Esquadrão Pereba 2013 #3 – Barcelona (ESP) e Flamengo

  • por Bráulio Silva
  • 7 Anos atrás

Barcelona (ESP) e Flamengo

Voltamos para esculachar o que de pior teve no mundo da bola na última semana.

Começamos pelo continente europeu. O Barcelona é tido como um dos maiores times da história. Messi, um dos maiores de todos os tempos. Mas ultimamente isso não vem sendo suficiente para garantir êxito ao time da Catalunha. Nos últimos quatro jogos, o Barça conquistou apenas uma vitória em casa, diante do Sevilla. Nos outros jogos, derrota diante do Milan pela Champions League e outras duas para o Real Madrid (em casa pela Copa do Rey e como visitante pelo Campeonato Espanhol). A temporada, que iniciou como fenomenal, periga render ao clube “apenas” a liga espanhola, pois a vantagem para o Atlético de Madrid é de 11 pontos, restando 12 rodadas para o fim. A Copa do Rey já foi para o espaço com a derrota para o Real e a Champions League está fortemente ameaçada, depois da derrota para o Milan na Itália.



Em terras brasileiras, tivemos as semifinais da Taça Guanabara e também da Copa do Nordeste. E recheado de surpresas. Os favoritos Ceará e Fortaleza foram desbancados e eliminados por ASA e Campinense, respectivamente. No Rio, a final será entre Vasco e Botafogo, e daí sai o pereba dessa semana. Nos oito jogos da fase inicial, o Flamengo havia conquistado sete vitórias e apenas um empate, diante do Madureira. Porém, a equipe de Dorival Junior perdeu justamente quando não podia. A derrota veio para o Botafogo por 2×0, com direito a gol no último minuto quando o goleiro Felipe se aventurou ao campo de ataque. Tudo isso no dia do aniversário do ídolo Zico, que ganhou um presente de grego dos botafoguenses. Desde a inauguração do Engenhão, foi a primeira vez que o Fogão bateu o Mengo no estádio.



Clubes gigantes entre os eleitos dessa semana. E você, concorda com nossas escolhas? Comente! Semana que vem tem mais.

Comentários

Paulistano, casado e com 33 anos. Apaixonado por futebol e pelo São Paulo FC. De memória privilegiada, adora relatar e debater fatos futebolísticos de outrora. Ex-estudante de jornalismo, hoje gerencia uma drogaria no município de Barueri, além de escrever para a Doentes por Futebol.