Olho neles, Felipão! (Parte 2)

Para quem não viu a primeira parte do especial

 

Desta vez a lista é composta por dois volantes e dois zagueiros:

 

Alex, o jovem veterano (Por Filipe Papini)

 

Foto: noticias.bol.uol.com.br – Alex tem feito uma ótima dupla com Thiago Silva no PSG

Não parece, mas o seguro zagueiro do PSG tem apenas 30 anos de idade. Quem o viu sendo campeão brasileiro em 2002 pelo Santos não poderia imaginar que ele, naquela época, só tinha 20 anos. O porte físico privilegiado, o posicionamento certo e a inteligência para um jovem defensor fizeram despertar, rapidamente, o interesse de clubes europeus. Não durou muito tempo e foi parar no Chelsea. No clube inglês, não conseguiu se firmar de imediato e acabou sendo emprestado ao PSV. Na Holanda ele finalmente teve condições de mostrar seu futebol. Foi tricampeão holandês e venceu uma Copa da Holanda. Tornou-se ídolo por lá e ficou marcado por uma característica individual: exímio cobrador de faltas envolvendo chutes potentes.

Como o Chelsea não é bobo, em 2007 pegou o zagueiro de volta e, a partir de então, começou a ganhar chances reais no time inglês. Foi campeão da Premier League, venceu duas FA Cup e uma Supercopa. Mesmo assim, ainda não era uma unanimidade no elenco. Enquanto isso, na França, com o PSG montando um esquadrão, sob a batuta do sheik Nasser Al-Khelaïfi, Alex foi comprado em janeiro deste ano por 5M de euros e vem sendo titular absoluto desde então. Faz dupla com Thiago Silva e essa sintonia pode até ser um diferencial para uma futura convocação.

Alex já atuou em 15 jogos pela Seleção Brasileira. Sua estreia foi contra a Noruega, no dia 16/08/2006, quando o Brasil empatou em 1 a 1. Alex entrou aos 33 minutos do segundo tempo no lugar de Juan. Sua última convocação foi contra a Venezuela, no dia 14/10/2009. Ele entrou aos 30 do segundo tempo e o jogo terminou com o placar em branco. Pela Seleção Brasileira, Alex foi campeão da Copa América em 2007.

 

Fernandinho, o futuro cidadão de Manchester (Por Saimon Mryczka)

Foto: Agência Getty Images – Desconhecido pelos brasileiros, Fernandinho é bastante conhecido na Europa, não é à toa que os gigantes de Manchester querem contar com ele

Titular do Shakhtar Donetsk, mas pouco conhecido com a camisa da Seleção. Esse é Fernandinho, volante destaque do atual campeão ucraniano e um dos principais jogadores do seu clube na Liga dos Campeões da Europa. Ídolo na Ucrânia, onde joga desde 2005, Fernandinho pode trocar o Shakhtar por um time de Manchester em janeiro. Foi o próprio jogador que deixou o suspense no ar, podendo ser vendido para o City ou para o United. O City aparece como provável destino, pois já tentou o jogador em outras oportunidades.

No Shakhtar, Fernandinho atua à frente da zaga, ao lado do tcheco Hubschmann na linha de volantes. Mas costuma aparecer bem no ataque; ao lado de Willian, Alex Teixeira e Luiz Adriano, está sempre participando dos gols do time. Essa talvez tenha sido a principal característica que fez Roberto Mancini e Alex Ferguson sonharem com o brasileiro em seus times.

Pela seleção brasileira, Fernandinho atuou apenas cinco vezes. Seu jogo com maior destaque, ainda na era Mano Menezes, foi contra Gana, onde participou do gol de Leandro Damião, com um lançamento que deixou o atacante na cara do goleiro. Confirmada sua ida para a Premier League, suas chances de convocação aumentam muito, pois é de lá que Felipão deve observar Oscar, Lucas Leiva, Rafael e outros brasileiros.

 

Dante, o cabeludo de Munique (Por Rafael Della Torre)

Foto: bundesliga.com – Vindo do Borussia Mönchengladbach, Dante se encontrou no Bayern de Munique, ele é um dos pilares da defesa do time

Até meados de 2011, poucos eram os que o conheciam. Hoje ainda não tem a notoriedade do grande público, mas ao mesmo tempo o atual titular da defesa do Bayern de Munique é um zagueiro extremamente respeitado na Alemanha e na Europa.

Dante iniciou sua carreira profissional no Juventude-RS em 2003. Passou por alguns times da Europa, até chegar ao Borussia Monchengladbach-ALE, no qual jogou a temporada 2011/2012 de maneira brilhante. Contratado pelo Bayern no meio do ano, mantém a forma na atual temporada em uma zaga que tomou apenas sete gols no campeonato nacional.

O zagueiro tem 29 anos e, mesmo não sendo tão jovem, é uma ótima opção para o grupo que Felipão irá formar. É um zagueiro veloz e titular absoluto do gigante europeu, devendo mostrar ainda mais serviço no restante da temporada, já que o companheiro de zaga Badstuber lesionou-se e está fora da temporada. Felipão deverá manter a linha de convocação de Mano com Thiago Silva e David Luiz, sendo que as duas vagas restantes estão abertas. Dante está pronto e merece o teste.

 

Luis Gustavo, o volante da Bavária (Por Rafael Della Torre)

Foto: Agências Eurofootball/ Getty Images – Se mantiver seu bom futebol de antes da cirurgia, Luis é uma ótima opção de volante, marcador e com habilidade para sair jogando

O volante do Bayern de Munique é pouco conhecido pelo futebol apresentado no Brasil. Luiz Gustavo chegou à Alemanha em 2007, após ser vendido ao Hoffenheim pelo CRB de Alagoas.

Felipão tem em Luiz Gustavo a opção de um volante dedicado à marcação e ao mesmo tempo habilidoso, de bom passe e boa chegada ao ataque, principalmente com chutes de longa distância, tanto é que possui três gols na atual temporada. Além disso, é polivalente, tendo atuado algumas vezes pela lateral esquerda do clube alemão.

O volante tem 25 anos e esteve presente em duas convocações de Mano Menezes. Foi titular na vitória de 1×0 sobre a Costa Rica e entrou no segundo tempo contra a Alemanha em agosto, mas deixou de ter novas oportunidades. Não sabemos como Felipão escalará seu meio campo, mas se desejar atuar com um volante de mais marcação, Luiz Gustavo é um dos melhores nomes. O brasileiro submeteu-se a uma cirurgia na virilha no começo de novembro e deve retornar aos gramados após a pausa de inverno da Bundesliga, em janeiro.

—————————————————————————————————————————————————————————–

 

Bem, Doentes, por hoje é só. Fiquem ligados que na semana que vem sairá a última parte da lista, com três veteranos muito conhecidos do torcedor e que Felipão deveria dar uma chance. Até lá!

 

Comentários

Diretor no DPF desde 2012 e criador da coluna "Olho Nele!".