Liga dos Campeões da África 2012: Al-Ahly. O Maior da África!

  • por Rogério Bibiano
  • 5 Anos atrás

Jogadores do Al-Ahly comemoram o segundo gol, de Walid Soliman.

A África tem um novo “velho” campeão por assim dizer, de clubes. Neste sábado em Radès, no estádio Olympique de Radès, diante de 31.000 espectadores, o Al-Ahly Cairo mostrou porque é o maior clube da África de todos os tempos, conquistando a sua sétima liga.
No jogo deste sábado um começo com ambas as equipes muito bem postadas defensivamente e com a marcação no meio-campo sobressaindo-se, não permitindo que ambas as equipes pudessem tocar a bola com tranquilidade. O Espérance empurrado pela sua fanática torcida, tinha mais atitude de jogo, porém um Al-Ahly muito bem postado, que buscava segurar o jogo adversário.
A paciência egípcia contradizia com a afobação tunisiana e aos 43 minutos, após ótima jogada de El Sayed Hamdy pela esquerda, Mohamed Nagui “Gedo”, completou para as redes, mostrando o porque o Al-Ahly abriu os cofres para segurá-lo no Cairo.
Na segunda etapa, o Al-Ahly voltou muito melhor e numa bola longa, Waleed Soliman escapou livre, deu um chapéu no zagueiro e completou para o gol, marcando um golaço e literalmente calando a torcida auri-rubra. Com a desvantagem no marcador o Espérance foi para o tudo ou nada e passou a atacar desordenamente, proporcionando o contra-ataque para o time egípcio. A pressão tunisiana surtiu efeito aos 39 minutos, quando o camaronês Yannick Ndjeng completou para as redes. O gol deu novo animo para o time tunisiano, porém, aos 43 minutos Da Silva sofreu pênalti para o Al-Ahly, na cobrança, Mohammed Aboutrika chutou e Ben Charifia defendeu, porém, o clube egípcio soube segurar-se nos minutos finais para conquistar a sua sétima coroa africana e novamente retornar ao Mundial Interclubes da FIFA, como representante do continente.

Detalhes:

Espérance: Ben Cherifia – Mouelhi, Hicheri, Ben Mansour, Chemmam – Zouaghi, Ragued (Khaled Ayari) – Aouadhi, Y.Msakni (Karim Aouadhi), Bouazzi (Youssef Belaili) – Ndjeng.

Al-Ahly : Ekrami – Fathy, Gomaa, Najib, Chadid – Ghaly, Achour, Abdallah – Hamdi (Aboutrika), Gedo, Soliman (Dominique Da Silva).

Cartão amarelo: Hossam Ghaly (Al-Ahly)
Público: 31.000

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.