Novato Tijuana conquista seu primeiro título mexicano

  • por Mauricio Fernando
  • 8 Anos atrás

Riascos comemora o gol do título.  Foto: LigaMX.com

Nada como acompanhar um clube novato se transformando em uma das grandes forças de seu país, mudando o panorama e surpreendendo os clubes mais tradicionais. O Tijuana, fundado em 2007, promovido a divisão principal em 2011, conquistou neste último domingo, o primeiro título mexicano de sua curta história. Os “Xolos” ainda não acreditam na incrível façanha conquistada.

A campanha dos rojinegros foi praticamente impecável, com apenas duas derrotas em toda a temporada. Somando-se a temporada regular e a Liguila (mata-mata), tiveram ainda treze vitórias e oito empates. Curiosamente as duas derrotas sofridas foram para o León, que foi, portanto a única equipe a superar o Tijuana durante toda a competição. Para compensar, o algoz acabou eliminado nas semifinais pelo próprio Tijuana, com direito a um convincente 3×0 no jogo de volta. Campeão sem nada a dever.

Na final, o duelo marcou a presença das equipes de melhor campanha na temporada regular, e obviamente da Liguila. Com empate no número de pontos, o Toluca levava vantagem nos critérios de desempate. Mas na decisão essa vantagem foi destruída. O time comandado por Antonio “El Turco” Mohamed venceu as duas partidas (2×1 e 2×0), não deixando dúvidas sobre a melhor equipe da competição. Os gols da partida final foram anotados aos 23, e em seguida aos 25 do segundo tempo, de maneira letal. O primeiro foi do 12º jogador Richard Ruíz, mais uma vez decisivo, mostrando a força do elenco, e o segundo foi do grande destaque do campeonato, o colombiano Duvier Riascos, após driblar o goleiro com uma pedalada, a lá Ronaldo!

A festa foi grande, não só no Nemésio Diaz, palco da final, mas também em toda cidade de Tijuana, que celebra o primeiro título da equipe. Merecido, pois visivelmente praticou o melhor futebol e se mostrou mais preparada na hora da decisão. Além do craque Riascos, artilheiro da equipe e de Ruíz, destacam-se ainda as contribuições de Fídel Martínez, também conhecido como o “Neymar equatoriano”, do capitão argentino Javier Gandolfi e do goleiro Cirilo Saucedo, fundamentais para a conquista de uma das equipes com mais estrangeiros da Liga MX.

Equipe base: Saucedo, Edgar Castillo, Gandolfi, Pablo Aguilar, Juan Carlos Núñez, Joe Corona (Leandro Augusto), Pellerano, Fernando Arce, Fidel Martínez; Alfredo Moreno e Riascos.

Com o título, o Tijuana garante vaga na Liga dos Campeões da Concacaf (Concachampions) 2013/14. No fim da temporada regular, Tijuana, Toluca e León já tinham garantido vaga na Taça Libertadores do próximo ano.

Comentários

21 anos, morador de Maringá-PR. Corintiano de coração, aprendi ainda a ser Liverpool, na Europa. Como Doente por Futebol, acompanho diariamente jogos, jogadores e tudo o que acontece acerca deste apaixonante esporte. Minha função por aqui será de analisar e informar tudo o que rola na América do Sul e no México. Responsável ainda pelas colunas "Craque DPF" e "Futebol na Mídia".