Resumo da Libertadores – Semana 5 (Fase de Grupos)

  • por Mauricio Fernando
  • 7 Anos atrás
O Galo é o primeiro clube classificado para as oitavas de final. Foto: Fox Sports

O Galo é o primeiro clube classificado para as oitavas de final. Foto: Fox Sports

A quinta semana da fase de grupos da Taça Libertadores da América 2013 foi repleta de gols. Foram 32 em 11 jogos, média de 2,9 por partida e finalmente temos o primeiro classificado. Pelo grupo 3, o Atlético Mineiro venceu o The Strongest por 2×1 em plena altitude de 3600 metros de La Paz e,apesar das as dificuldades, manteve os 100% de aproveitamento. A equipe mineira atingiu 12 pontos e garantiu vaga na primeira posição do grupo, já que o Arsenal superou um São Paulo desfalcado e perdido na Argentina pelo mesmo placar e embolou a disputa pela segunda colocação. O São Paulo ainda é o vice-líder, mas terá dificuldades para se classificar, já que tem quatro pontos, mas enfrentará o The Strongest na Bolívia, que tem três, na próxima rodada. O Arsenal chegou aos mesmos quatro pontos do São Paulo e visitará o Galo mineiro.

Pato deixou sua marca na vitória corintiana. Foto: MSN Esportes

Pato deixou sua marca na vitória corintiana. Foto: MSN Esportes



O Tijuana, outra equipe que tinha 100% de aproveitamento, sucumbiu diante de um Corinthians avassalador e embalado pela volta de sua torcida. Foi 3×0, mas poderia ter sido mais, tamanha a superioridade do atual campeão mundial, que chegou aos sete pontos, solitário na vice-liderança, dois atrás da equipe mexicana. Na outra partida do grupo 5, o San José superou o Millonários em Oruro, com direito a gol do brasileiro Marcelo Gomes. Saucedo completou a contagem para a equipe boliviana, que chega aos quatro pontos, ocupando a terceira posição, deixando os colombianos na lanterna com três. Na próxima rodada, o Millos recebe o Corinthians, enquanto o San José joga novamente diante de sua torcida e sua altitude, recebendo o Tijuana.

O Vélez Sarsfield, por sua vez, parece perto da classificação após a nova vitória sobre o Peñarol. Desta vez, 3×1 na Argentina, e o isolamento na liderança. Depois de quatro rodadas, nove pontos conquistados, contra seis de Peñarol e Emelec, o que não deixa as coisas definidas ainda, mas bem encaminhadas para a equipe argentina. O Deportes Iquique, que, na próxima rodada, recebe os argentinos no Chile, é o último com apenas três pontos. Emelec e Peñarol se enfrentarão no Equador já em clima de decisão. Quem vencer dá um passo muito grande para a classificação, o empate, em tese, favorece os uruguaios, que encerram a fase de grupos em casa diante do Iquique.

No grupo 7, a “maldição dos visitantes” voltou a atacar com as vitórias do Newell´s sobre o Universidad de Chile, 2×0, e a goleada do Olimpia sobre o Deportivo Lara na Venezuela, 5×1.. Dois gols foram de Wilson Pittoni, meia da seleção paraguaia que recentemente passou pelo Figueirense. Com os resultados, o Olimpia assumiu a liderança com sete pontos, deixando Newell´s e Universidad dividindo a vice-liderança com seis. O Lara é o lanterna com quatro. Muito equilíbrio e todos ainda com chances.

Em situação semelhante, está o grupo 8. Fluminense e Grêmio até lideram o grupo, com sete e seis pontos, respectivamente, mas não com a folga que se esperava. Na última terça, o Grêmio parecia ter o jogo sob controle diante do Caracas na capital venezuelana. Abriu o placar com Elano, teve chances de ampliar, mas acabou mesmo sofrendo o empate com Peña, no último suspiro do 1º tempo. Veio a segunda etapa, novas chances do Grêmio, só que quem marcou novamente foi o Caracas com Farías, dando números finais ao jogo. Os venezuelanos chegaram aos seis pontos e possuem boa chance de ir a nove, pois enfrentam o Huachipato, que tem quatro pontos, na próxima rodada. Caso se concretize, a situação se complica para um dos brasileiros, que duelam na Arena do Grêmio no dia 10 de abril.

Riquelme mantém o Boca vivo na competição. Foto: UOL Esportes

Riquelme mantém o Boca vivo na competição. Foto: UOL Esportes



Pelo grupo 1, o Boca Juniors mostrou que segue vivo ao vencer o Nacional no Uruguai por 1×0, gol de pênalti de Riquelme, o primeiro após a volta. Os argentinos estiveram com um jogador a menos desde os 20 minutos da primeira etapa, quando Pérez cometeu pênalti em Albil e foi expulso. Alonso desperdiçou a cobrança e os argentinos superaram as adversidades depois. Com o resultado, o Boca chegou à vice-liderança com seis pontos, contra sete do Nacional. Toluca e Barcelona empataram sem gols na outra partida, e somam cinco e três pontos, respectivamente.

Para fechar o resumo da rodada, tivemos, ainda pelo grupo 2, o empate de Sporting Cristal e Libertad em 1×1 num bom jogo no Peru. Os donos da casa atingiram cinco pontos contra oito da equipe paraguaia, os dois lideram o grupo. Palmeiras e Tigre, ambos com três pontos, completam a quarta rodada no dia 02 de abril no Pacaembu.

O grupo 6, liderado pelo surpreendente Real Garcilazo-PER, é o mais atrasado, com apenas três rodadas realizadas. Nesta semana, nenhuma partida foi realizada.

A Taça Libertadores da América dá agora uma pausa de duas semanas, pois vem aí as eliminatórias para a Copa do Mundo. Portanto, Libertadores agora só em abril.

Por hora, veja os placares da rodada da semana 5:

Terça feira (12/03)
Vélez Sarsfield-ARG 3×1 Peñarol (Grupo 4)
Universidad de Chile 0x2 Newell´s Old Boys-ARG (Grupo 7)
Sporting Cristal-PER 1×1 Libertad-PAR (Grupo 2)
Caracas-VEN 2×1 Grêmio (Grupo 8)

Quarta feira (13/03)
Barcelona-EQU 0x0 Toluca-MEX (Grupo 1)
Deportivo Lara-VEN 1×5 Olímpia-PAR (Grupo 7)
The Strongest-BOL 1×2 Atlético Mineiro (Grupo 3)
Corinthians 3×0 Tijuana-MEX (Grupo 5)

Quinta feira (14/03)
Nacional-URU 0x1 Boca Júniors-ARG (Grupo 1)
Arsenal-ARG 2×1 São Paulo (Grupo 3)
San José-BOL 2×0 Millonários (Grupo 5)

Comentários

21 anos, morador de Maringá-PR. Corintiano de coração, aprendi ainda a ser Liverpool, na Europa. Como Doente por Futebol, acompanho diariamente jogos, jogadores e tudo o que acontece acerca deste apaixonante esporte. Minha função por aqui será de analisar e informar tudo o que rola na América do Sul e no México. Responsável ainda pelas colunas "Craque DPF" e "Futebol na Mídia".