As 7 melhores contratações da temporada na Itália

  • por Tiago Lima Domingos
  • 8 Anos atrás

Passadas 23 rodadas do Calcio, é hora de analisar quais foram as melhores contratações das equipes italianas para a temporada 2012-2013. Podemos dizer que um clube em especial foi o grande destaque do mercado de verão: a Fiorentina, que reformulou grande parte do elenco e, com um onze inicial quase todo diferente da última temporada, faz ótima campanha no atual campeonato. Confira agora o nosso Top 7:

7 – Marquinhos (Roma) – 

Custo? € 1,5 milhão (empréstimo). Valor de compra ao final da temporada:  € 3 milhões

Foto: fifa.com – O bom futebol de Marquinhos já chamou a atenção do Barcelona. O Corinthians perderá um zagueiro promissor, que fez menos de 10 jogos pelo clube.

Quando contratado, o torcedor da Roma imaginava que Marquinhos jogaria na categoria de base e faria algumas poucas participações no elenco principal do clube. Pouco tempo depois, Marquinhos surpreendeu a todos pela personalidade e bom futebol: é o melhor zagueiro da Roma. Superou Leandro Castán e Burdisso e é titular do clube. Já comparado a Aldair, está emprestado pelo Corinthians, mas certamente será comprado ao final da temporada. Ótima surpresa até aqui, e uma das melhores revelações na temporada. O Barcelona esteve observando o zagueiro recentemente.

6 – Ishak Belfodil (Parma) –

Custo?  € 2,5 milhões.  O Lyon, seu ex-clube, detém 20% da próxima transferência do atleta

Foto: parmaonline.info – Belfodil – Seis meses de bom futebol e um futuro promissor que já atrai o olhar de grandes clubes da Europa.

Uma das melhores promessas do atual campeonato. Aos 20 anos, o franco-argelino foi contratado pelo Parma depois de pouco jogar pelo Bologna. Revelado pelo Lyon, Belfodil vem crescendo a cada partida. O bom desempenho do atacante já despertou interesse de vários clubes, entre eles Milan, Arsenal e Juventus, que tentou o contratar na janela de janeiro.  Tem tudo pra deixar o clube na janela de verão do meio do ano, mas não será fácil tirar ele de lá. O Parma pede 20 milhões de euros pelo jogador. Olho no jovem, que marcou sete gols no campeonato.

5 – Gonzalo Rodriguez (Fiorentina)

Custo?  € 1,5 milhão

Foto: skysports.com – Gonzalo Rodriguez comemorando um de seus gols. Já são cinco no campeonato.

A Fiorentina aproveitou a queda do Villarreal para a Série B espanhola e foi buscar o bom zagueiro argentino, de 28 anos. A contratação se mostra cada vez mais certeira. Gonzalo joga por dentro na linha de três zagueiros do esquema do técnico Vincenzo Montella. Eficiente na zaga, é o mais técnico dos defensores do elenco. Tem sido peça mortal nas bolas paradas e já marcou cinco gols no campeonato.

4 – Riccardo Montolivo (Milan) –

Custo? Fim de Contrato

Foto: ilveromilanista.it – Montolivo parece ter chegado à maturidade como jogador. Em pouco tempo, conquistou a torcida e virou capitão.

Depois de sete anos em Florença, chegou ao Milan para convencer em um grande clube. Como cartaz, uma boa Eurocopa 2012. Peça-chave do Milan, começou a temporada fazendo o lado direito do meio de campo. Hoje, com as lesões de De Jong e Ambrosini, joga à frente da zaga, como um regista, ditando o ritmo de jogo da equipe. Inimaginável escalar o Milan sem ele. Montolivo dá provas reais de que amadureceu como jogador e é presença constante na Azzurra. Com as ausências de Ambrosini e Abbiatti, se tornou capitão da equipe, mesmo tendo chegado há pouco tempo.

3 – David Pizarro (Fiorentina) –

Custo? Fim de contrato

Foto: lanacion.cl – Pizarro rescindiu com a Roma para se tornar peça-chave na Fiorentina.

Encostado na Roma, a Fiorentina avistou Pizarro como solução para o seu meio de campo. Montella já havia trabalhado bem no Catania com um regista (Francesco Lodi) à frente da defesa. Fez de Pizarro seu Lodi e a escolha deu muito certo. O chileno controla o meio de campo, quase não erra passes e aumenta a posse de bola do time (a Fiorentina só perde para Juventus e Milan em tempo de posse). Tal importância do jogador foi sentida em janeiro, quando o clube passou o mês inteiro sem vencer uma partida.

2 – Kwadwo Asamoah (Juventus) –

Custo? € 9 milhões pela co-propriedade (50% do passe)

Foto: myjuventus.net – Asamoah comemora um de seus gols pelo novo clube. Já foram três.

Quem o acompanhava na Udinese não se surpreende com o desempenho no novo clube. Asamoah rapidamente se adaptou a um grande e se tornou peça-chave do esquema de Antonio Conte. Em Udine, era volante ou meia; em Turim, tornou-se ala no 3-5-2 da Juventus. O futebol só melhorou. Eficiente na marcação e no apoio, o clube sentiu demais a falta do jogador durante a Copa das Nações Africanas. Mês negro pra Juventus, como falamos aqui.

1 – Borja Valero (Fiorentina) –

Custo? € 7 milhões

Foto: tuttosport.com – Borja Valero. Estreante no Calcio, só não tem mais assistências que Hamsik, do Napoli.

Quis o destino que Valero fosse contemporâneo da melhor safra de meio-campistas espanhóis da história. Xavi, Iniesta, Fàbregas, Cazorla, Isco… a concorrência é forte. Talvez o jogador seja subestimado no país natal, mas na Itália é elogiado a cada rodada. Ótimo passador, com controle de jogo eficiente, divide com Pizarro a função de comandar e fazer a Fiorentina jogar. O pouco tempo de clube não foi empecilho para demonstrar todas essas qualidades. É vice-líder de assistências no campeonato e raramente faz partidas ruins. Mais uma bola dentro do mercado de verão da Viola, que foi buscar esse ótimo jogador no rebaixado Villarreal.

Observação: nesta matéria só foram analisados jogadores titulares em suas equipes.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.