Os brasileiros mais bem pagos do futebol europeu

  • por Levy Guimarães
  • 8 Anos atrás

Foi publicada, na última segunda-feira, uma lista destacando os jogadores brasileiros que recebem os maiores salários no futebol europeu. Alguns chegam a ganhar valores semelhantes a um grande prêmio do www.casinoonline.pt/slots. A lista, que mescla veteranos e jogadores jovens, foi divulgada pelo site do Esporte Interativo (os valores são anuais e estão em reais):

Jogadores brasileiros mais bem pagos na Europa - 03/2013

O ranking mostra algumas tendências atuais. A principal delas já vem se manifestando há alguns anos: o crescente número de defensores se destacando no Velho Mundo em detrimento da quantidade de meias ofensivos e atacantes.

Basta ver que, da lista, mais da metade dos nomes jogam na defesa. Se for somar aos volantes de função primariamente defensiva (Lucas Leiva, Luiz Gustavo e Sandro) são 13 de 19 jogadores, contrariando o histórico do futebol brasileiro.

getty images kaka

Fonte: Getty Images – Desde que chegou, Kaká não fez jus ao alto investimento

Além disso, pode-se perceber o pouco retorno esportivo dado por alguns dos nomes mais bem pagos. O caso principal é o de Kaká. O meia de 30 anos até hoje não justificou, dentro de campo, os astronômicos 65 milhões de euros pagos pelo Real Madrid em sua transferência e os altos salários que recebe. Além de ter ficado boa parte desse tempo lesionado, quando atuou não correspondeu às expectativas, sendo quase sempre preterido por José Mourinho. Um dado interessante que ilustra o custo-benefício ruim do brasileiro é que ele recebe um salário próximo ao de Cristiano Ronaldo. Basta ver o que cada um produziu em Madrid para perceber que a contratação de Kaká não deu certo.

Maicon é outro caso de custo-benefício não tão proveitoso. O lateral-direito chegou em Manchester no começo da atual temporada, com o objetivo de assumir a titularidade e voltar à grande fase que viveu na Internazionale entre 2008 e 2010. Porém, não conseguiu se firmar no atual campeão inglês e teve, até o momento, apenas 7 aparições pela Premier League. Hoje, é um jogador que recebe salário de titular com status de reserva.

maicon

Foto: Reprodução – Lateral não conseguiu se firmar no time de Roberto Mancini

Outro negócio até aqui mal-sucedido foi o do atacante Hulk, do Zenit. Foi contratado em setembro do ano passado por incríveis 60 milhões de euros, e passou a ter o maior salário do elenco. Entretanto, tudo vem dando errado para o ex-jogador do Porto: ainda tem dificuldades para se adaptar ao país, não adquiriu o devido entrosamento com o restante do time e segundo informações da imprensa russa, despertou uma certa inveja dos colegas devido ao seu alto salário. Teve de lidar, ainda, com insultos racista de parte dos torcedores do próprio clube, que tem como tradição não aceitar jogadores negros no plantel.

hulk

Foto: Reprodução- Hulk tem encontrado problemas dentro e fora de campo na Rússia

Há, também, outros exemplos, como Robinho, um mero coadjuvante no Milan, que vem fazendo uma temporada apagada pelo clube rossonero, e Lucas Leiva, volante que já esteve entre os principais roubadores de bola da Premier League, mas que depois da grave lesão sofrida no joelho no fim de 2011 não conseguiu retornar à melhor forma. Mesmo que tenha tido o azar da contusão, não passa mais a mesma segurança à zaga que passava há duas temporadas. Até mesmo Daniel Alves, já consagrado após grandes temporadas pelo Barcelona, vem caindo de produção. Desde o segundo semestre de 2011/2012, vem oscilando ótimos momentos com atuações abaixo do esperado, sem manter o mesmo nível de outrora.

Em contrapartida, outros de menor salário ganham destaque em seus clubes. É o caso, principalmente, de Marcelo, que apesar da recente lesão é um jogador essencial para o Real Madrid, sendo considerado um dos melhores laterais da atualidade. Outros dois jogadores da posição também vêm dando bons resultados em relação ao quanto ganham, Rafael, do Manchester Utd., e Adriano, do Barcelona. Após ter ficado marcado pelo erro na decisão das Olimpíadas de Londres, que proporcionou ao México marcar um de seus gols contra o Brasil, Rafael vem fazendo uma temporada bastante eficiente na Inglaterra, sendo titular do time de Alex Ferguson.

marcelo

Foto: reprodução – Marcelo se firmou, nos últimos anos, como um expoente na posição

Já Ramires e Luiz Gustavo mostram que a posição de volante tem sido um bom investimento em brasileiros. Peça fundamental no título europeu em 2011/2012, Ramires em poucos meses conquistou a confiança da torcida dos Blues e dos treinadores pelos quais foi comandado, enquanto Luiz Gustavo, ainda um ilustre desconhecido no Brasil, faz o trabalho sujo do meio-campo bávaro, atuando como primeiro volante. Aparece pouco, mas sem deixar de ser eficaz.

E para não dizer que apenas defensores e volantes do nosso país se dão bem na Europa, Lucas Silva teve um começo promissor no PSG. Ainda se adaptando ao futebol francês, já ganhou o seu espaço junto no time e vem conquistando a confiança do técnico Carlo Ancelotti. Já Oscar, no Chelsea, vive uma temporada de altos e baixos: teve grandes atuações pela UEFA Champions League, mas não tem o mesmo rendimento nos jogos pelo campeonato inglês.

lucas

Foto: Reprodução- Lucas é uma das esperanças de atacantes brasileiros voltarem a brilhar em solo europeu

De qualquer forma, a lista é apenas uma amostra de que nem sempre os maiores investimentos são os mais seguros, ainda mais se tratando de brasileiros no exterior. Por muitas vezes, não é preciso gastar tanto para se conseguir aquele jogador importante que o time necessita.

Comentários

Estudante de Jornalismo e redator no Placar UOL Esporte, belo-horizontino, apaixonado por esportes e Doente por Futebol. Chega ao ponto de assistir a jogos dos campeonatos mais diversos e até de partidas bem antigas, de décadas atrás.