O futebol e seus jogadores de vidro

  • por Edson Vinicius
  • 8 Anos atrás

Pato e Jeffren, dois craques de vidro.

Na medicina, existe uma uma doença de origem genética que afeta os ossos, que nascem com defeito na capacidade de sintetizar colágeno, proteína essencial para a estrutura desse tecido, o que causa fagilidade do mesmo. É a OSTEOGÊNESE IMPERFEITA, que cursa com deformidades ósseas e fraturas aos mínimos traumas, e apelidada de DOENÇA DOS OSSOS DE VIDRO.

Analogamente, no futebol, há o que chamamos de ”Jogadores de vidro”, não porque tenham a citada síndrome, mas por seu histórico de lesões recorrentes. Fragilidade e fadiga muscular, preparação física inadequada, má alimentação, alterações posturais, focos dentários, ou simplesmente fatalidade, são algumas explicações para esse fenômeno.

Na década de 90, ficou famoso o caso de Luiz Henrique, o ”Messier”, que atuou no Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras e Seleção brasileira, que após uma grave contusão no joelho às vesperas da copa de 94, emendou nos anos seguintes uma sequência de lesões que o impediram de ter maior sucesso na carreira. Assim foi com Pedrinho, ex-Vasco, que teve o ligamento cruzado anterior do joelho direito rompido em 98, e daí em diante viveu mais no ”estaleiro” do que nos campos, com contusões sucessivas. Fábio Aurélio fraturou a perna quando jogava no Valência, e ao se transferir para o Liverpool conviveu com seguidas lesões. Assinou contrato com o Grêmio esse ano, e antes mesmo de estrear rompeu o ligamento cruzado do joelho direito. O holandês Robin van Persie e o espanhol Jeffren  são outros ilustres integrantes desse grupo. Grupo esse que tem como estrela atual o atacante Alexandre Pato, o menino prodígio oriundo do Internacional e vendido em 2007 ao Milan com status de futuro grande craque mundial, mas que não consegue fazer a carreira deslanchar como deveria devido aos seus recorrentes problemas musculares.

O craque que tu me deste era de vidro e se quebrou…

Comentários

Médico clínico geral e geriatra, apreciador do bom futebol, doente pelo Flamengo e viúva de Zico!