Resumo da 4ª rodada do Campeonato Mineiro 2013

  • por Alexandre Reis
  • 8 Anos atrás

Muitos gols, apenas um empate e nenhum mandante derrotado. Saiba como foram os jogos da 4ª rodada do Campeonato Mineiro de 2013:

Nacional x América-TO

No estádio Bernardo Rubinger, em Patos de Minas, o Nacional não teve dificuldades para vencer o América de Teófilo Otoni e goleou por 4 x 0. Melhor durante todo o jogo, os donos da casa abriram o placar aos 9 minutos com Vanderlei, após cruzamento da direita e falha de toda a zaga. E não demoraram muito para ampliar: aos 25, em jogada individual, Marcinho aumentou para o Nacional.

No início do segundo tempo, Marcinho marcou novamente. O atacante recebeu dentro da área, dominou e deslocou o goleiro Eládio. O time da casa ainda teve mais uma oportunidade para marcar em cabeçada de Claudio Luiz, que acertou a trave. Sem oferecer muito perigo à meta de Rodrigo Posso, o América-TO pouco produziu. Por fim, aos 12 minutos, Luizinho cruzou para Vanderlei na área, que dominou no peito e completou o placar.

Cruzeiro x Tombense

Em Belo Horizonte, no Mineirão, o Cruzeiro recebeu a boa equipe do Tombense e venceu por 3 x 1. Recuado, a exemplo do jogo contra o Atlético, a equipe de Tombos priorizou o contra-ataque. Com mais posse de bola, o time celeste, ainda que com dificuldades para furar a defensa adversária, abriu o placar aos 37 minutos. Depois de passe de Everton Ribeiro, Éverton finalizou e Glaycon espalmou nos pés de Vinícius Araújo, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. Foi o seu primeiro gol como profissional em jogos oficiais.

No segundo tempo, o Tombense quase empatou. Aos 20 minutos, após lançamento de Joílson, Adeílson ficou cara a cara com Fábio, mas parou no arqueiro celeste. O time da Zona da Mata começou a deixar espaços e o Cruzeiro aproveitou. Aos 27, pela esquerda, após bom passe de Vinícius Araújo, Éverton Ribeiro ampliou. O Tombense ainda diminuiu com Adeílson, mas Élber, que havia entrado no lugar de Diego Souza, fez o 3° do Cruzeiro e fechou o marcador.

Caldense x Araxá

No Sul de Minas, no estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas, a Caldense venceu o Araxá por 2 x 0 e conquistou sua primeira vitória no estadual. Por outro lado, o Ganso computou sua 3ª derrota seguida e agora é o último fora da zona de rebaixamento para o Módulo II. Bem melhor no jogo, mas sem aproveitar tal superioridade, a Caldense só veio a abrir o placar no segundo tempo. Aos 5 minutos, após jogada de Nena pelo lado direito da área, Ewerton Maradona empurrou para as redes.

Pouco depois, o Araxá quase empatou após cruzamento de Fabiano. Mas foi a Caldense que voltou a marcar. Aos 39 minutos, Rossini cruzou na área e Nena ampliou, sacramentando a vitória da Veterana.

Atlético-MG x Guarani

No Independência, em meio a sustos, o Atlético venceu o lanterna Guarani por 3 x 1. Sem Bernard, Ronaldinho Gaúcho, Pierre e Leonardo Silva, quem comandou a vitória alvinegra foi Diego Tardelli, autor de dois gols de pênalti. O primeiro foi aos 44 minutos do primeiro, sofrido pelo próprio atacante, que converteu e abriu o placar. Antes, no início do jogo, o atacante Luan se chocou com Éder e ganhou um corte na cabeça. Foi substituído no intervalo e encaminhado ao hospital. 

No início do segundo tempo, outro susto, dessa vez com Réver. O zagueiro subiu para cabecear após escanteio e se chocou com Henrique, atingindo seu olho esquerdo. Acabou sendo substituído por Rafael Marques e também foi encaminhado ao hospital. Sem receber ameaças, o Atlético continuou com o bom volume de jogo e ampliou aos 32 minutos com Richarlyson. Após passe da direita, Tardelli cabeceou, Leandro espalmou e o volante atleticano completou no rebote. O Bugre respondeu três minutos depois com belo gol de Eric, mas Tardelli, no fim, em nova cobrança de pênalti, finalizou o placar.

Villa Nova x Boa Esporte

Em Nova Lima, no Castor Cifuentes, o Leão do Bonfim manteve a invencibilidade na competição ao vencer o Boa Esporte por 3 x 1. Apesar do início apagado, os donos da casa abriram o placar com Heitor aos 6 minutos, após cobrança de falta. O Boa Esporte manteve o bom volume de jogo e empatou aos 13, com Tássio. O Villa Nova, depois do gol sofrido, tomou conta da partida e conseguiu a vitória ainda no primeiro tempo. Aos 41 minutos, em novo levantamento para a área, Max Carrasco cabeceou e colocou o Leão novamente à frente. Pouco depois, aos 45, Rafael Gomes se antecipou ao goleiro Ruan e marcou o 3°.

No segundo tempo, mais chances e nenhum gol. Aos 37 minutos, o zagueiro Xandão, do Boa Esporte, foi expulso. Aos 41, foi a vez de Heitor, do Villa, a receber cartão vermelho. Foi só.

Tupi x América-MG

No último jogo da rodada, no Municipal, o América-MG foi até Juiz de Fora e permitiu o empate por 1 a 1 contra o Tupi. O Coelho assustava com Fábio Júnior, mas sempre parava no goleiro Tadeu. O Galo Carijó respondeu aos 18 minutos com Vinícius, que quase bateu Neneca. Com um primeiro tempo calmo e carente de técnica, o empate persistiu.

Na etapa complementar, os gols. Mais incisivo, o Tupi criava mais. Aos 21 minutos, Vinícius finalizou forte e Neneca espalmou, mas ninguém apareceu para completar para o gol. Mesmo em um momento ruim no jogo, o América conseguiu marcar. Aos 28, após cobrança de falta de Rodriguinho, Lula desviou de cabeça e guardou. Todo no ataque, o Tupi conseguiu o empate no fim. Aos 43, Neneca derrubou Wesley e Igor Junio Benevenuto marcou pênalti. Alonso bateu forte e selou a igualdade.

Comentários

Estudante de Jornalismo, apaixonado por futebol. Seja a final da Copa do Mundo, as semifinais de uma Copa Rural, um jogo da Liga dos Campeões ou eliminatória da 4° divisão de algum campeonato amador do interior.