Eliminatórias para a Copa 2014 – Ásia

  • por Saimon
  • 6 Anos atrás

Nesta terça-feira, temos mais uma rodada da Eliminatória da Ásia para a Copa do Mundo de 2014. E é nela que podemos ter o segundo classificado para a Copa (o primeiro é o Brasil, país sede). Uma vitória garante o Japão, ou até um empate, dependendo do outro resultado do grupo. Além do jogo do Japão, teremos outras três partidas decisivas, que mostrarão quem brigará forte pelas vagas na reta final.

Grupo A

1. Uzbequistão 8pts (5 jogos)
2. Coréia do Sul 7pts (4 jogos)
3. Irã 7pts (5 jogos)
4. Catar 7pts (5 jogos)
5. Líbano 4pts (5 jogos)

Grupo B
1. Japão 13pts (5 jogos)
2. Austrália 5pts (4 jogos)
3. Iraque 5pts (5 jogos)
4. Omã 5pts (5 jogos)
5. Jordânia 4pts (5 jogos)

Jogos da Rodada
05h30 Austrália x Omã – Sydney
08h00 Coréia do Sul x Catar – Seoul SPORTV
10h00 Uzbequistão x Líbano – Tashkent
11h00 Jordânia x Japão – Amman SPORTV2

Austrália x Omã

Com apenas cinco pontos em quatro jogos, a Austrália conta com uma geração já envelhecida para conseguir mais uma classificação para a Copa do Mundo. Entre os convocados, estão os veteranos Mark Schwarzer (40), Tim Cahill (33), Mark Bresciano (33) e Archie Thompson (34). Por outro lado, seguem de fora Joshua Kennedy (30) e Harry Kewell (34), que estavam presentes no jogo contra o Japão, em 2012.

Já Omã tem a maioria dos seus jogadores atuando no futebol local. O jogador de maior destaque é o goleiro Al Habsi, que atua no futebol inglês. O técnico Paul Le Guen busca um empate, que dará um ponto importante aos visitantes.

Seleção australiana precisa vencer em casa.

Seleção australiana precisa vencer em casa.

Coréia do Sul x Catar

Buscando retomar a liderança do grupo A, a Coréia do Sul novamente vem sem força máxima para o decisivo confronto contra o Catar. Jogadores importantes, como Park Ji-Sung e Park Chu-Young, seguem de fora da seleção coreana e não parecem ter o interesse de voltar para ajudar a equipe. Quem está convocado é o ídolo Lee Dong-Gook, que está perto de completar 100 jogos com a camisa da Coréia.

Sem muitos jogadores conhecidos, o Catar aposta suas fichas em dois jogadores naturalizados. O atacante Sebastian Quintana, que é uruguaio, é o principal jogador da atual seleção. Outro rosto desconhecido é o do brasileiro Fábio César, revelado pelo São Paulo em 1999. O meia, com passagens por Udinese e Napoli, está entre os convocados para o confronto de amanhã.

Coréia do Sul joga para retomar a liderança

Coréia do Sul joga para retomar a liderança.

Uzbequistão x Líbano

Líder do grupo A, o Uzbequistão tem um jogo decisivo e que pode praticamente carimbar a vaga para a Copa. Diante do Líbano, em casa, os uzbeques contarão com a força de Djeparov, melhor jogador do futebol asiático em 2011. Outro jogador importante é o volante Ahmedov, que atua no Anzhi, da Rússia.

Para o Líbano, o que vier é lucro. Surpresa na fase anterior, quando desbancou Kuwait e Emirados Árabes Unidos, a seleção, que tem uma grande colônia no Brasil, precisa de uma vitória fora de casa se ainda quiser sonhar com uma vaga para a Copa. O grande nome dessa seleção é Roda Antar, que atua no futebol chinês. O jogador, que é o “faz tudo” da seleção, perdeu dois dos cinco jogos da fase final, complicando ainda mais a seleção que já não tem um plantel forte.

Djeparov, o melhor jogador da Ásia em 2011.

Djeparov, o melhor jogador da Ásia em 2011.

Jordânia x Japão

Com 90% dos seus jogadores atuando no futebol local, a Jordânia está em situação parecida com a do Líbano. Precisa vencer para sonhar com a vaga, mas qualquer resultado que vier é lucro, pois a seleção não oferece muito perigo ao resto do grupo.

Já o Japão pode, e deve, se garantir na Copa já nessa rodada. Reforçada pelo capitão Hasebe e pelo atacante Kagawa, a seleção japonesa é a maior potência do continente atualmente. Para o duelo decisivo, jogadores como Keisuke Honda e Nagatomo não foram chamados, mas outros nomes importantes, como Kawashima e Kengo Nakamura, estão na lista. Confirmando a vitória, o Japão será o segundo país classificado para o Mundial, atrás do Brasil.

Kagawa, astro do Man Utd, comemora gol pela seleção japonesa.

Kagawa, astro do Man Utd, comemora gol pela seleção japonesa.

 

Em caso de classificação antecipada da seleção japonesa, teremos um texto especial contando um pouco sobre a história da seleção e falando sobre o time atual, que conta com vários jogadores atuando no futebol europeu.

Comentários

Palmeirense, 23 anos. Acompanha futebol em qualquer canto. Fã da ótima geração belga.