Lincoln – Especial Oscar

  • por José Eduardo Volpini
  • 8 Anos atrás

Lincoln – Especial Oscar
Lincoln

Ao contrário do mito americano, o Lincoln brasileiro não tem tanto sucesso, feitos e idolatria no país de origem. Mas, após alguns momentos sem muito brilho, seu nome voltou a ser comentado esse ano.

Após anos na Europa, tendo certo destaque na Bundesliga, o meia retornou ao Brasil em 2010, onde só havia atuado pelo Atlético Mineiro. Em seu retorno, passagens pouco marcantes pelo Palmeiras e Avaí, clube no qual fez parte do elenco que seria rebaixado. No Coritiba, conseguiu maior sequência que nos clubes anteriores. Porém, em 2013, ficou apenas como opção no banco de reservas. E foi nessa situação que começou a polêmica: durante um treino, Lincoln acertou de maneira forte o titular da posição, Botinelli, ex-Flamengo. O jogador foi diagnosticado com uma fratura e afastado por 45 dias.

Assim que a notícia e o vídeo foram divulgados, a mídia e torcedores criticaram duramente a agressividade desnecessária de Lincoln no lance. O jogador chegou até a ser vaiado por algumas pessoas quando entrou em campo no jogo seguinte. Mas, como em um filme, talvez não de Steven Spielberg nem com Daniel Day-Lewis, percebendo o equívoco, o meia tratou de mostrar um pedido inusitado de perdão para Botinelli e a torcida do Coritiba. Ele e o atacante Deivid comemoraram pulando com apenas uma perna, em alusão à grave lesão do companheiro. Isso bastaria para vir o perdão e ter o nome gritado pelos fãs eufóricos do Coxa.

– Partiu de mim, eu falei que quero jogar, e por ele também. Ele pediu que eu jogasse. Toda a minha atitude positiva, a energia que eu tiver, é por ele. Muitos julgaram a minha amizade com o Bottinelli, mas ele é um dos meus melhores amigos em tão pouco tempo – disse o anti-heroi Lincoln.

Críticas:

– Desinformado. 
Renata Fan, apresentadora.

– Prefiro não comentar. 
Diogo Orlando, ex-companheiro de Avaí.

– Não alivia momento algum.
Botinelli, companheiro de equipe.

Comentários