FM DA VIDA REAL

FM-DA-VIDA-REAL

Amigos, sou Matheus Mandy, um dos diretores do Paduano, do Rio de Janeiro, e começarei a contar nossa caminhada.

Sem grana e sem elenco, estou me sentindo aquele adolescente de 15 anos que iniciou um save no CM 01-02 com um time da Série C do Brasileiro lá do Amapá, que não tem elenco e nem grana e precisa ir atrás de jogadores Free Agents e de promessas de clubes médios.

Abaixo poderão acompanhar a linha do tempo do dia-a-dia no clube:

paduano

LINHA DO TEMPO

17 de JANEIRO de 2013

Após parcerias sem sucesso e com o clube afogado em dívidas e com telefone cortado, além da ordem de corte para luz, o presidente Gérson Moisés Inez renunciou ao cargo. Assim, o coronel Fabrício Boa Morte assumiu. Ele trouxe de volta o gerente Delcy Dias, os diretores Matheus Mandy e Aloisio Lopes, além do vice de futebol Celso Ferreira.


18 de JANEIRO de 2013


Com a mão na massa, vimos mais de R$ 35 mil em dívidas, incluindo débitos com a Receita Federal, companhias de água, luz e telefone, além de salários atrasados de funcionários. Sem contar que todo material de treino da preparação física e dos jogadores foram levados.

.

25 de JANEIRO de 2013

Começam a aparecer alguns empresários prometendo mundos e fundos. Porém só dizem ter isso e aquilo e nada no papel, nada concreto. Ficam pedindo procuração do clube e mandam contratos com cláusulas toscas. Parcerias recusadas. O clube também consegue 40 coletes.

.

30 de JANEIRO de 2013

Véspera para pagar o alvará de licença na Federação. O valor? R$ 3.750,00. O dinheiro prometido não chega e começa a corrida contra o relógio para conseguir a grana. Pegando R$ 100,00 de um, R$ 50,00 de outro e até R$ 1.000,00 de um empresário de Macaé, o alvará foi pago no dia 31, por obra de Deus. A Federação enfim fornece 16 bolas para os treinamentos.

.

31 de JANEIRO de 2013

Parte das dívidas é paga, mas a Federação começa a enviar diversas cobranças como vistoria de estádio e outros. Antes mesmo, o presidente, com seu conhecimento, conseguiu parceiros para fazer as obras de segurança exigidas pela Polícia Militar.

.

1º de FEVEREIRO de 2013

O time agora começa a correr atrás de empresários para colocar jogadores. E acerta com alguns. Um empresário de Recife resolve bancar o técnico: Zé Tavares. Rodado no Norte do Brasil, onde já conquistou campeonatos estaduais em Roraima, enfrentou o Botafogo na Copa do Brasil 2005 e, em 2012, dirigiu o Náutico-RR na Série D do Brasileiro.

1º de FEVEREIRO de 2013

O time agora começa a correr atrás de empresários para colocar jogadores. E acerta com alguns. Um empresário de Recife resolve bancar o técnico: Zé Tavares. Rodado no Norte do Brasil, onde já conquistou campeonatos estaduais em Roraima, enfrentou Botafogo na Copa do Brasil 2005 e que em 2012, dirigiu o Náutico-RR na Série D do Brasileiro.

.

2 de FEVEREIRO de 2013

O técnico desembarca em Santo Antônio de Pádua com discurso otimista. Assim, algumas parcerias com empresários começam a ser feitas. Eles dão os jogadores e pagam os salários, com o clube sendo responsável pela alimentação e moradia. Também chegam mais 40 coletes e alguns cones para início dos treinos físicos. O preparador físico Fidélis, que foi técnico do Itaperuna em 1999, se apresenta.

.

4 de FEVEREIRO de 2013

Começam a chegar os primeiros jogadores, que foram atletas do Sub-20: o meia Miltinho e o zagueiro Isak, e o seu empresário também doou R$ 1.250,00. Mais tarde desembarcam três atletas profissionais de Campos: o volante Joilton e o atacante Pauli Vítor, que vieram do São José-RJ, além do lateral Luiz Fernando. Na correria, conseguimos comprar seis quentinhas (uma foi para o treinador) e uma Pepsi de dois litros. Já por volta das 20h, chegam mais dois atletas de um empresário de Cabo Frio, que também doou 20 shorts e 20 meiões: o atacante Washington e o volante Cefas Moraes, ex-Cabofriense. Por volta das 21h, Celso Ferreira e Matheus Mandy recebem ligações de jogadores de 2012 que querem jogar de graça, só recebendo quando o clube puder pagar. Assim, chegam na terça o volante Eloy, os meias Clodoaldo e Danilo, o volante Juninho e o atacante Baiano.

.

5 de FEVEREIRO de 2013

Ainda é 1h30 da manhã, mas estamos todos acordados. Afinal, mais atletas estão desembarcando. O América-MG ofereceu 10 jogadores no final da tarde e, provavelmente, todos chegam até o final da semana. Ainda temos um boleto de multa da Federação de pouco mais de R$ 1.600,00 e não temos todo o dinheiro. Os treinos começarão às 14h. Outros 16 jogadores chegaram hoje cedo e almoçaram agorinha, arrumamos umas quentinhas boas e baratas e fizemos um suco de um pé de manga aqui. Às 14h, acontece a peneira.

O dia começou e logo às 9h, o diretor Aloisio Lopes ligou para o vice Celsinho. Uma pessoa queria falar com ele. Celsinho foi até o clube e um jogador falou: “Eu fiquei sabendo do time e queria ser testado”. Mesmo sendo alertado de que o clube não tem condições de pagar o salário, vem a resposta: “Só me arruma um lugar pra dormir e comida, o resto eu faço no campo”. Antes mesmo das 11 da manhã, os poucos jogadores da noite anterior se multiplicaram em mais de 25. Eram atletas desembarcando dos mais variados lugares: Porto Seguro, Sinop, Santa Maria, Chapecó, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto e Corumbá. O almoço foi pago pela doação de um empresário de Itaperuna e o gerente Delcy Dias completou com R$ 30,00. A bebida dessa vez ficou num suco de laranja. Às 14 horas, no início dos treinos, já eram mais de 30 jogadores e, no final, eram quase 45. Incrível, ainda mais que todos sabiam que só os apadrinhados pelos empresários receberiam. No fim da noite, mais um chegou, dessa vez de Cabo Frio. Estão todos no alojamento do clube. Eram 19 camas, mas agora temos colchões espalhados. São garotos de várias idades e de diversas histórias. E o tal boleto que vencia hoje não foi pago. Vamos ver depois do carnaval o que acontece com ele. A luta continua no dia 6.

.

6 de FEVEREIRO de 2013

Duas reuniões podem ajudar a gente a arrecadar uma grana para conseguir pagar os borderôs da Ferj.

.

17 de FEVEREIRO de 2013

Após este hiato em função do Carnaval, volto a falar dessa dura saga enfrentada pela diretoria do Paduano. Em relação ao último post do dia 6 de fevereiro, muita coisa mudou.

Na sexta (8), o técnico Zé Tavares e seu auxiliar, Fidélis, junto com a diretoria, encerrou a fase grossa de testes. Dos 48 jogadores de diversos locais que faziam testes, apenas 26 seguem na equipe.

A folga no carnaval foi apenas domingo e segunda. Terça já tivemos treinamentos e dois amistosos foram marcados. Neste domingo (17), fora, contra a Seleção de Macuco e na próxima quinta (21), em casa, diante da Seleção de Ubá.

O clube, enfim, conseguiu três importantes patrocínios: Center Contabilidade (manga direita), Mercado Noroeste (manga esquerda) e Água Laqua (frente da camisa).

Mais tarde, tudo sobre o primeiro amistoso.

AINDA EM 17 de FEVEREIRO: O PÓS JOGO TREINO!

Foram apenas 15 dias de trabalho, mesmo assim, o Paduano venceu seu primeiro jogo-treino visando à disputa da Série B do Carioca. Jogando na Região Serrana, o Trovão Azul bateu a Seleção de Macuco por 2 a 0, na tarde deste domingo (17). O time tem um novo compromisso no dia 21, quando enfrenta o Grêmio Ubaense. O Trovão Azul utilizou alguns jogadores que ainda estão sob observação e outros que já foram aprovados.

O primeiro tempo foi marcado pelo forte calor que fazia na cidade de Macuco e o time da casa aproveitou para atacar, porém esbarrava na atuação segura do goleiro Gustavo. Ainda sem muito entrosamento, o Paduano pouco assustou.

Já na segunda etapa, o Paduano começou a melhorar sua movimentação e criou chances. Na primeira dela, logo aos três minutos, saiu o gol. Juninho cobrou falta para Pano, que tentou cruzar e a bola morreu no fundo do gol.

Depois, os dois times mexeram bastante e, aos 29, o Paduano ampliou o marcador em uma jogada iniciada por campeões de 2012. O meia Clodoaldo fez boa jogada individual e tocou para Baiano, que entrou na área e rolou para Paulo Vítor definir o marcador: 2 a 0.

Escalação do Paduano
Gustavo; Luciano (Virgílio), Washington (Arthur), Joílton , Jefferson e Daniel Carioca (Luiz Fernando); Juninho, Vitinho (Rômulo) e Clodoaldo; Victor Gallon (Paulo Vítor) e Pano (Baiano);

.

18 de FEVEREIRO de 2013

 A situação financeira ainda é complicada. Os patrocínios estão entrando e pagando dívidas, comida. Estamos arrecadando dinheiro no comércio e com admiradores de vários locais. Jogamos nas redes sociais o pedido de ajuda.


Os interessados em ajudar ao clube podem solicitar um carnê com qualquer valor através do e-mail paduanoesporteclube@oi.com.br

Ou, se preferir, depositar qualquer quantia diretamente na Conta Corrente do clube:

Banco do Brasil
Agência: 0312-3
CC: 18864-6

Ainda nesta data, conseguimos inscrever 8 jogadores. Agora, caso as promessas sejam cumpridas, mais oito serão registrados. 

Hoje ainda chegaram mais quatro atletas: três de Cabo Frio e um de Itapeurna. O clube precisa muito de um goleiro experiente.

.

21 de FEVEREIRO de 2013

 Victor abriu o placar para o Paduano, 1 a 0. Porém, o Grêmio Ubaense aproveitou o descuido da zaga e deixou o placar igual.
Índio mais uma vez colocou o time do post na frente, mas novamente sofreu o empate.

O segundo amistoso foi novamente disputado fora de casa, em São José de Ubá, e debaixo de um forte calor de 40 graus. Na preliminar, o time de juniores abriu 2 a 0, mas levou a virada com dois pênaltis duvidosos.

Depois, na hora do pega para capar, os profissionais fizeram jogo duro contra o Grêmio Ubaense, que ainda tinha jogadores profissionais que estão sem clube. No primeiro tempo, o atacante Victor Gallon fez 1 a 0. Logo depois, os mandantes aproveitaram falha da defesa e empataram.

No segundo tempo, o Paduano voltou a ficar na frente com um verdadeiro golaço marcado por Índio. Já no fim do jogo, o Grêmio Ubaense deixou tudo igual: 2 a 2.

Agora, o Paduano volta a campo no domingo, às 9h30, quando jogará em Tombos-MG, diante da Tombense.

Fora do campo
Registramos 11 jogadores e outros dois ficaram em exigência: Vitinho depende da liberação do Bahia-BA (R$ 600,00) e Roberto, do futebol italiano (R$ 1.000,00)

O empresário de Vitinho já depositou a grana e agora, o do Roberto, temos que esperar…

.

24 de FEVEREIRO de 2013

O time encarou duas horas de viagem para chegar até Tombos-MG, onde enfrentou os reservas do Tombense, da Primeira Divisão do Campeonato Mineiro. Debaixo de um sol forte, a partida começou às 9h30. Antes dos 30 minutos, os mineiros já venciam por 2 a 0.

O Paduano demonstrou muito nervosismo e erros de posicionamento. Alguns jogadores renderam abaixo do esperado. Os titulares foram: Sandro; Joilton, Jefferson e Ector; Agnaldo, Juninho, Clodoaldo, Indio e Daniel Carioca; Victor e Pudim.

No intervalo, foram feitas quatro alterações: Ector deu lugar a Artur, enquanto Pudim saiu para a entrada de Pano. No meio, entraram Danilo e Vitinho nas vagas de Clodoaldo e Indio. 

As mudanças surtiram efeito e a equipe pressionou os donos da casa em chute de Danilo, que passou rente ao gol, e em uma paulada de Pano, que explodiu na trave do goleiro Daniel. Porém, em um contra-ataque, o Tombense marcou o terceiro gol e definiu o marcador.

.

27 de FEVEREIRO de 2013

Estamos na quinta-feira, a dois dias da estreia, e a polêmica continua. O clube enviou digitalmente inscrições nos dias 22 e 25 (este, prazo final). Aí, a Federação ainda não publicou as inscrições do dia 22 e as enviadas no dia 25. Aconteceu algo bizarro. Foram enviadas documentações de juniores e profissionais, mas a Ferj inscreveu os amadores com data no dia 25, corretamente, e os profissionais, apenas dia 26, um absurdo.

E pra completar, informou que não recebeu nada no dia 22, mesmo com o clube apresentando o protocolo original.

Se a Ferj não tiver bom senso, o clube terá que ir a campo no sábado com 12 profissionais e outros seis jogadores dos juniores.

—–

O Estádio Waldo Carneiro Xavier está liberado para o público até dezembro. Na segundona, apenas este e o campo do Sampaio Corrêa também estão. Existem outros, mas liberados até maio.



Um dos titulares do time e que o clube custou conseguir ter grana para pagar a inscrição, ligou informando que não retornará ao clube, já que arrumou um emprego de pedreiro em uma cidade e não podia recusar, já que precisa de dinheiro. Uma pena…

.

1 DE MARÇO DE 2013 – PADUANO – O DIA ANTES DA ESTREIA!

Amigos, confesso para vocês, de coração, que nesse um mês compartilhando o dia a dia do clube, este é o post mais emocionado que escrevo. Faltam pouco mais de 12 horas para nossa estreia na Série B do Campeonato Carioca e o sentimento que envolve toda a diretoria, jogadores e comissão técnica é indescritível.

Hoje, no apronto para o jogo, era possível ver nos olhos de todos a ansiedade para entrar no campo e fazer bonito. No botequim, na sauna, na rua, só se fala na estreia do Trovão Azul. E com nosso estádio liberado para a torcida (apenas cinco foram), a promessa é de casa cheia, caso São Pedro ajude, é claro.

Enfim, falemos do jogo. O nosso treinador terá apenas dois desfalques considerados titulares: Clodoaldo (meia) e Daniel Carioca (lateral). O time vai com Sandro; Agnaldo, Ector, Joílton e Luis Fernando; Romulo, Juninho, Índio e Vitinho; Paulo Victor e Pudim;

Não vou me alongar. Às 13h30, começa o jogo dos juniores e, às 15h30, o pau canta no profissional.

Vamos, meu Trovão!

.

2 DE MARÇO DE 2013 – A ESTREIA DO PADUANO

Amigos, vou logo falando que perdemos na estreia. Esperei dar um tempo e postar, para não falar um monte de coisa por conta do sangue quente. Apesar da chuva que caiu em Pádua ontem, tivemos um público de mais ou menos 400 pagantes. Mas tomamos prejuízo. A Federação “comeu” só de borderô R$ 6.727,00, além de R$ 1.050,00 da arbtiragem dos juniores.

Ainda pela manhã, recebemos a informação de que o volante Rômulo não poderia jogar por conta de uma suspensão imposta em 2012.

O pré-jogo foi complicado. Os uniformes chegaram ainda na parte da manhã e são muito bonitos. Almocei lá no clube junto com os jogadores pra entrar no clima, junto com alguns outros diretores. Enfim, às 13h30, a bola rolou pelos juniores, mas só depois de tirar a grana de R$ 1.050,00 para pagar aos árbitros.

Isso mesmo! Mesmo com o ESTATUTO DO TORCEDOR determinando que a organizadora é que deve fazer esse pagamento, no Rio, somos obrigados a pagar.

Com o time ainda desfalcado, levamos 1 a 0 no primeiro tempo e tomamos uma sacolada no segundo, fechando o placar em 4 a 0 para o América de Três Rios.

Da Silva, ex-Flamengo e Vasco com Juninho, do Paduano.

Da Silva, ex-Flamengo e Vasco com Juninho, do Paduano.


E depois, às 15h30, o tão esperado jogo dos profissionais. Nossa equipe começou melhor e atacando. Fomos pra cima. E logo aos 13 minutos, o nosso atacante Pudim recebeu, girou e mandou rasteiro no canto, para explosão da torcida e da comissão técnica. (clique aqui para ver os lances do jogo).

Porém, ainda comemorava o gol abraçado com o preparador de goleiros, Merica, quando o América empatou. Logo depois, nosso lateral Agnaldo tirou o corpo de uma dividida, como vocês podem ver no vídeo acima, mas o jogador do América se jogou e o árbitro deu pênalti, convertido. Nós ainda perdemos nosso volante Joílton, lesionado, e não tínhamos outro no banco. Antes do intervalo, veio o terceiro do América.

No segundo tempo, o Paduano tentou de todas as maneiras, teve bola no travessão, bola tirada em cima da linha, mas de nada adiantava. A derrota foi confirmada e agora é juntar os cacos para o jogo de quarta, contra o Mesquita.

Veja os gols: http://www.fferj.com.br/tv-ferj.php?video=7295

.

9 DE MARÇO DE 2013 – A PRIMEIRA VITÓRIA TROVANISTA

Amigos, perdão pelo hiato. Perdemos na quarta-feira para o Mesquita por 1 a 0. O cidadão acertou um chute que, se tentar mais 100 vezes, errará 102. Porém, neste sábado (9), VENCEMOS, P*&¨%. Conseguimos passar pelo estruturado time do Tigres, em casa, por 1 a 0.

O dia do jogo começou ontem, quando saíram o vice Celso Ferreira, eu e o presidente Coronel Fabrício, juntamente com as “patroas”. Conseguimos arrecadar ontem com Célio Mandy R$ 1.000,00 e R$500,00 com Claudinho da Inprol para bancar o bicho dos jogadores e da comissão técnica, dando R$ 60,00 para cada um.

No sábado, a correria, já que faltava um médico para complementar o quadro móvel do jogo. Conseguimos graças ao Dr. Marco Antônio e também ao Dr. Douglas. Nos juniores, levamos 5 a 2 do Tigres.

Mas no profissional o coco é seco e mostramos a que viemos no campeonato. Logo no início, o lateral Daniel Carioca e o atacante Pano fizeram boa jogada e a bola foi para Vitinho, que, por cobertura, fez um belo gol para abrir o marcador, para festa de todos. Logo depois houve um pênalti claro em Pano, não marcado.

Mas nosso time estava demais! O zagueiro Ector ganhava todas pelo alto, o goleiro Sandro Bahia passava segurança, enfim, todos foram bem. No fim, vitória suada! A primeira de muitas, eu espero!

ESCALAÇÃO
Sandro Bahia; Agnaldo, Ector, Arthur e Daniel Carioca; Juninho, Vinícius, Vitinho (Rômulo) e Clodoaldo; Pano (Victor Gallon) e Pudim (Paulo Victor)

.

16 DE MARÇO DE 2013 – PADUANO E O JOGO MAIS DIFÍCIL ATÉ AQUI

Bem, amigos! Começaremos neste sábado (16), a sequência que considero mais dura nesse início de campeonato. Vamos até Cabo Frio enfrentar a Cabofriense. Em seguida, receberemos o Bonsucesso e depois visitaremos o Americano.

Esta trinca começará logo pelo jogo que penso ser o mais duro e complicado: contra a Cabofriense. O Tricolor Praiano é o time mais badalado, já que contra com um trio de meias bastante conhecido, formado pelo veterano Ramon Menezes, Abedi e Têti. Na lateral esquerda, temos Leandro, ex-Palmeiras e Cruzeiro.

PADUANO ESQUEMA CABOFRIENSE

O jogo começará às 19h30 e, com a arrecadação que fizemos pelas ruas de Pádua, conseguimos juntar R$ 900,00 para pagar a hospedagem das 40 pessoas da delegação (Sub-20 e Profissional), em uma casa de veraneio. Chegamos no meio da noite desta sexta (15).

Para este importante duelo, o técnico José Tavares terá uma única baixa: Joílton ainda se recupera de uma lesão muscular no adutor da coxa. Assim, o time deve ir a campo com a mesma formação que derrotou o Tigres na última semana. Com a bola, o esquema é o 4-1-3-2 e, na marcação, se transforma num 3-6-1, com Juninho recuando para um falso terceiro zagueiro e Marcelo Pano vindo cuidar das subidas pelos flancos. Na hora de atacar, Pudim será o homem de referência e Marcelo Pano fará a movimentação pelas pontas.

 

17 DE MARÇO DE 2013 – PÓS JOGO

 É, não deu. Acabamos perdendo para a Cabofriense por uma falta de atenção no início do jogo. Com dois minutos, o Têti, ex-Vasco e Botafogo, entrou na área caindo e o juizão marcou pênalti, convertido pelo próprio. Isso deixou o time nervoso, e, aos 14 minutos, Eberson fez boa jogada e tocou por cima do goleiro Bahia: era 2 a 0.

Ainda atordoados, vimos Capixaba marcar o terceiro gol do Tricolor Praiano, driblando nosso arqueiro, aos 30 minutos.

No segundo tempo, o Paduano melhorou, principalmente com a entrada do meia-atacante Léo Ceará, que fez sua estreia. O jogador deu mobilidade e chegou a colocar uma bola no travessão.

Mas, aos 34, a Cabofriense chegou ao quarto gol, com o atacante Bruno Andrade. Em seguida, Clodoaldo foi derrubado na área e o pênalti agora era a favor do Paduano. Clodoaldo bateu e definiu o marcar em 4 a 1 para os mandantes.

Agora é levantar a cabeça e pensar no Bonsucesso, em casa, na quarta.

Nota:
Pior é um membro antigo da comissão técnica indo até a Prefeitura pedindo para o prefeito não ajudar o time. Lamentável.

 .

PADUANO – UM EMPATE, UMA DERROTA E QUASE UMA BRIGA COM O MASSAGISTA RIVAL

Amigos, confesso que estou há 1 semana sem noticiar o dia a dia do Paduano. É mais um sentimento de revolta do que qualquer outra coisa. Sobre o jogo de quarta-feira, em casa diante do Bonsucesso: fizemos 1 a 0 e mandamos duas vezes na trave, os caras tiraram uma bola em cima da linha, o goleiro operou um milagre. Aos 35 minutos, um cruzamento, a zaga falhou e um sujeito de quase 2 metros testou no ângulo e deixou tudo igual, para tristeza dos torcedores que compareceram.

O borderô de quase R$ 8 mil reais só foi pago hoje. Tivemos várias doações: mil reais de uma amiga política, mil de um empresário de Miracema, mais mil de um político vizinho e outras no comércio. Ainda assim, faltaram quase R$ 950,00. Mas arrumamos um jeito de pagar.

Antes disso, quase pulamos fora do campeonato. Na sexta-feira, uma reunião de cerca de duas horas quase nos levou à desistência por falta de dinheiro. É muita despesa e está tudo virando uma bola de neve. Se algum leitor puder ajudar, envie um e-mail para matheusmandy@gmail.com . Temos quase R$ 7 mil para pagar no mercado.

Enfim, fomos no peito e bancamos a ida a Campos para enfrentar o Americano com portões fechados. No segundo tempo, fizemos 1×0. Logo depois, um jogador adversário caiu fora da área, um péssimo árbitro deu dentro e o pênalti foi convertido. Reclamei, xinguei até a última geração dele, de nada adiantou.

Em seguida, os campistas viraram o jogo numa falha da nossa zaga. Aí os gandulas, a mando dos diretores, esconderam as bolas, chutaram as mesmas para fora do campo e se esconderam atrás da ambulância. Eu comecei a gritar com nosso goleiro, Sandro Bahia, que a bola que estava do lado de sua trave havia sido retirada e o gandula estava colocando na arquibancada. O bandeirinha deu uma bronca e voltaram com ela.

No fim, perdemos e comecei a bater boca com o massagista do Americano, que me ofendeu. Eu não deixei por menos. Ele disse que iria me bater, mandei me esperar do lado de fora e lá fiquei. Traduzindo, ele arregou!

Temos agora uma semana de folga até o jogo de sábado, contra o Ceres. E ainda estamos fora da zona de rebaixamento.

 .

27 DE MARÇO – TROCA DE TREINADOR, CAMPO ALAGADO E JOGADORES EMPRESTADOS

Amigos, a terça-feira foi agitada aqui no Paduano. Pela manhã, informamos ao competente Zé Tavares que decidimos mudar o comando técnico da equipe. O presidente Fabrício Boa Morte deu a notícia. Mas não ficamos sem técnico, já que Edson Ferreira, campeão alagoano em 2010 com o Murici, assumiu o time.

À tarde, Zé Tavares reuniu os atletas e, de maneira emocionada, se despediu de todos. Em seguida, Edson Ferreira conversou com os atletas e acompanhou o treino físico, comandado pelo preparador Bofe.

Ainda ontem, três atletas deixaram o Paduano. O zagueiro Daniel Monteiro e o lateral-esquerdo Luis Fernando foram emprestados ao Santa Quitéria, da elite maranhense. Já Luciano, insatisfeito com a reserva, foi embora. Nesta quarta, o meia Clodoaldo deve acertar sua ida para o Sul América-AM.

Temporal deixa campo alagado
Na noite desta terça, quase 90mm de chuva alagaram por completo o Waldo Carneiro Xavier. O gramado ficou inundado e o vestiário também foi tomado pela água. Assim, o treino de hoje aconteceu no campo do Mangueirão, distrito de Pádua.

Para conseguir ter condições de jogo, vamos usar, de quinta até sábado de manhã, uma bomba para tirar a água de lá.

Ajuda
Temos que pagar R$ 800,00 de luz até quinta, ou então a mesma será cortada.

.

30 DE MARÇO DE 2013

Paduano empata com o líder e se afasta da zona de rebaixamento

Amigos, enfrentamos o líder e empatamos em casa, mas se o goleiro deles não fosse um ninja, era vitória nossa! Começamos jogando bem, criando chances e tal. Fui para a arquibancada e fiquei atasanando o banco deles. Aí discuti com um massagista (de novo).

Eu comecei a xingar um zagueiro deles que consegue ser pior que o Fábio Ferreira. Aí o massagista mandou. “Ele é tão bom que tá em primeiro”. Segundos depois, o cidadão foi dar um chutão, furou e o Ceará pegou a bola. Só não fez o gol porque tentou fazer gracinha.

Aí, no segundo tempo, o Ceres fez 1×0 com Claúdio Pagodinho. Mas depois, só deu a gente. Mandamos umas 5 bolas pro gol e uma delas, após uma cacetada do Pudim, estufou as redes. Nos acréscimos, Jessé, de cabeça, só não virou o jogo porque o goleiro deles deu uma de Yashin.

Enfim, foi um sufoco pra pagar. A despesa ficou em quase R$ 8 mil e com a renda e doações minha de R$ 400,00 e de outro empresário de R$ 200,00, só tivemos R$ 4.603. Temos que correr atrás!!

.

1 DE ABRIL – PROBLEMAS E NAO É SOBRE DIA DA MENTIRA

CONTRATAÇÕES CANCELADAS E POSSÍVEL DESISTÊNCIA

Amigos, a segunda-feira não foi fácil. Foi uma decepção, na verdade. Tínhamos alinhavados dois reforços para nosso time e que viriam de clubes da Série A: um zagueiro e um atacante. Conversei com dirigentes dos clubes e consegui os atletas de graça, com a condição de pagar a inscrição (R$ 500,00 de cada), dar alimentação e moradia.

Mas as contratações foram por água abaixo. Não conseguimos levantar a verba. Dos R$ 1.000,00 necessários, arrecadamos apenas R$ 400,00. Assim, tivemos que desistir das contratações, já que o prazo final de inscrições é até hoje (02). Caso alguém que esteja lendo e queira nos ajudar nas contratações, basta entrar em contato comigo pelo (22) 8158-5425 e nos ajudar.

Outro susto levamos no Mercado. Estamos com uma dívida de quase R$ 11 mil e tivemos nosso crédito cortado. Porém, nosso presidente foi lá e conversou com o dono do mesmo. E fez um acordo: segurar até semana que vem, quando estaremos aguardando a verba da prefeitura que nos salvará. Se não vier, o presidente, que já botou quase R$ 30 mil no clube, bancará mais essa.

A situação tá ficando insustentável e o azar nos toma conta. Perdemos um importante jogador, do qual irei preservar o nome, que contraiu tuberculose. Um outro foi internado com grave infecção viral. Enfim, estamos numa semana complicada.

Para o borderô da Ferj em relação ao jogo de sábado (30), ainda precisamos de R$ 3.036,00 para pagá-lo.

Infelizmente, se a grana municipal não sair até semana que vem, seremos obrigados a abandonar a Segundona.

.

2 DE ABRIL DE 2013

A CORRIDA VIAGEM A BARRA MANSA E O PAGAMENTO DO BODERÔ.

Pessoal, a diretoria pensa em várias alternativas a cada dia que passa, em jogar a toalha, mas somos movidos por uma paixão. Porém, confesso que estamos chegando no limite.

Hoje, ainda faltavam R$ 3.100,00 para completar o cheque de R$ 5.211,99 dado à Ferj para pagar o boderô alusivo ao jogo do sábado passado contra o Ceres. Nosso presidente conseguiu R$ 2.650,00 e eu inteirei com mais R$ 60,00. Ainda aproveitei um dinheiro que tinha no caixa para compensar o cheque amanhã. Tive que fazer um vale de R$ 100,00 para nosso preparador de goleiros. O caixa da parte de futebol do clube, hoje, tem a bagatela de R$ 3,25.

Com relação ao jogo contra o Barra Mansa, tivemos problemas hoje. O combustível que é fornecido quase não saiu. E ainda tivemos dificuldades para conseguir a grana do almoço, que, graças a torcedores, foi recolhida. Sairemos de Pádua às 5h. Vamos torcer para chegar em Barra Mansa e fazer um bom jogo.

 .

6 DE ABRIL de 2013! CHUPA, SERRA MACAENSE!

Amigos, não vou nem comentar aquela lavada que levamos do Barra Mansa na quarta, quando tomamos 6×0. Vamos falar da nossa vitória de sábado, diante do Serra Macaense.

O treinador barrou quatro jogadores, estreou zagueiro, e um meia que veio emprestado pelo Botafogo iniciou a jogada do gol.

O time estreou o defensor Efrain, vindo do futebol capixaba, e o zagueiro Cruz assumiu a titularidade na zaga. No ataque, Marcelo Pano e Paulo Victor foram titulares.

Foi um bom jogo. Perdemos uns quatro gols no primeiro tempo. O goleiro Sandro Bahia pouco era exigido, mas quando foi, fez bonito.

No segundo tempo, várias chances, mas o goleiro Gláucio (eleito o melhor da Série C de 2012 pelo Paduano), que fez cada defesa sensacional.

No fim do jogo, o dedo do treinador surtiu efeito. Edson Ferreira promoveu a estreia de Renan Carioca, que veio do Botafogo, e também colocou Diogo Tiririca.

E adivinha quem fez a jogada do gol? Renan Carioca deu caneta na zaga e rolou para Tiririca mandar no ângulo!

É festa!

A renda? R$ 1.040,00. O Borderô dos profissionais? Quase R$ 7 mil. Vamos correr para pagar. Os outros R$ 1.050,00 dos juniores foram pagos pelo empresário Marcel Suedini.

Vai, Paduano!

A vitória foi muito importante pois pudemos abrir uma boa margem a zona de rebaixamento. Acompanhe a classificação do grupo B da segunda divisão do Carioca. Na quarta-feira enfrentaremos o Barra da Tijuca fora de casa.

paduano

Foto: Reprodução globoesporte.com – Classificação do Grupo B.

 .

21 DE ABRIL DE 2013

RECUPEREI O SAVE

CRASH DUMPS


Não, amigos. O save do Paduano não deu erro. Na verdade, quase deu. Não teremos auxílio municipal e assim seguiremos com nosso suor, com o presidente e a diretoria correndo atrás.

-O pagamento do borderô diante do Serra Macaense foi executado graças ao Dr. Gustavo Amaral, um grande torcedor do clube, que foi lá e resolveu a pendência na Federação. 

-Sobre os jogadores que foram para o Maranhão, ambos voltaram. Pagaram lebre e, chegando lá, era gato.

-Um empresário de Nova Friburgo fez a doação de R$ 1 mil e seria uma grana para estocar e fazer caixa. Bom, seria. No dia da reapresentação do time, no dia 17, recebemos a notícia de que o crédito na padaria seria cortado se não pagássemos dois meses: R$ 784,00. Usamos o dinheiro e sobraram R$ 216,00 para a gente deixar no caixa.

-Os treinos seguem acontecendo. Iremos jogar um amistoso na quarta-feira diante do Americano, em Campos. E no próximo sábado pegaremos o Grêmio Ubaense.

NOVIDADES


Amanhã poderemos ter algo importante acontecendo. Vamos aguardar e, mais uma vez, desculpas pelo atraso.

.

03 de Maio de 2013

SITUAÇÃO FINANCEIRA DELICADA E VOLTA AOS JOGOS


Amigos, depois de muito tempo parado, o Trovão Azul enfim vai voltar a jogar na Segundona. Tivemos uma folga na tabela e, com isso, podemos dar preparo físico aos atletas. Agora é torcer para ter jogo.


Conseguimos um patrocínio da Suedini Sports para bancar os R$ 1.050,00 da taxa que deverá ser paga aos juniores, mas a questão do time principal é complicada.

O crédito no mercado foi cortado, mas vamos tentar renegociar. Outro fator complicado vão ser os ingressos. A Federação mandou com valor errado e teremos que cobrar R$ 10,00 e não R$ 20,00, como de costume.

Dia 5 vence o hotel do treinador e o contrato com o advogado… Vamos rezar e torcer para arrumar a grana. Sinceramente, estou desanimado e às vezes repenso se o clube terá condições de seguir até o fim.

.

04 de Maio de 2013

PADUANO, SEU LINDO!

O Paduano conquistou um importante resultado na luta para permanecer na Série B do Carioca. Neste sábado (4), o Trovão Azul derrotou de virada o Artsul por 3×2 e abriu vantagem para a zona de rebaixamento. O time voltará a campo na quarta (8), quando visitará a Portuguesa, na Ilha do Governador.

Precisando dos três pontos, o Paduano foi para cima desde o início e, logo aos 10 minutos, Renan Leite teve grande chance de abrir o marcador, mas, de frente para o gol, mandou para fora. Porém, aos 18, após escanteio cobrado e rebatida da defesa, Clodoaldo encheu o pé e abriu o marcador para o Paduano.

Com a vantagem, o Trovão Azul recuou e viu o Artsul empatar aos 33, em cobrança de pênalti – cometido pelo goleiro Bahia. Vinícius mandou rasteiro no canto esquerdo.

Na etapa final, logo no início, o time de Nova Iguaçu conseguiu a virada, novamente com bola parada. Vinícius bateu falta pelo alto e a bola passou por todo mundo, morrendo no canto de Bahia.

Necessitando da vitória, o Paduano partiu com tudo para cima e conseguiu o empate. Paulo Victor foi atingido com um chute na cabeça, mas o árbitro errou e deu tiro livre indireto dentro da área. Porém, Ceará ignorou o erro e rolou a falta para Jessé acertar o canto e deixar tudo igual, aos 13 minutos.

Na saída de bola, o Artsul se enrolou, Jessé recuperou e lançou Clodoaldo. O meia, improvisado na lateral-esquerda, cruzou rasteiro e Renan Leite virou o jogo, definindo o marcador.

Confira a situação na briga contra o rebaixamento:

14-Paduano 12
15-Americano 11
16-Tigres 10
———–
17-Angra 9
18-Artsul 6
19-Juventus 0

07 de Maio de 2005 – O difícil entorno de Paduano x Artsul

Bom, passada a euforia do jogo, é preciso contar como foi o sacrifício para acontecer a partida, desde sua estrutura até o lado financeiro.

Como sempre, a Prefeitura de Aperibé, município vizinho, se fez presente e nos cedeu sua UTI móvel. Os enfermeiros foram meus amigos Renan Marquete e Monyke Lopes. Mas ainda faltavam os dois médicos. Foi uma correria louca desde terça-feira atrás deles.

Na véspera, conseguimos um, o Dr. João Paulo Mansur, mas ele só poderia chegar às 14h, e ainda precisávamos de outro para o jogo das 13h. E o nosso presidente, Coronel Fabrício, conseguiu o radiologista Dr. Rodrigo.

Feito isso, tudo pronto para o jogo. O dinheiro dos juniores – R$ 1.050,00 – foi dado por Marcel Suedini, que é o responsável pela coordenação das categorias de base do clube.

Jogamos e vencemos, mas nem tudo estava acabado. Tínhamos que pagar os quase R$ 7 mil de borderô. A renda da partida foi pífia: R$ 960,00. Mas, temos que pagar nossos gandulas, maqueiros e portaria, e nos restaram R$ 740,00.

Aí você pega o borderô e olha que a renda foi maior. Simples, a Federação nos obriga a comprar uma quantidade mínima de ingressos, para mentir no borderô e fingir que o campeonato tem boa média de público.

Demos todos os R$ 740,00 que sobraram ao delegado do jogo e ainda tivemos que passar um cheque de R$ 5.944,00… Agora é correr atrás do dinheiro.

19 de MAIO – Rodada coloca Paduano na zona de classificação para as semifinais

 RODADA COLOCA PADUANO NO G-2.

Amigos, a rodada da Série B foi mais do que magnífica para o Paduano. O Trovão Azul derrotou o Juventus por W.O. e assumiu a vice-liderança do Grupo B da Segundona do Carioca.

A equipe paduana foi a 7 pontos, mesmo número de São João da Barra, Portuguesa e America (SJB e Lusa possuem um jogo a mais). Porém, o SJB é líder pelo saldo de gols. Depois, Paduano e America aparecem empatados em todos os critérios, mas o time trovanista leva vantagem por ter menor número de cartões amarelos.

1-São João da Barra 7PG 6SG 4J
2-Paduano 7PG 4SG 3J 7GP
3-America 7PG 4SG 3J 7GP
4-Portuguea 7PG 3SG
5-Goytacaz 6PG
6-Sampaio Corrêa 5PG
7-Angra 3PG
8-Artsul 3PG
9-Juventus 0PG

Agora, amigos, é torcer. No próximo sábado (25), o Paduano receberá o America, no Waldo Carneiro Xavier, às 15h. Se vencermos, assumiremos a liderança dessa bagaça!

AMISTOSO

Hoje jogamos um amistoso contra o Macaé, em Quissamã, e conseguimos um grande resultado: empate em 1×1.

 

26 DE MAIO – Paduano vence America e está perto de classificação para as semifinais.

Amigos, que final de semana! Vencemos o badalado e favorito América, em casa, por 2×0. Os gols foram no segundo tempo e marcados por Jessé e Marcelo Pano. Mandamos muito no jogo.

Agora, em 4 jogos, o Paduano precisa de 7 pontos para avançar às semifinais. Pegaremos pela ordem, São João da Barra (fora), Goytacaz (casa), Angra (fora) e Sampaio Correa (casa).

Amigos, não sei como lhes dizer, mas tá foda demais isso. Eu tava numa cama de hospital ontem e ouvindo o jogo no radinho.

Te amo, PADUANO!

Com os resultados já não corremos mais riscos de ser rebaixado. Confira a classificação do 2º turno no Grupo B. Os dois primeiros se classificam para as semi-finais.

paduano

Foto: Reprodução globoesporte.com

27 DE MAIO – Paduano na ESPN

 A vitória diante do America no último sábado não foi deixada de lado pela imprensa. Na ESPN Brasil, o caso foi lembrado no sábado, logo após o jogo, e nesta segunda (27). Este que vos fala, mandou uma mensagem e deu uma cutucada no Zé Trajano, que arregou e sequer foi ao programa.

[youtube id=juBisTjSMns width=”620″ height=”360″]

02 de JUNHO – Ferj estupra o bolso do Paduano

Amigos, estou triste.

Depois da derrota para o São João da Barra, fomos derrotados ontem pelo Goytacaz. Para piorar, ainda deu confusão depois do jogo.

Vocês não sabem da merda que deu ontem depois da partida. Fui fechar o borderô e apresentei a renda de R$ 7.000,00. A menina da Ferj começou a debater comigo que a renda tinha que ser R$ 7.600,00, porque tava faltando ingresso.

Eu fui e avisei que, quando acabam as meias, a Lei me obriga a vender as inteiras por preço de meia, e quando acaba a gratuidade, sou obrigado a dar o de meia.

Deu maior merda. Ela me peitou e botou renda de R$ 7.600,00.

Amanhã, nosso diretor vai resolver isso na Ferj, porque nisso aí dançamos, já que dou 15% da renda para a Ferj.

PS: Tendo renda de R$ 7.000,00, a Ferj teve a petulância de me cobrar um borderô de SETE MIL CENTO E TRINTA E CINCO REAIS. Ou seja, ainda ficamos devendo mesmo tendo a segunda maior renda do CAMPEONATO INTEIRO.

 

07 de JUNHO – Paduano não morreu!

GOYTACAZ PERDE PONTOS E RECOLOCA PADUANO COM CHANCES DE AVANÇAR

Senhores, o destino é algo incrível. Nesta sexta, o Goytacaz perdeu 6 pontos no TJD e ainda podemos nos classificar para as semifinais. É uma combinação difícil, eu sei, mas a chance existe.

A possibilidade

O Paduano jogará em casa e precisa derrotar o Sampaio Corrêa por dois gols de diferença. Além disso, o jogo entre America e Angra dos Reis precisa terminar empatado e o São João da Barra terá que vencer o Goytacaz.

Aí, ficaríamos assim:

1-São João da Barra 17PG
2-Paduano 13PG 4SG
3-Angra 13PG 3SG
4-Goytacaz 12PG
5-America 12PG

 

19 DE JUNHO – O final do save!

Caminhada do Paduano chega ao fim, e com goleada do nosso Trovão!

1002406_591702507527385_1430183970_n

Bom, rapaziada, aquela saga que começou no final de janeiro chegou ao fim. Hoje, 9 de junho de 2013, foi o último jogo do Trovão Azul na Segundona do Carioca. Nos despedimos com dignidade e sapecamos 3 a 0 no Sampaio Corrêa, de Saquarema.

Para um clube sem recursos, sem salários e que conta com a boa vontade de mais de 30 profissionais, fomos longe demais. Começamos como chacota, mas terminamos brigando por uma vaga nas semifinais e derrotamos na campanha o poderoso América.

Enfim, falando sobre hoje, o jogo não foi muito difícil. Depois de um início truncado, fomos pra cima no fim da primeira etapa e, com dois golaços de Jessé, fizemos 2 a 0.

Na segunda etapa, o mesmo Jessé perdeu um pênalti, e aos 45 da etapa final, Ceará definiu o marcador. Terminamos em quarto lugar, com 13 pontos, apenas a um da zona de classificação.

Aos amigos leitores, meu muito obrigado.

E também queria agradecer a todos que participaram dessa longa caminhada do nosso querido Paduano.

Presidente: Fabrício
Diretores: Celso Ferreira e Aloísio Lopes
Cozinha: Alceu e Claudete
Rouparia: Tiago e João
Preparação Física: Fidélis
Treinador de Goleiros e Treinador nas duas últimas rodadas: Isaías Merica

Aqui, os heróis. Uns deixaram o clube, outros foram até o fim.

Goleiros: Gustavo, Bahia e Hugo
Laterais: Daniel Carioca, Agnaldo, Clodoaldo, Roberto e Luís Fernando
Zagueiros: Efrain, Washington, Indio, Cruz, Ector, Arthur, Jéferson e Daniel Monteiro
Meio-Campistas: Joílton, Juninho, Luciano, Vinícius, Marcelo, Raphael, Jessé, Vitinho, Diogo Tiririca, Moraes e Rômulo
Atacantes: Ceará, Paulo Victor, Renan Carioca, Pudim, Marcelo Pano, Rennan e Victor Gallon

1014371_592498657447770_1375159880_n

E aos treinadores que passaram: Zé Tavares e Edson Ferreira.


TE AMO, PADUANO!

Comentários