Dança das cadeiras no futebol europeu?

  • por Tiago Lima Domingos
  • 6 Anos atrás

site

A temporada europeia vai chegando à sua fase decisiva, mas já tem gente pensando na próxima temporada. Uma verdadeira dança das cadeiras nos maiores clubes do planeta promete agitar o mercado de grandes treinadores do futebol europeu.

Guardiola – O ínicio das grandes trocas

pep

Foto: Reprodução – Jupp Heynckes passará o bastão para Pep Guardiola no Bayern.

Ainda em janeiro, o Bayern de Munique, no meio da temporada, anunciara Pep Guardiola como seu novo treinador para 2013-2014. Pep chega para substituir Jupp Heynckes, veterano e vitorioso treinador alemão. Curioso é que Heynckes ainda não decidiu ainda se deixa o Bayern para se aposentar da carreira. Tal incerteza motivou algumas especulações sobre seu futuro, inclusive ligando-o a clubes como Schalke 04 e Chelsea. No entanto, só decidirá seu futuro ao final da temporada.

Jürgen Klopp – O cobiçado

klopp

Foto: Reprodução – O cobiçado Jürgen Klopp, sem dúvida um dos melhores treinadores da atualidade.

Inegável dizer hoje que Jürgen Klopp é sem dúvidas, se não o melhor, um dos melhores treinadores do mundo. Fez um Borussia Dortmund bicampeão alemão, batendo a concorrência do poderoso Bayern de Munique. Nesta temporada, mostrou-se para toda a Europa ao comandar o melhor time da fase de grupos da Liga dos Campeões, o qual bateu Manchester City e Real Madrid. Com um estilo de jogo ofensivo, vertical e bonito de se ver jogar, despertou interesse de Chelsea e Real Madrid. Ainda jovem, 45 anos, deverá ficar no Borussia, como declarou em fevereiro de 2013, apesar das fortes especulações na Inglaterra.

– Eu tenho contrato até 2016, e já disse umas 20 vezes que definitivamente ficarei até o fim dele – disse o treinador.

Vale lembrar que Klopp assumiu o Borussia depois de bons trabalhos no Mainz (seu primeiro clube como técnico), do qual só saiu no término de seu contrato. Mas quando um Real Madrid “chama” é difícil recusar. É esperar pra ver.

O futuro de José Mourinho

mourinho

Foto: Reprodução – Mourinho pode escolher onde morar na próxima temporada. Madrid, Londres ou Paris. Tá ruim?

E Mourinho para onde irá? Na sua terceira temporada na Espanha, é cada vez mais certa a saída de José Mourinho do Real Madrid. Essa foi a temporada em que o treinador mais teve problemas no clube madrileno. Brigas e discussões com a imprensa se tornaram rotineiras, com declarações vazadas de dentro do vestiário, inclusive. Fora atritos com Sérgio Ramos e principalmente Casillas (que chegou a ficar no banco de reservas). Desgastado, o treinador nunca escondeu o desejo de voltar à Premier League e o Chelsea seria um provável destino. Seria a volta do Special One a Londres, onde é idolatrado pelos torcedores do clube. Atenção também ao novo rico Paris Saint-Germain, que poderia tentar sua contratação. Mourinho nunca se mostrou contrário a uma ida para a França. Depois de vencer em Portugal, Inglaterra, Itália e Espanha, faltaria o Campeonato Francês para o treinador. É possível dizer que somente uma eventual conquista da Liga dos Campeões poderia segurar o técnico na capital espanhola.

“Trabalhar na França? Por que não? É uma possibilidade, mas eu ainda não sei quando ela vem. Simplesmente não posso dizer quando, porque não sei”, disse Mourinho

Rafa Benitez e Chelsea – Casamento com prazo de validade

Um clube certamente terá novo treinador em 2013-2014: o Chelsea, hoje treinado por Rafa Benitez. Sem dúvidas, uma das contratações mais bizarras dos últimos tempos. Benitez resolveu assumir o Chelsea mesmo como interino, talvez por estar cansado do ostracismo de seu lar (o espanhol não trabalhava desde dezembro de 2010, após ser demitido pela Inter). Já a torcida do clube londrino foi contra desde o anúncio de sua chegada e o técnico até hoje é alvo de vaias e protestos.

getty images rafa benitez

Foto: Getty Images – O “querido” Rafa Benitez já tem previsão de saída do Chelsea: o fim da temporada. Abramovich sonha com o retorno do Special One

“Sou profissional e farei meu trabalho. No final da temporada, vou sair”, disse ele

“Estou desapontado com alguns torcedores. Eles têm de apoiar o time ao invés de perder tempo fazendo cartazes. Eles têm de apoiar o time.”

“Eles me deram o título de técnico interino, o que é um grande erro. Sou o técnico e vou comandar este clube. Os torcedores não estão nos ajudando”, completou.

Um casamento com prazo de validade realmente, que se encerra na última rodada da Premier League. Como já falado, o Chelsea sonha com o retorno de Mourinho, mas monitora as situações de Jupp Heynckes, Jürgen Klopp e Manuel Pellegrini (de ótimos trabalhos em Villarreal e Málaga).

Paris Saint-Germain – À frente com Ancelotti?

getty images ancelotti

Foto: Getty Images – Ancelotti pode trocar de lugar com José Mourinho do Real Madrid

Ancelotti ainda não convenceu em Paris. Tem em mãos o elenco mais qualificado da França, com certa vantagem, diga-se. Chegou em janeiro de 2012 com a missão de vencer o título francês da última temporada e não conseguiu, perdendo a taça para o modesto Montpellier . Na atual temporada, lidera a Ligue 1, mas sem convencer. Com o investimento feito deveria ter vantagem maior do que a de quatro pontos sobre o Lyon. Porém, na Champions League, o trabalho é bem feito. Classificado às quartas da competição, o clube confia na experiência do bicampeão da Liga como treinador. Carlo Ancelotti deve permanecer em Paris, mas uma eventual perda do título francês mudaria tudo. Por isso é tão comentado o nome de José Mourinho por lá. Recentemente, o nome de Mircea Luscescu, de ótimos anos no Shakhtar Donetsk, também ganhou força.

Os treinadores na Itália

O mercado na Bota promete se aquecer. A Roma sonha com Massimiliano Allegri, do Milan. Outro clube que pode tentar o treinador é o Shakthar Donetsk. Sem muita moral com Berlusconi, mas extremamente querido por Adriano Galliani, Allegri tem contrato até junho de 2014 e pela bela recuperação que tem tido com os rossoneros deve ser mantido no cargo. Galliani, inclusive, já trabalha para a renovação do contrato, afinal tem, no seu atual treinador, o comandante da nova filosofia do clube.

max allegri

Foto: Reprodução – Sonho da Roma para a próxima temporada, Allegri não conta muito com a simpatia de Silvio Berlusconi, dono do Milan.

Andrea Strammacioni vai bem na sua primeira temporada como efetivo na Internazionale. Com um elenco envelhecido e enfraquecido, briga rodada a rodada pela vaga na Liga dos Campeões. Conta com a estima de jogadores, torcida e do presidente Moratti. Deverá ser mantido para a próxima temporada, embora seja contestado pela imprensa por resultados ruins fora de casa, principalmente nas recentes goleadas para Fiorentina (4×1) e Tottenham (3×0).

Se um dos clubes de Milão estiver sem treinador para a próxima temporada, atenção a Walter Mazzarri, do Napoli. É bem visto pelos dois clubes e pode ser uma opção para ambas as equipes.

Na Holanda

Os holandeses parecem mesmo gostar de, após pendurarem as chuteiras, seguirem no futebol como treinadores. E muitos já fizeram ou fazem sucesso. São os casos de Van Basten, Frank Rijkaard e, recentemente, Frank de Boer. O ex-zagueiro da seleção holandesa faz muito sucesso no Ajax e faz o rival PSV querer apostar na mesma estratégia. Phillip Cocu, ex-jogador do clube e ídolo por lá, é um nome muito forte para treinar o time de Eindhoven na próxima temporada. Cocu, inclusive já passou pelos juniores do PSV e chegou a treinar a equipe principal em 2012 (como interino), mas deixou o clube para assumir o experiente Dick Advocaat.

getty images europe cocu

Foto: Getty Images Europe – O PSV pode fazer de Phillip Cocu seu novo treinador, repetindo o sucesso do rival Ajax com Frank de Boer

Lembrem-se que muita coisa pode mudar no decorrer desses meses. Não necessariamente as transferências ocorrerão. São apenas hipóteses, todas elas reais, que podem vir a ocorrer num futuro próximo.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.