PVC – Enciclopédia 4.3

  • por Mauricio Fernando
  • 8 Anos atrás

Quem ouve ou vê na ESPN um rapaz falar sobre as mais variadas estatísticas de diferentes times do mundo, com propriedade, deve ficar intrigado e pensar: “Não é possível, como ele faz isso? E não são só pelas estatísticas que este rapaz se notabiliza. Ele também analisa esquemas táticos de equipes com tamanha facilidade. E as críticas? Não tem medo de fazê-las, doa a quem doer. Felipe Melo que o diga.
Este rapaz na verdade já não é tão rapaz, apesar de aparentar jovialidade na imagem, ele está completando neste 30 de agosto, 43 invernos. Já é senhor na vida e desde sempre senhor dos comentários.Todo o reconhecimento que tem é fruto de muito estudo, trabalho árduo, muita leitura e algumas manias, como colecionar fichas do campeonato brasileiro desde 1971, digitados por ele mesmo.
Em um exercício de imaginação, se o comparássemos a um jogador, seria Zidane, devido à elegância e destreza nos comentários, como se jogasse (comentasse) de terno.Para muitos é o maior comentarista de futebol do Brasil, para alguns o nerd da ESPN. Um dos jornalistas mais respeitados do nosso esporte bretão não poderia ser esquecido pela nossa página. Fica registrada a homenagem da Doentes por Futebol a Paulo Vinícius Coelho, um especialista, e porque não, um doente por futebol.

Parabéns pelos seus 43 anos de vida!

Comentários

21 anos, morador de Maringá-PR. Corintiano de coração, aprendi ainda a ser Liverpool, na Europa. Como Doente por Futebol, acompanho diariamente jogos, jogadores e tudo o que acontece acerca deste apaixonante esporte. Minha função por aqui será de analisar e informar tudo o que rola na América do Sul e no México. Responsável ainda pelas colunas "Craque DPF" e "Futebol na Mídia".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.