Destaques dos Estaduais – Lincom do Bragantino

  • por Bráulio Silva
  • 7 Anos atrás

Campeonatos estaduais são pródigos em formar revelações e também em ofuscar erros dos grandes clubes. Um exemplo disso foi o Guarani, que em 2012 foi vice-campeão do Paulistão e após um desmanche caiu para a Série C do Brasileirão.

O Paulistão inclusive costuma formar artilheiros espalhados pelo interior. A maioria de qualidade questionável. Nomes como Finazzi (artilheiro em 2005, pelo América), Somália (2007, pelo São Caetano), Pedrão (2009, pelo Barueri), Ricardo Bueno (2010, pelo Oeste), conquistaram a artilharia do campeonato estadual. O próprio Hernane chegou ao Flamengo após ser o vice-artilheiro ano passado pelo Mogi Mirim, atrás apenas de Neymar.



Aliás, sobre o Hernane cabe um parêntese. Formado nas categorias de base do São Paulo, subiu para o profissional em 2007 sem nunca ser aproveitado. Foi emprestado durante 5 anos, até encerrar o contrato, se destacar no Mogi Mirim e ser adquirido pelo Flamengo.

O atacante da vez é o grandalhão Lincom, artilheiro da competição até aqui com 7 gols, o último deles anotado diante do Corinthians. Já com 29 anos, Lincom está no Bragantino desde 2011. Vive o melhor momento da carreira, chamando a atenção de clubes da Série A.

Como principal característica, Lincom destaca-se no jogo aéreo. Com aquele estilo de jogo dos centroavantes que prevalecem apenas e tão somente pelo físico. Voltando à comparação com Hernane, o atacante, que hoje é titular absoluto do Flamengo, quase foi dispensado do rubro-negro no ano passado.



Se mantiver o ritmo,  O grandalhão que já defendeu Sport e Criciúma, tem tudo pra terminar entre os maiores artilheiros do campeonato. O que pode levá-lo para uma equipe da Série A. E sempre vai ficar aquela dúvida. E aos times da Série A? Vale o investimento?

Comentários

Paulistano, casado e com 33 anos. Apaixonado por futebol e pelo São Paulo FC. De memória privilegiada, adora relatar e debater fatos futebolísticos de outrora. Ex-estudante de jornalismo, hoje gerencia uma drogaria no município de Barueri, além de escrever para a Doentes por Futebol.