Real Madrid x Manchester United: tudo igual em Madrid!

  • por Rogério Bibiano
  • 8 Anos atrás

No confronto mais esperado das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa (UEFA Champions League), Real Madrid e Manchester United empataram em um gol, deixando a decisão para a primeira semana de março, em Manchester.

Pressionado pelos resultados inconstantes e sabendo que a situação só irá se acalmar com o eventual décimo título europeu, o Real Madrid começou o jogo impondo sua costumeira blitz. Logo a um minuto, Khedira arriscou da entrada da área com a bola saindo pela linha de fundo.

Aos 3 minutos, nova chegada do Real Madrid, desta vez com Di Maria, que em jogada individual chutou de fora da área, com a bola passando perigosamente ao lado do gol. Dois minutos depois, em jogada de Cristiano Ronaldo, Ferdinad afastou a bola no bico da grande área. Fábio Coentrão chutou cruzado, na trave de De Gea.

Após a pressão inicial merengue, o Manchester United começou a aparecer no ataque, ainda que de forma tímida. No entanto, o Real Madrid, a cada evolução, sempre objetivava o gol, dando bastante trabalho para a defensiva do Manchester United.

Enquanto o Real Madrid era todo ataque, o Manchester United se encontrava na defesa. Quando tinha a posse da bola, buscava o lançamento longo, visando a velocidade de Van Persie e Kagawa como elemento surpresa. Aos 19 minutos, escanteio para o United. Na cobrança de Rooney, Welbeck subiu mais que o estagnado Sergio Ramos e abriu o marcador para o United, 1×0.

A resposta do Real veio com Di Maria, que bateu de fora da área, obrigando De Gea a se esticar todo para mandar em escanteio. Aos 28 minutos, Cristiano Ronaldo bateu falta na barreira, mas no rebote chutou com perigo, assustando o arqueiro inglês.

Aos 30 minutos, novamente Di Maria fez boa jogada pela esquerda e colocou a bola na cabeça de Cristiano Ronaldo (foto). O português, com uma impulsão impressionante, subiu mais alto que Evra e cabeceou no canto esquerdo de De Gea, empatando o jogo em Madrid. 

O United respondeu com muito perigo aos 33 minutos, quando em cruzamento de Van Persie pela esquerda, Welbeck apareceu sozinho na área, obrigando Diego López a fazer ótima defesa. O Real Madrid respondeu com Ozil, que recebeu belo lançamento de Xabi Alonso, invadiu a área e arrematou para a defesa de De Gea.

Na segunda etapa, o Real Madrid seguiu pressionando e arriscando, especialmente de fora da área. Em compensação, o Manchester United, muito dedicado taticamente, buscava uma rápida saída de bola para tentar surpreender a equipe merengue. Com isso, o jogo ficou um pouco mais equilibrado e concentrado na marcação de meio-campo.

Aos 15 minutos, Khedira foi na linha de fundo pela direita e cruzou. A bola encontrou pela esquerda Coentrão, que completou de carrinho para ótima intervenção de De Gea com o pé, em uma acrobática defesa. 

Aos 25 minutos, Rooney fez excelente passe para Van Persie. O holandês invadiu a área e soltou a bomba para a importantíssima defesa de Diego López. A bola ainda tocou no travessão. No rebote, a bola foi alçada na área e, em uma bobeira da zaga do Real Madrid, Van Persie apareceu livre e desviou a bola, que iria entrando vagarosamente. Xabi Alonso salvou em cima da linha.

O Real só voltaria a responder de modo efetivo aos 40 minutos, em cobrança de falta de Cristiano Ronaldo, que passou perto do gol defendido pelo espanhol De Gea. Na pressão pela vitória, o Real quase tomou o segundo gol. Aos 47 minutos, Van Persie dominou no peito e bateu cruzado. Diego López se esticou todo para mandar para escanteio.

O Real Madrid teve 28 finalizações, 16 a mais que o Manchester United. Porém, ante um adversário aguerrido e muito disciplinado taticamente, a equipe não conseguiu converter as oportunidades criadas. Agora, a expectativa fica por conta do duelo na primeira semana de março.

FICHA DO JOGO

REAL MADRID 1 X 1 MANCHESTER UNITED

Data: 13/02/2013, 17h45 (horário de Brasília).
Local: Estádio Santiago Bernabeu; Madrid-ESP.
Público: 79.429
Árbitro: Felix Brych-GER.

Cartões Amarelos: Van Persie, Rafael e Valencia (Manchester United)

Gols: Welbeck, aos 19 minutos do primeiro tempo; e Cristiano Ronaldo, aos 30 minutos do primeiro tempo. 

REAL MADRID: Diego Lopez; Arbeloa, Varane, Sérgio Ramos e Fábio Coentrão; Khedira, Xabi Alonso (Pepe), Di María (Modric), Ozil e Cristiano Ronaldo; Benzema (Higuaín) 

Técnico: José Mourinho.

MANCHESTER UNITED: David de Gea; Rafael, Ferdinand, Jones e Evra; Carrick, Evans e Kagawa (Giggs); Welbeck (Valencia), Rooney (Anderson) e Van Persie 

Técnico: Alex Ferguson.

 

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.