Mundial de Clubes 2012: Sanfrecce Hiroshima avança para as quartas-de-final!

  • por Rogério Bibiano
  • 8 Anos atrás

Jogadores de Sanfrecce Hiroshima e Auckland City (branco) perfilados em homenagem póstuma ao bandeirinha holandês Richard Nieuwenhuizen, que faleceu após ser agredido em jogo de juvenis na Holanda.
Foto: REUTERS/Toru Hanai.

Começou nesta quinta-feira, no Japão, o 9º Mundial de Clubes FIFA; competição que terá prosseguimento até o próximo dia 16/12.
Em campo o representante local, Sanfrecce Hiroshima, enfrentou o Auckland City-NZL, representante da Oceania.

O Jogo

Como esperado, a equipe japonesa tomou a iniciativa de jogo e, apesar de na véspera, seu treinador, ter acenado com uma formação mais tradicional, na hora do jogo a equipe manteve a formação mais ofensiva dos últimos jogos na J-League, atuando no 3-4-3. Em contrapartida, o Auckland City apresentou-se em campo com a sua proposta apresentada na véspera do jogo, num defensivo 4-4-2, mas que na prática, em muitos momentos variava para um 4-5-1.

O Sanfrecce Hiroshima tinha muito mais posse de bola e tocava melhor a mesma, porém, as jogadas ofensivas pouco se desenvolviam. Aos dezoito minutos, em cobrança fechada de escanteio de Takahagi, a bola fez curva acertando a trave e na sequência o goleiro Williams fez grande defesa. O Auckland City, extremamente recuado, permitia o toque de bola asiático e ainda por cima a equipe era muito lenta na transição, facilitando ainda mais os trabalhos defensivos do representante japonês. Assim, tivemos um primeiro tempo sem grandes emoções, que terminou sem gols.

No segundo tempo, o Sanfrecce Hiroshima voltou acelerando o jogo e pressionando a saída de bola da equipe neozelandesa. Aos cinco minutos, Takahashi, arrematou de fora da área, acertando a trave do goleiro Williams. Os japoneses seguiram pressionando e, aos 24 minutos, após uma blitz na área do Auckland, a bola sobrou para Aoyama, que de longe acertou um forte chute, contando com um golpe de vista muito mal feito pelo goleiro Williams, inaugurando o marcador.
Com o gol, o Auckland City adiantou um pouco mais as suas linhas, enquanto o Sanfrecce Hiroshima recuou demais. A equipe neozelandesa buscava o ataque desordenadamente, sem oferecer perigo para os japoneses, que nitidamente esperavam por um contra-ataque. Aos 39 minutos, Moriwaki chutou forte, acertando o travessão da equipe branca. Nos minutos finais o Auckland City foi para o tudo ou nada e, aos 45 minutos, aconteceu a única boa jogada da equipe da Oceania em todo jogo, com a bola bem trabalhada por Riera, que sobrou para conclusão do costarriquenho Corrales, para fora, sepultando qualquer esperança neozelandesa.

Agora o Sanfrecce Hiroshima, enfrenta o Al-Ahly-EGI, campeão Africano em jogo programado para domingo e que valerá vaga para a semifinal da competição, definindo o adversário do Corinthians.

FICHA TÉCNICA:

Data: 06/12/2012
Horário: 08h45
Local: International Stadium Yokohama; Yokohama-JAP.
Público: 25.174
Árbitro: Djamel Haimoudi-ALG
Cartões Amarelos: Hiroki Mizumoto e Satoru Yamagishi (Sanfrecce Hiroshima); Angel Berlanga e Albert Riera (Auckland City).
Gol: Toshihiro Aoyama, aos 24 minutos do segundo tempo.

Sanfrecce Hiroshima: Nishikawa – Chiba, Mizumoto, Moriwaki – Aoyama, Koji Morisaki (Ishihara), Kazuyuki Morisaki, Takahagi – Mikic (Seokho Hwang), Shimizu (Yamagishi), Sato. Treinador: Hajime Moriyasu.

Auckland City: Williams – Milne, Berlanga, Vicelich, Iwata – Bale, Feneridis, Riera, Koprivcic (Luis Corrales) – Esposito (Emiliano Tade), Dickinson. Treinador: Ramon Tribulietx.

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.