Novo Leilão à vista?

  • por Tiago Lima Domingos
  • 8 Anos atrás

Todo mundo conhece as negociações envolvendo Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário Assis. Criticado por arrancar até o último segundo qualquer centavo a mais dos clubes que querem contratar o futebol de seu irmão, o empresário ficou conhecido como fazedor de leilões. E não será surpresa se voltarmos a ver o que houve quando Ronaldo veio jogar no Brasil, em janeiro de 2011, após uma chata novela entre Palmeiras, Grêmio e Flamengo – destino final do jogador na época.O Atlético Mineiro resolveu apostar no jogador em mau momento no Rio de Janeiro. Recuperou o atleta. Hoje, Ronaldinho está recuperado. É um dos melhores jogadores do campeonato desse ano e novamente volta a ser cobiçado por outros grandes clubes.

O contrato do jogador com o Atlético se encerra no fim do ano. Ou seja, qualquer clube pode contratá-lo sem ter de pagar pela transferência. Já há especulações de que Santos (através de Neymar) e Fluminense têm interesse no jogador.

Ronaldinho Gaúcho

Conhecendo a dupla Assis Moreira, nada está descartado. O mundo do futebol sempre foi assim e será, com exceção a alguns casos. O mais lógico seria Ronaldo ficar no clube que o recuperou depois de estar em um dos piores momentos da carreira. O Galo terá Libertadores em 2013 (Ronaldinho declarou que a competição o motiva a ficar). Mas não há necessariamente a obrigação de permanecer no Atlético. O profissional tem de ir quase sempre para onde se ofereça melhores condições, desde que essas sejam tão superiores a outra oferta.

Ronaldinho hoje é um jogador livre pra assinar um acordo com qualquer clube. Está recuperado e pode novamente fazer um leilão entre interessados. Afinal, quem não vai querer um jogador com o nome que tem e com a bola que jogou no Brasileiro?

No aguardo dos capítulos finais, mas na quase certeza de que um novo leilão venha a acontecer. Atlético, Santos, Fluminense? Já há interessados e Assis não costuma perder essas oportunidades. Visando, para muitos o dinheiro e para outros o lado profissional. Quem viver, verá.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.