil. Jogava pela seleção inglesa que perdeu para os Estados Unidos, uma das maiores zebras de todas as Copas do Mundo. Aquilo mexeu com ele. Deu início à sua trajetória.” Em 1999, os torcedores ingleses, essencialmente os dos Spurs, foram desabençoados com a perda de um membro da […]
  • Obdulio Varela, “El Negro Jefe”

      Por Lucas Amaral Nunes   Quando o jornalista Juca Kfouri perguntou ao defensor uruguaio Diego Lugano se alguma vez, na infância, ele brincara de ser Obdulio Varela, os olhos brilharam e se fixaram em nenhum ponto em especial. Passados alguns segundos, os olhos firmes e boca impávida se moveram e uma voz ainda mais […]
  • Franz Beckenbauer, “Der Kaiser”

    Dezesseis de Junho de 1970, Cidade do México. No Estádio Azteca, enfrentam-se Itália e Alemanha, naquele que ficaria para sempre marcado na história do futebol como o maior jogo de todos os tempos. A partida, que terminaria 4×3 para os italianos, teve cinco de seus escores anotados na prorrogação, credenciando-a a permanecer imune ao esquecimento […]
Página 6 de 6« Primeira...«23456