“Definições” na América do Sul após 12 rodadas

  • por Mauricio Fernando
  • 8 Anos atrás

Ao fim da 12ª rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014, realizada toda nesta terça-feira, podemos tirar algumas conclusões quanto às seleções que representarão o continente no próximo mundial.

O Equador de Jefferson Montero venceu mais uma e deu um passo muito importante. Foto: El Comercio-Peru

O Equador de Jefferson Montero venceu mais uma e deu um passo muito importante. Foto: El Comercio-Peru


Argentina, Equador e Colômbia, pela campanha que vêm fazendo, pela bola que vêm jogando e pela qualidade técnica, estão muito perto de carimbar seus passaportes. A partir da quarta e última vaga direta, a disputa se acirra. Chile e Venezuela são os maiores candidatos, com leve vantagem chilena. Os venezuelanos evoluíram demais e possuem boas chances de disputar a primeira copa do mundo de sua história, mas as maiores experiências de Chile e Uruguai podem fazer a diferença na reta final. O Uruguai, em queda livre, é o sexto colocado, mas tem time pra se recuperar. O Peru, que folgou nesta rodada, está melhorando e corre por fora. Nas duas últimas posições, a Bolívia e o decepcionante Paraguai devem ver o Mundial só pela TV.

A líder Argentina foi a La Paz enfrentar a temida altitude boliviana e não passou do empate com os donos da casa, que abriram o placar com Marcelo Moreno. Ainda no fim da primeira etapa, Banega recebeu bom cruzamento de Clemente Rodriguez e deixou tudo igual. Os argentinos ainda poderiam ter saído com a vitória, não fosse um gol incrível perdido por Messi no fim da partida. Cara a cara com o goleiro Galarza, o melhor do mundo chutou em cima do arqueiro boliviano. A Argentina chegou aos 24 pontos e lidera com folga, enquanto a Bolívia soma 9 e amarga a penúltima colocação.

Em Quito, apesar do susto, o Equador segue se mostrando imbatível em seus domínios. O Paraguai abriu o placar aos 14 minutos com Caballero, mas os donos da casa buscaram o empate ainda na etapa inicial com Caicedo. No segunto tempo o que se viu foi um show equatoriano, com direito a exibição de gala do atacante Jefferson Montero, que marcou o gol da virada, fez linda jogada, servindo Chucho Benitez no terceiro tento, e ainda marcou o quarto, em mais um belo lance. Além disso, Montero ainda infernizou o lado direito da frágil defesa guarani. Foi a sexta vitória equatoriano em seis jogos em casa, mantendo os excepcionais 100% de aproveitamento em seus domínios. Com o resultado, o Equador subiu para a vice-liderança com 20 pontos e um jogo a menos que a líder. Já o Paraguai segue na lanterna com apenas 8 pontos.

Vargas e Paredes marcaram na vitória chilena. Foto: Universal Chile

Vargas e Paredes marcaram na vitória chilena. Foto: Universal Chile



No jogo da crise o Chile, jogando em casa, tratou logo de abrir o placar. Aos dez minutos, Paredes, aproveitando falha coletiva da defesa uruguaia, inaugurou o marcador. Os chilenos controlaram o jogo durante todo o primeiro tempo e correram poucos riscos. Já no segundo tempo, após alterações do técnico Oscar Tabárez, o Uruguai melhorou e chegou a pressionar, inclusive acertando uma bola na trave com Silva. Mas quem chegou ao gol foi novamente o Chile. Vargas matou o jogo após confusão na área. Os chilenos chegaram à quarta posição com 15 pontos, enquanto o Uruguai, sem vencer há seis partidas, caiu para sexto com 13.

Rondón o gol da bela vitória venezuelana. Foto: Gazeta Esportiva

Rondón o gol da bela vitória venezuelana. Foto: Gazeta Esportiva



Na partida de encerramento da rodada, em Puerto Ordaz, a Venezuela se valeu do mando de campo e venceu a forte equipe colombiana com gol de Rondón. Os colombianos, apesar de mais posse de bola, criaram poucas chances reais de gol, a melhor delas com Falcao Garcia, que acertou a trave já no fim da partida. Vitória merecidíssima dos venezuelanos, que fizeram uma grande festa por causa da manutenção na zona de classificação. A seleção soma 15 pontos e ocupa a quinta posição. Com a derrota, os colombianos caíram para o terceiro posto, com 19 pontos conquistados.

As eliminatórias agora darão uma parada longa. A próxima rodada será realizada apenas em julho. Tempo suficiente para algumas seleções mudarem o panorama, e, quem sabe, fazerem ajustes finais que levem à classificação. O Uruguai, atual campeão sul-americano e melhor representante do continente no último mundial, vive mau momento, mas terá uma boa oportunidade para se acertar durante a Copa das Confederações, em junho.

O panorama está dado, mas ainda falta muita água para rolar. Você arrisca algum palpite sobre quem serão os quatro classificados diretamente a Copa do Mundo? E quem vai à repescagem?

Veja os resultados da 12ª rodada, a tabela de classificação e os próximos jogos abaixo:

12ª rodada:
Bolívia 1×1 Argentina
Equador 4×1 Paraguai
Chile 2×0 Uruguai
Venezuela 1×0 Colômbia

Captura de tela inteira 2732013 173747.bmp



Próxima rodada
Argentina x Colômbia
Bolívia x Venezuela
Paraguai x Chile
Peru x Equador

Comentários

21 anos, morador de Maringá-PR. Corintiano de coração, aprendi ainda a ser Liverpool, na Europa. Como Doente por Futebol, acompanho diariamente jogos, jogadores e tudo o que acontece acerca deste apaixonante esporte. Minha função por aqui será de analisar e informar tudo o que rola na América do Sul e no México. Responsável ainda pelas colunas "Craque DPF" e "Futebol na Mídia".