Onde estão os campeões mundiais sub-20 de 2011?

  • por Leandro Bruning Canton
  • 8 Anos atrás
Jogadores brasileiros recebem a taça do Mundial

Jogadores brasileiros recebem a taça do Mundial

 

Estádio El Campín, Bogotá, Colômbia. 20 de agosto de 2011.

Brasil 3 x 2 Portugal. Depois de 8 anos, a seleção canarinho voltava a conquistar o campeonato mundial sub-20.

Em um jogo recheado de emoções, o Brasil abriu o placar logo aos 5 minutos, mas Portugal virou a partida com Alex e Nelson Oliveira. Os brasileiros não se deram por vencidos e chegaram ao empate com mais um gol de Oscar. No tempo normal, 2 a 2. Prorrogação. Nervos a flor da pele. Já no segundo tempo, em uma tentativa de cruzamento, Oscar encobriu o goleiro português e marcou seu terceiro gol na partida, tento que confirmou o pentacampeonato para o Brasil, comandado pelo técnico Ney Franco. Além do título, o atacante Henrique conquistou dois prêmios individuais: Chuteira de Ouro, como goleador do torneio; e Bola de Ouro, como melhor jogador da competição.

Confiram aqui o jogo completo:

Após 1 ano e meio da conquista, onde estão os jogadores brasileiros? Continuam atuando no futebol tupiniquim? Ou já partiram para novas empreitadas em outros continentes? Confira abaixo a lista dos jogadores que disputaram o campeonato em 2011 e como estão suas carreiras:

Gabriel: goleiro titular. Sem oportunidades no Cruzeiro, trocou a Toca da Raposa pelo poderoso Milan em maio de 2012. No time de Milão, ainda não disputou nenhuma partida.

César: reserva na seleção e terceiro goleiro do Flamengo. Tem poucas oportunidades de atuar.

Aleksander: reserva na seleção e no Avaí. Outro jogador que tem poucas oportunidades de jogar.

Danilo: lateral-direito titular. Após o mundial, continuou se destacando no Santos, inclusive marcando o gol do título da Libertadores. Em 2012, foi para o Porto, onde é titular. Teve algumas oportunidades na seleção brasileira, mas foi reserva nas Olimpíadas.

Alex Sandro: lateral-esquerdo titular. Outro jogador que trocou o Santos pelo Porto após o mundial. É titular da equipe portuguesa e foi do Brasil nas Olimpíadas de 2012.

Gabriel Silva: lateral esquerdo titular após lesão de Alex Sandro. Depois do mundial, trocou o Palmeiras pela Udinese da Itália, mas foi imediatamente emprestado ao Novara. Após o período de empréstimo, retornou a Udinese, onde é titular.

Galhardo: lateral-direito reserva na seleção e no Flamengo, foi para o Santos em uma troca pelo meia Ibson. Em 2012, sofreu uma lesão que o tirou de boa parte da temporada. Também é suplente na equipe santista.

Bruno Uvini: zagueiro titular e capitão. Reserva no São Paulo, transferiu-se para o Napoli em 2012 e foi emprestado para Tottenham e Siena, mas não teve muitas oportunidades em nenhuma das equipes.

Juan: zagueiro titular. Após o mundial, continuou se destacando pelo Internacional e, em 2012, foi vendido para a Inter de Milão. Atualmente é titular da equipe italiana.

Frauches: zagueiro reserva. Era reserva do Flamengo na época do Mundial. Continua nessa condição até hoje, tendo algumas oportunidades como titular.

Romário: reserva na seleção e no Internacional desde o mundial. Tem poucas oportunidades de atuar.

Fernando: volante titular. Após o mundial, ganhou chances no time titular do Grêmio, posição que era sua até a chegada do volante Adriano, vindo do Santos. Agora, os dois brigam pela vaga de titular na equipe gremista.

Casemiro: volante titular. Todos acreditavam que seria um grande jogador, inclusive o São Paulo, que fez um contrato com uma multa rescisória muito alta com o jogador. Mas após más atuações e problemas de relacionamentos, perdeu espaço na equipe paulista, ficando na reserva e entrando em apenas alguns jogos. No começo de 2013, foi negociado com o Real Madrid para atuar no time B do clube madrilenho, mas surpreendentemente foi inscrito para a fase de mata-mata da Champions League. Ainda não atuou pela equipe espanhola.

Allan: volante reserva. Destacou-se no Vasco atuando tanto de volante como lateral-direito. Trocou o time da colina pela Udinese da Itália em 2012. É titular no meio de campo.

Oscar: meia titular. Principal jogador da equipe. Titular absoluto do Internacional, o meia continuou a se destacar na equipe gaúcha, sendo constantemente convocado para a seleção brasileira principal. Tornou-se o camisa 10 da equipe canarinho. Durante as Olimpíadas de Londres, foi negociado com o Chelsea, onde alterna titularidade e banco de reservas, mas vem sendo um dos destaques da equipe londrina.

Oscar foi o jogador brasileiro que mais se destacou após o Mundial

Oscar foi o jogador brasileiro que mais se destacou após o Mundial

Philippe Coutinho: meia titular. Era considerado na época do Mundial o 12º jogador da equipe da Inter de Milão. Porém, após o campeonato, não se destacou muito na equipe italiana e foi emprestado para o Espanyol em 2012, fazendo boas partidas por lá. Transferiu-se em 2013 para o Liverpool, equipe na qual é titular e é considerado por muitos como uma das salvações da equipe inglesa.

Dudu: meia inicialmente titular. Atua no Dínamo de Kiev desde 2011. Alternou momentos de titularidade e suplência. Atualmente fica como opção no banco. Foi convocado para a seleção brasileira principal em duas ocasiões na preparação da equipe para os Jogos Olímpicos, mas não foi convocado para a competição.

Alan Patrick: meia reserva. Na época do mundial, era recém contratado do Shaktar Donetsk, vindo do Santos. Após o mundial, continuou na equipe ucraniana. Alterna momentos de titular, principalmente em amistosos, e reserva.

Willian José: Titular. Ex-atacante do São Paulo, teve oportunidades na equipe tricolor nas partidas em que Luís Fabiano não jogava. Em 2013, transferiu-se para o Grêmio. No entanto, com o elenco gremista recheado de bons atacantes, tem oportunidades apenas em jogos disputados pela equipe reserva.

Henrique: atacante que se tornou titular. Foi eleito craque da competição e artilheiro. Após o mundial, teve poucas oportunidades no São Paulo. No início de 2012, foi para o Granada da Espanha por um empréstimo de 6 meses. Foi novamente emprestado, desta vez para o Sport Recife, alternando momentos de titular e reserva. Foi contratado pelo Botafogo nesse ano, mas é reserva da equipe carioca.

Apesar de artilheiro e craque do Mundial, Henrique não teve uma boa sequência após o torneio.

Apesar de artilheiro e craque do Mundial, Henrique não teve uma boa sequência após o torneio.

Negueba: atacante reserva. Jogador do Flamengo na época do mundial, era suplente na equipe rubro-negra e entrava no decorrer de alguns jogos. Era lançado como titular do time carioca em alguns momentos, mas, não tendo bom rendimento, foi incluído em uma negociação junto ao São Paulo no final de 2012 a pedido do técnico Ney Franco. Porém, logo no início de 2013, em um treinamento, sofreu uma séria lesão no joelho, que o deixará afastado até julho dos gramados.

Comentários