Olho neles, Felipão!

Foto: Reprodução

Com a troca no comando técnico da seleção, nós da DpF aproveitamos a oportunidade para destacar 11 jogadores que ou não foram testados ou jogaram muito pouco na gestão Mano Menezes e que merecem mais chances com a amarelinha. Assim, dividimos em três partes este especial que falará um pouco sobre cada um destes “injustiçados” pelo Mano e os porquês deles merecerem uma chance na seleção principal com Felipão.

Willian, o esquecido (Por Saimon Mryczka)

Foto: Shakhtar.com – Willian tem sido o principal jogador do Shakhtar nos últimos anos, com seus gols decisivos e jogadas criativas.

Quando Willian trocou o Corinthians pelo Shakhtar Donetsk em 2007, muitos torcedores chiaram, enquantos outros levantaram as mãos para os céus com uma venda de 19 milhões de dólares. Hoje, Willian vale muito mais. É cobiçado por diversos times grandes da Europa, mas está esquecido na seleção.
Com Mano Menezes, Willian atuou pouco mais de 50 minutos com a camisa do Brasil. Entrou na metade do segundo tempo dos jogos contra Gabão e Egito, últimos compromissos da seleção em 2011. Em 2012, novamente foi esquecido. Foi campeão e eleito o melhor jogador do Campeonato Ucraniano. Mano não tinha desculpas. Do mesmo campeonato, chegou a dar chances para Jadson e principalmente Giuliano, sempre presente nas últimas convocações.

Willian brilha ainda mais na atual temporada. Principal responsável por classificar o Shakhtar num grupo difícil da Liga dos Campeões, é um dos melhores jogadores do campeonato até o momento. Foi ignorado por Mano. O menino agora precisa conquistar a confiança de Felipão, mas já começa em desvantagem. O campeonato Ucraniano parou no último fim de semana e só recomeça em março. Antes disso, o Brasil encara a Inglaterra e, enquanto todos estarão jogando, Willian ficará parado no frio de Donetsk. Resta ver se Felipão terá peito para ainda assim convocar o menino.

Felipe Melo, o execrado (Por Victor Quintas)

Foto: nationalturk.com – Felipe conquistou os turcos com sua raça e determinação.

Para muitos, Felipe Melo é responsável pela eliminação da Seleção Brasileira da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Temperamental, o excesso de faltas e a expulsão contra a Holanda foram cruciais para impedir que a Canarinho avançasse na competição. Com isso, por parte da torcida, rejeitar o volante em nova convocatória torna-se justificável.
Mas seria imprudente não considerar Felipe Melo. Ainda na Juventus, onde era um dos melhores passadores da equipe, mas esteve em Turim em um período de transição do clube, o que culminou na sua transferência para o futebol turco, onde hoje é ídolo e considerado um dos melhores jogadores do campeonato local.

Com a camisa 10 do Galatasaray, tem vivido sua melhor fase. Jogando um pouco mais adiantado do que sua posição habitual, marcou 12 gols na temporada passada, ajudando sua equipe a conquistar o Campeonato Turco depois de quatro anos. Também é peça chave no time que se classificou para o mata-mata da Liga dos Campeões, ficando de fora de apenas uma partida por conta de suspensão. Com isso, ainda tem a seu favor a seleção, por não ter a posição de volantes decididos, e ainda com a Chegada de Felipão ao comando, pois o treinador gosta de contar com cabeça de área clássico em suas equipes.

Filipe Luís, o azarado (Por Victor Mendes)

Foto: esporte.uol.com.br – Atualmente, Filipe é um dos três melhores laterais da Liga Espanhola

Pouco conhecido do grande público, Filipe Luís é um jogador subestimado e, podemos dizer, azarado. Em 2009, quando enfim ganhou sua chance com Dunga, às vésperas da Copa, se lesionou seriamente e ficou cinco meses fora dos gramados, perdendo a competição na África do Sul. Atuando pelo Deportivo, o brasileiro foi o melhor lateral esquerdo do Campeonato Espanhol de 2007/2008 e manteve uma positiva regularidade nas duas temporadas posteriores. Em julho de 2010, ganhou uma grande chance na carreira ao se transferir para o Atlético de Madrid. No entanto, negativamente, passou temporada praticamente inteira cometendo erros cruciais na parte defensiva e pouco ajudando ofensivamente. A luz no fim do túnel para Filipe Luís foi a chegada do atual treinador Diego Simeone, que resgatou seu bom futebol. Atualmente, podemos dizer que ele vive nível semelhante àquele mostrado na Galícia. Seguro, inteligente e, acima de tudo, disciplinado taticamente, o brasileiro é, no mínimo, um dos três melhores laterais esquerdos da Liga Espanhola. Com isso, seu retorno à seleção pode estar próximo. Com Mano Menezes, não vinha sendo convocado. A chegada de Felipão dá esperanças ao jogador, que merece, de fato, uma nova chance vestindo a amarelinha.

Hernanes, o profeta abandonado (Por Tiago Lima)

Foto: skysports.com – Meia da Lazio mantém sua regularidade peculiar

Convocado poucas vezes por Mano, Hernanes mantém sua boa fase na Lazio e se assim continuar, certamente gerará apelo da mídia por uma nova convocação.

Ele foi pedido no início de 2011 para a Seleção. Convocado por Mano Menezes, não aproveitou muito bem a chance. Em amistoso de fevereiro daquele ano, o jogador foi expulso ainda no 1º tempo, e viu o Brasil perder para a França por 1-0. Começava ali o “calvário” do jogador. De lá pra cá houve algumas convocações pingadas ali e acolá, mas Mano o alternou entre o banco de reservas ou jogando aberto como meia em uma das pontas, função que – é sabido por todos – ele não desempenhou em momento algum da carreira. Mas será que já temos uma seleção definida com ótimos volantes ou com um meia protagonista, decisivo, incontestável? Não!Dotado de ótimas qualidades técnicas no controle de bola e de um ótimo e preciso chute de fora da área o jogador ambidestro vem sendo muito pouco e mal aproveitado com a Amarelinha. Desde que chegou a Itália, Hernanes joga como um autêntico meia central na linha de 3 meias no quase sempre 4-2-3-1 da Lazio. Ele não teve chances ou sequências de partidas como tiveram Ganso e Oscar, pra ficar apenas nesses dois. Não entro no mérito da qualidade de ambos, mas Hernanes merece respeito e confiança, pois já fez mais no futebol que os dois jovens citados.
————————————————————————————-
Assim encerramos a primeira parte deste especial sobre jogadores que merecem convocação. Concordam com os citados, Doentes? Comentem, opiniões são muito bem-vindas.
.
Comentários

Diretor no DPF desde 2012 e criador da coluna "Olho Nele!".