O Mago das lesões

  • por Saimon
  • 8 Anos atrás

VALDIVIA

 

Fevereiro. Carnaval. Os boleiros estão doidos pra cair no samba após um começo de temporada com jogos apertados no meio e fim de semana. Menos um tal de Jorge Valdivia.

Janeiro de 2011. Valdivia se machuca em um jogo-treino contra o Juventus antes da temporada começar. Dores nas duas coxas e fevereiro todo de molho. É o que deveria ter acontecido, mas nesse tempo o chileno foi visto na Sapucaí curtindo o Carnaval ao lado do ex-companheiro Kléber Gladiador. Nesse ano, Valdivia estreou apenas na nona rodada do Paulistão.

Fevereiro de 2012. Mais precisamente no dia 5 do ano passado, um ano atrás, Valdivia se machuca no clássico contra o Santos no Prudentão. Deixou o campo ainda no primeiro tempo e novamente uma lesão o tira do Carnaval, digo, dos jogos do Palmeiras.

Fevereiro de 2013. Após atuar 90 minutos diante do XV de Piracicaba no último domingo, Valdivia termina o jogo caído no campo e sendo atendido pelos médicos do clube. Dois dias depois sai o resultado: contusão muscular com edema traumático do músculo reto femoral, informa o médico do clube, Rubens Sampaio. A lesão deixa o meia sem poder jogar nos próximos 15 dias. Porém em dez dias o Palmeiras estreia na Libertadores 2013, contra o Sporting Cristal, no Pacaembu. Sem reforços engatilhados e sem Riquelme, quem deve começar a Libertadores com a camisa 10 é Patrick Vieira, garoto da base.

O curioso é que mais uma vez essa lesão vem em época do Carnaval. E dessa vez trata-se de uma lesão “misteriosa”, já que o jogador atuou normalmente nos últimos três jogos e não reclamou de dores. Não acredito em jogador forjando lesão, mas é curioso como Valdivia fica mais “frágil” em época de festa. Não me surpreenderá se ele perder os próximos jogos do Paulistão e voltar misteriosamente no jogo importante da Libertadores.

Abaixo alguns números de Valdivia:

– Desde sua volta em 2010, o Palmeiras fez 178 jogos. O chileno jogou 86 dessas partidas, menos de 50%.

– Dos 86 jogos que disputou, Valdivia jogou 90 minutos em 32, foi substituído em 36, entrou no meio da partida em 15 e foi expulso em 3 jogos.

– Nesses 86 jogos, o meia marcou 10 gols, levou 25 cartões amarelos e 3 vermelhos.

– Nas 92 partidas em que ficou ausente, 75 foram por lesão, 12 por suspensão, em 4 jogos foi poupado pela comissão técnica e em um serviu à seleção do Chile.

 

Comentários

Palmeirense, 23 anos. Acompanha futebol em qualquer canto. Fã da ótima geração belga.