Gabriel: na marca do pênalti

  • por Tiago Lima Domingos
  • 8 Anos atrás

gabriel

Gabriel ficou conhecido do público brasileiro vestindo a camisa da Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20 de 2011 e, principalmente, no Mundial da mesma categoria e mesmo ano. Também atuou em quatro partidas na campanha que rendeu a medalha de prata ao Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres, competição que Gabriel só disputou graças ao corte de Rafael Cabral, goleiro do Santos. Revelado pelo Cruzeiro, o goleiro sequer jogou na equipe principal e foi vendido ao Milan após as Olimpíadas pela módica quantia de € 700 mil. Na época, o contrato do jogador estava prestes a terminar. Mas o assunto desta matéria é o relacionamento de Gabriel com a marca do pênalti – até aqui, uma história de sucesso do goleiro.

A passagem no Milan

Hoje, o jovem é terceiro goleiro do Milan, atrás de Abbiati (35 anos) e Amelia (30 anos). Gabriel ainda não atuou em nenhum jogo da equipe principal do Milan, tendo figurado por diversas vezes no banco de reservas. Ironicamente, na janela de janeiro, esperava-se um empréstimo para equipes menores para o jogador adquirir experiência e rodagem na Itália. Mas não foi o que aconteceu e Gabriel tem atuado por várias vezes na equipe Primavera do clube. Na última partida, aliás, foi decisivo em uma importante vitória pela competição de juniores. Gabriel fez bela defesa em cobrança de pênalti aos 42 minutos do segundo tempo e garantiu o triunfo rossonero diante da Atalanta. A vitória manteve vivo o Milan em busca de uma classificação direta às quartas de final do torneio. Veja no vídeo abaixo a defesa:

“Lui, mio figlio”

Mas o grande destaque mesmo fica por conta das brincadeiras nos treinamentos e nas disputas de penalidades. Gabriel e Robinho se desafiaram numa disputa engraçada, vencida pelo jovem goleiro. No vídeo, Gabriel zomba de Robinho dizendo em italiano: “Lui, mio figlio”. A frase significa algo como “Ele (Robinho) é meu filho”. O vídeo e a frase são sucessos entre torcedores do Milan. Veja abaixo:

Porém, em disputa com o treinador da equipe, Massimiliano Allegri, Gabriel não teve muito sucesso. Allegri venceu o duelo e com direito a cavadinha no minuto 1:28

O futuro

gabriel

Foto: Reprodução – Gabriel com a camisa da Seleção Brasileira. Voltará um dia para a Seleção?

Gabriel ainda não é um goleiro pronto, como pudemos ver em suas atuações no Mundial de 2011 e Olimíadas 2012, mas vem ganhando maturidade e confiança num país conhecido por sempre ter formado bons goleiros. Com o novo projeto do clube de apostar nos jovens e renovar o elenco, Gabriel pode ganhar espaço no Milan, mas precisa ser mais regular. Talvez um empréstimo na próxima temporada seja o caminho ideal ou quem sabe alguns bons minutos no time principal. As traves do Milan necessitam de renovação e alguns torcedores acreditam no jovem goleiro.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.