Para repetir 1998

  • por Bráulio Silva
  • 8 Anos atrás

 

Nesta quarta-feira, o São Paulo entra em campo em busca de um título inédito, o da Copa Sul-Americana. E a decisão tem um ingrediente a mais para os são-paulinos. Em 2012, o único dos grandes paulistas que ainda não conquistou um título é justamente o São Paulo.

O Santos ganhou o tricampeonato Paulista e também a Recopa Sul-Americana. O Palmeiras, mesmo rebaixado, comemorou no meio do ano o título da Copa do Brasil. Já o Corinthians ganhou a tão sonhada Libertadores da América. Se o São Paulo ganhar o caneco, os paulistas repetirão o feito do ano de 1998, quando os quatro grandes do estado se sagraram campeões num mesmo ano.

Naquela temporada, o São Paulo inaugurou os trabalhos ao ganhar o Paulistão daquele ano. Tal título sempre será lembrado pela atuação de Raí, que só atuou naquela partida e foi decisivo ao anotar um gol e dar uma assistência. O tricolor ganhou de 3×1 (após ter perdido o primeiro jogo por 2×1). O técnico Nelsinho Baptista escalou na final: Rogério Ceni; Zé Carlos, Márcio Santos (Bordon), Capitão e Serginho; Alexandre, Fabiano, Carlos Miguel (Gallo) e Raí (Aristizábal); Denilson e França.

Um mês depois foi a vez do Palmeiras ganhar a Copa do Brasil. O título até então inédito, veio contra o sempre traçoeiro Cruzeiro. Após perder no Mineirão por 1×0, os palmeirenses lotaram o Morumbi e reverteram a vantagem dos mineiros. Oséas fez o gol do título que vingou a derrota de 96. Felipão levou a campo o seguinte time: Velloso; Neném, Cléber, Roque Junior e Junior; Galeano, Rogério, Alex (Arílson) e Zinho; Paulo Nunes (Almir) e Oséas (Pedrinho).

Depois da Copa do Mundo daquele ano, os times voltaram todas as atenções para o Brasileirão. A Copa Conmebol, que sempre foi um torneio de segundo escalão, ia avançando as fases. Na final, teríamos Rosário Central e Santos. E o time da baixada conquistou o titulo, após vencer na Vila por 1×0 e segurar o empate em Rosário. O treinador Emerson Leão escalou o Santos com: Zetti; Anderson Lima, Sandro, Claudiomiro e Athirson; Marcos Basílio, Narciso, Eduardo Marques e Lúcio; Alessandro Cambalhota e Viola. Claudiomiro fez o gol do título. Viola e Lúcio não jogaram a partida de volta. Foram substituídos por Fernandes e Elder, respectivamente.

Faltava o título do Corinthians. Treinados por Vanderlei Luxemburgo – que se despedia da equipe para assumir a seleção – o alvi-negro fez uma campanha irretocável, liderando a primeira fase. No mata-mata, eliminou Grêmio, Santos e conquistou o título sobre o Cruzeiro. Nas finais, brilhou a estrela de Dinei, que participou dos cinco gols corinthianos. (empates por 2×2, 1×1 e vitória 2×0 no terceiro e decisivo jogo). Na decisão o Corinthians foi escalado com: Nei; Índio, Batata (Cris), Gamarra e Sylvinho; Vampeta, Rincón, Marcelinho Carioca e Ricardinho (Amaral); Mirandinha (Dinei) e Edílson.

E durante as festas de fim de ano, o Palmeiras ainda conquistou a primeira edição da Copa Mercosul. Novamente enfrentando o Cruzeiro, o confronto era considerado o tira-teima definitivo entre as equipes. O Palmeiras havia conquistado a Copa do Brasil sobre o Cruzeiro. Em contrapartida, a Raposa havia eliminado os palmeirenses nas quartas de final do Brasileirão. No fim, outro título para o time do Palestra Itália. O time era basicamente o que conquistou a Copa do Brasil, com Junior Baiano substituindo Cleber.

Agora, em 2012, o feito de 1998 pode ser repetido, com os quatro grandes de são Paulo levantando uma taça. O Santos foi campeão paulista, o Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil e o Corinthians foi campeão da Libertadores. Só falta o tricolor São Paulo levar a Sul-Americana. A disputa da final começa amanhã, em Buenos Aires, contra o Tigre.

Comentários

Paulistano, casado e com 33 anos. Apaixonado por futebol e pelo São Paulo FC. De memória privilegiada, adora relatar e debater fatos futebolísticos de outrora. Ex-estudante de jornalismo, hoje gerencia uma drogaria no município de Barueri, além de escrever para a Doentes por Futebol.