4ª rodada da Copa do Nordeste traz algumas certezas, mas deixa abertas muitas possibilidades

A 4ª rodada da Copa do Nordeste terminou ontem à noite, e trouxe consigo a primeira definição da fase classificatória. Com um desempenho arrebatador e um futebol agradável dentro de campo, o Campinense assegurou sua classificação ao atingir sua terceira vitória no campeonato. A Raposa conquistou a vaga na segunda fase e a liderança provisória do grupo D com a vitória contra o CRB, na partida realizada no Rei Pelé, em Maceió. Um dos diferenciais da equipe é seu ótimo preparo físico, fruto de uma preparação para o torneio que começou ainda em dezembro. Boa parte do time titular está em excelentes condições físicas, intensificando a movimentação dentro de campo e dificultando a vida dos adversários. Na liderança do grupo D, com dez pontos, o Rubro-Negro paraibano vem se mostrando a maior surpresa da competição até o momento, desbancando o Santa Cruz, favorito da chave. Que por sua vez, conseguiu sua primeira vitória fora de casa em quase um ano: foi ao Joia da Princesa, em Feira de Santana, e venceu o Feirense pelo placar mínimo. O Tricolor apresentou evolução no seu futebol, e com a recente contratação de Dênis Marques, o cenário torna-se mais animador diante de uma classificação para a segunda fase que pode até colocar o Sport no caminho do clube coral.

Lateral Panda é onipresente e importante peça ofensiva na Raposa.

Lateral Panda é onipresente e importante peça ofensiva na Raposa.

O Leão da Ilha conquistou uma importante e convincente vitória contra o Fortaleza, diante de mais  de 19.000 pagantes, que assistiram provavelmente ao gol mais bonito da temporada até o momento. Ao contrário das partidas anteriores, em que o Sport rubro-negro começou inseguro e sem criar muitas chances, o gol saiu logo cedo: Cicinho bateu escanteio e Hugo tocou de cabeça, abrindo o placar e cortando pela raiz as críticas que começavam a recair sobre seu futebol. Ainda no primeiro tempo, a pintura: mais uma vez, a jogada começou com Cicinho. O lateral cobrou escanteio em direção à entrada da área, e na meia-lua, Marcos Aurélio emendou um chutaço de primeira. Foi o segundo golaço do atacante no campeonato, que chegou ao Sport com a responsabilidade de assumir a camisa 10 e já vem mostrando que tem tudo para corresponder plenamente. No final do segundo tempo, Felipe Azevedo completou o marcador com um belo drible de corpo e uma finalização firme no canto do goleiro. Durante a partida, o Leão teve uma modificação forçada: o atacante Roger se lesionou e foi substituído por Felipe Menezes, que vem fazendo um promissor início de temporada. Vadão abandonou o 4-3-3 que vinha sendo utilizado e testou o esquema com dois meias e dois atacantes móveis, que aparentemente deu resultado: o time foi mais consistente e criou mais oportunidades enquanto teve interesse no jogo. No entanto, a displicência do segundo tempo foi alarmante, e o time precisará ser mais constante quando enfrentar um adversário mais qualificado na segunda fase. No outro jogo do grupo B, o Confiança foi surpreendido pelo Sousa e, depois de ter vencido o time paraibano fora de casa na rodada passada, conseguiu apenas um empate em 2×2 diante de sua torcida. O resultado freou um pouco o ímpeto do time sergipano – que vinha surpreendendo e ainda tem boas chances de se classificar – e deu confiança ao Dinossauro, que conseguiu escapar da eliminação matemática.

Pelo grupo C, o Salgueiro conseguiu uma importante vitória sobre o América de Natal, rival direto do Carcará pela classificação à segunda fase. Dentro de casa, o time sertanejo se impôs e mostrou que seguirá sendo um adversário difícil de ser batido com o apoio de sua torcida. Clébson e Élvis marcaram os gols do Salgueiro, enquanto Rico descontou para o Mecão. O resultado deixou os dois times com seis pontos, mas o Carcará está em desvantagem em virtude do pior saldo de gols. Já em Arapiraca, o ASA se encarregou de trazer definitivamente o equilíbrio ao grupo, vencendo o líder Vitória, que já somava nove pontos e estava disparado na liderança. Com a derrota do Leão da Barra,  o ASA somou seus três primeiros pontos e embolou de vez a chave. O time sertanejo venceu o rubro-negro baiano por 2×0, abrindo as portas para uma antes improvável classificação. Por fim, no grupo A, o ABC derrotou o Itabaiana por 4×1, no Frasqueirão, e o Bahia foi surpreendido pelo Ceará dentro de Pituaçu, perdendo por 2×1. Resultados que transformaram a chave na mais equilibrada da competição: Bahia e Ceará, empatados com sete pontos, ainda enfrentarão ABC e Itabaiana, que têm quatro pontos e podem promover uma reviravolta no grupo.

A 5ª rodada se iniciará amanhã e terá as seguintes partidas:

GRUPO A:

03/02 – 18h30 – Bahia x ABC, em Pituaçu;

03/02 – 18h30 – Ceará x Itabaiana, no Castelão;

GRUPO B:

03/02 – 16h – Confiança x Sport, no Batistão;

03/02 – 16h – Sousa x Fortaleza, no Marizão;

GRUPO C:

02/02 – 18h30 – América-RN x ASA, no Nazarenão;

03/02 – 16h – Salgueiro x Vitória, no Cornélio de Barros.

TABELA DE ARTILHEIROS

3 gols – Marcelo Nicácio (Vitória), Da Silva (Confiança),  Rico (América-RN);

2 gols – Fahel (Bahia), Edvânio (Campinense), Diego Neves (Confiança), Paulo Victor (CRB), Jailson (Fortaleza), Marcos Aurélio (Sport), Rodrigo Silva (ABC), Léo Gamalho (ASA), Philco (Santa Cruz), Carlão (CRB);

1 gol – Assisinho (Fortaleza), Marquinhos (Vitória), Roger (Sport), Leandro (Sousa), Pingo (Ceará), Diones (Bahia), Jeferson (Bahia), Tiago Furlan (Itabaiana), Eduardo (Itabaiana), Ângelo (Confiança), Fabinho (América-RN), Roberto (Feirense), Tite (Feirense), Selmir (Campinense), David Braz (Vitória), Gabriel Paulista (Vitória), Alan Pinheiro (Vitória), Fabrício Ceará (Salgueiro), Yerien (Salgueiro), Thiago Granja (Campinense), Cleibson (Campinense), Tim (Feirense), Reinaldo (Sport), Felipe Menezes (Sport), Djavan (Feirense), Julian (Itabaiana), Vanderlei (ABC), Renato (ABC), Edson (ABC), Raul (ABC), Diego Silva (Itabaiana), André (Itabaiana), Celso (Itabaiana), Ricardinho (Ceará), Régis (Ceará), Souza (Bahia), Paulinho Mossoró (Sousa), Alisson Costa (Sousa), Márcio Tarrafas (Sousa), Norberto (América-RN), Élvis (Salgueiro), Clébson (Salgueiro), Renatinho (Santa Cruz), Jefferson (Campinense), Danilo Santos (Santa Cruz), Panda (Campinense), Andrezinho (Campinense).

 

P.S.: O torcedor deve ter estranhado a não publicação do resumo da terceira rodada do Nordestão. Infelizmente, o Projeto DPF (ainda) não é ocupação exclusiva, e os deveres da faculdade têm tomado boa parte do tempo deste escriba. Ele pede desculpas e tentará fazer o possível para manter o nível da cobertura do Nordestão.

Comentários

Jornalista recifense, sócio-diretor do Doentes por Futebol, editor da Revista Febre. Curioso observador de tudo o que cerca o futebol brasileiro e internacional.