Assisinho salva e Fortaleza vai às semis

fortaleza-assisinho-santa

Assisinho concretiza o milagre: nos acréscimos, o Fortaleza avançou. | Foto: Diego Nigro/Folha de Pernambuco.

Em jogo dramático, o Fortaleza eliminou o Santa Cruz em pleno Arruda, com o gol decisivo assinalado aos 46 do segundo tempo. Méritos do tricolor do Pici, que saiu do José do Rêgo Maciel com uma vitória heroica.

O Santa jogava pelo empate. E o que parecia fácil ficou mais tranquilo ainda após o gol de Dênis Marques – reestreando pelo Santa Cruz, no início do jogo. Entretanto, o gol acalmou demais a equipe coral, que simplesmente abdicou do jogo. Pelo outro lado, o valente Fortaleza, apesar das claras limitações técnicas, nunca desistiu. Veio pro segundo tempo e, por intermédio de substituições ofensivas feitas pelo técnico Vica, dominou amplamente a partida. Numa cabeçada, veio o empate. O Leão foi ao ataque, buscando a vitória. Num contra-ataque, pênalti para o Santa Cruz. O segundo em dois jogos. O segundo perdido em dois jogos. Danilo Santos bateu mal, muito mal, e desperdiçou a oportunidade.

A partir daí, o Fortaleza se animou. Continuou martelando, martelando, martelando, até que, faltando dois minutos para o fim do jogo, Assisinho recebeu livre e marcou o gol derradeiro, que selou a classificação dos cearenses para a final: 2×1, fim de papo e muito choro no Arruda. Mais uma vez, os corais eram eliminados de forma dramática de uma competição.

SANTA CRUZ/PE 1

Escalação: Tiago Cardoso; Marquinho, César, Vágner e Éverton Sena; Anderson Pedra, Luciano Sorriso (Léo), Sandro Manoel e Natan (William Alves); Paulo César e Dênis Marques (Danilo Santos)

Técnico: Marcelo Martelotte

Gols: Dênis Marques

FORTALEZA/CE 2

Escalação: João Carlos; Rafael Lomas, Ronaldo Angelim, Gabriel e Marinho Donizete; Esley, Éverton (João Henrique), Jackson (Júlio Madureira) e Jackson Caucaia; Jailson e Assisinho

Técnico: Vica

Gols: Júlio Madureira e Assisinho

Comentários

Jornalista recifense, sócio-diretor do Doentes por Futebol, editor da Revista Febre. Curioso observador de tudo o que cerca o futebol brasileiro e internacional.