Semana final eletrizante

  • por Mauricio Fernando
  • 7 Anos atrás
Foto: R7  Rogerio comemora o gol que abre a vitória são paulina.

Foto: R7 Rogerio comemora o gol que abre a vitória são paulina.

Muita emoção nessa última semana da fase de grupos. Cada gol, cada resultado alterado, poderia interferir nos confrontos de mata-mata e nas chaves da Taça Libertadores da América 2013. E muita coisa aconteceu, muita coisa mudou de um minuto para o outro, de um jogo para outro. A DPF resume o que de melhor aconteceu.

Pouca emoção, curiosamente, só mesmo no grupo que inicialmente se previa mais emoção. O “grupo da morte”, o 1, foi o grupo mais morto nesta última semana. As derrotas do Nacional-URU para o Barcelona-EQU (1×0) e do Boca Juniors para o Toluca-MEX (3×2), ambas fora de casa, em nada mudaram a situação do grupo, que teve o Nacional terminando na liderança com 10 pontos e o Boca como vice-líder com 9. Talvez os palpiteiros de plantão, em busca da simulação dos confrontos de oitavas, não tenham previsto as derrotas das equipes já classificadas para as já eliminadas. O Nacional poderia ficar como pior dos primeiros colocados com esta derrota, mas não ficou, conforme veremos na sequência.

A rodada já havia começado na terça com o grupo 6. O Independente Santa Fé-COL confirmou o mando de campo e a liderança com a vitória sobre o Real Garcilaso-PER por 2×0 em jogo bastante movimentado. Com o resultado, os colombianos ainda terminaram com a 2ª melhor campanha geral da fase de grupos com os 14 pontos conquistados, ficando como a única equipe invicta até aqui e com uma belíssima campanha, independente do grupo ser um pouco mais fraco que a maioria. A equipe peruana, por sua vez, apesar de derrotada, saiu classificada com os 10 pontos conquistados, mas tudo graças à incompetência do Tolima-COL, que foi o único a não superar o já eliminado Cerro Porteño-PAR por duas vezes no grupo. Uma vitória simples dava a classificação ao Tolima, que não alcançou o objetivo . O empate sem gols eliminou os colombianos e deu aos paraguaios o único ponto conquistado em uma desastrosa campanha.

Pelo grupo 3, o Atlético Mineiro, time de melhor campanha na fase de grupos (15 pontos), viu-se pela primeira vez acuado nesta Libertadores. Foi dominado pelo São Paulo no Morumbi, que venceu por 2×0, gols de Rogério Ceni, de pênalti, e Ademilson. Bela vitória, que ainda deu ao São Paulo a classificação as oitavas de final, graças também à vitória do Arsenal-ARG por 2×1 sobre o The Strongest-BOL, na Argentina. O resultado foi insuficiente para os argentinos, que apesar de terminarem com o mesmo número de pontos do tricolor paulista, acabaram eliminados por terem saldo de gols inferior. São Paulo e Atlético Mineiro se classificaram e voltam a se reencontrar nas oitavas de final, já que os paulistas fizeram a pior campanha dentre os classificados, com apenas 7 pontos conquistados.

Foto: Folha de São Paulo  Perez Garcia e Botta comemoram um dos gols da vitória do Tigre.

Foto: Folha de São Paulo.    Pérez García e Botta comemoram um dos gols da vitória do Tigre.

Emoção não faltou no grupo 2, no qual o guerreiro time do Tigre-ARG se classificou de forma heróica diante do Libertad em um grande jogo no Paraguai, o melhor da semana, sem dúvida. Os argentinos contaram com atuação inspirada da dupla Rúben Botta e Pérez García, que, com dois gols cada, venceram o sistema defensivo da equipe paraguaia e conquistaram a classificação para o vice-campeão da última edição da Copa Sulamericana. O Libertad lutou bastante, mas a missão da equipe foi dificultada com a expulsão de Benegas, que agrediu Maggiolo no pênalti que gerou o terceiro gol do Tigre. O time argentino acabou vencendo por por 5×3. O terceiro gol dos mandantes foi marcado aos 47 da etapa final, no último lance do jogo, e foi ele que acabou dando a liderança de volta ao Palmeiras, que havia sido superado no saldo de gols até então. A partida do alviverde paulista já havia inclusive acabado. Uma péssima partida, em que de bom mesmo apenas o gol de Ávila, que acertou um belo chute de fora da área e deu números finais ao placar. Mas os resultados finais acabaram apontando um caminho mais vantajoso para o Tigre, que, apesar da segunda posição, terá uma chave mais tranqüila pela frente.

Foto: Fox Sports  Luxa se envolve em confusão no Chile.

Foto: Fox Sports.   Luxa se envolve em confusão no Chile.



Finalizando a fase de grupos, tivemos o grupo 8, que decidiu os últimos confrontos. Como se esperava desde o início, Fluminense e Grêmio conquistaram a classificação, mas ambos com a dificuldade que não se imaginava. O Fluminense venceu o Caracas por 1×0, gol de Rafael Sóbis, e terminou na liderança com 11 pontos. Mas o time das Laranjeiras levou diversos sustos durante a partida, sofrendo inclusive com duas bolas na trave. Na outra partida, a tensão foi ainda maior. O Grêmio até foi melhor que o Huachipato no Chile. Abriu o placar com Zé Roberto, mas sofreu com a ofensiva chilena. Por sorte, o gol dos donos da casa já saiu no finzinho, com Aceval, o que não evitou, porém, uma pressão final que o tricolor gaúcho soube segurar, tendo como prêmio a segunda vaga do grupo. O gol do Huachipato no final do jogo pode não ter mudado a situação do grupo, mas alterou alguns confrontos da próxima fase, entre eles o do Corinthians. No fim, ainda teve confusão envolvendo Vanderlei Luxemburgo e a comissão técnica da equipe chilena. A confusão se transformou em briga generalizada, mas, por sorte, a polícia conteve rapidamente a confusão. Contudo, Luxa não escapou de um tombo e de ter sido agredido por um jogador adversário, segundo palavras do treinador.

Enfim, o saldo final da semana foi de 25 gols em 10 jogos, média de 2,5, além de uma briga generalizada, como não poderia faltar. A semana ainda consagrou as classificações de Real Garcilaso-PER, São Paulo, Tigre-ARG, Fluminense e Grêmio, que estarão nas oitavas de final da Taça Libertadores da América 2013. A próxima fase começa a partir da próxima semana, porém ainda sem a presença dos times brasileiros, graças ao excepcional amistoso da seleção brasileira frente a seleção chilena, que acontecerá na próxima quarta feira.

Veja os resultados da última semana:

Terça-feira (16/04)
Grupo 6
Santa Fé-COL 2×0 Real Garcilaso-PER
Cerro Porteño-PAR 0x0 Tolima-COL

Quarta-feira (17/04)
Grupo 1
Toluca-MEX 3×2 Boca Juniors-ARG
Barcelona-EQU 1×0 Nacional-URU
Grupo 3
São Paulo 2×0 Atlético Mineiro
Arsenal-ARG 2×1 The Strongest-BOL

Quinta-feira(18/04)
Grupo 2
Sporting Cristal-PER 1×0 Palmeiras
Libertad-PAR 3×5 Tigre-ARG
Grupo 8
Fluminense 1×0 Caracas-VEM
Huachipato-CHI 1×1 Grêmio

Veja ainda os confrontos das oitavas de final com os cruzamentos:

(1) Atlético Mineiro x São Paulo (16)
(8) Palmeiras x Tijuana-MEX (9)

(4) Corinthians x Boca Juniors-ARG (13)
(5) Velez Sarsfield-ARG x Newell´s Old Boys-ARG (12)

(2) Santa Fé-COL x Grêmio (15)
(7) Nacional-URU x Real Garcilaso-PER (10)

(3) Olímpia-PAR x Tigre-ARG (14)
(6) Fluminense x Emelec-EQU (11)

Comentários

21 anos, morador de Maringá-PR. Corintiano de coração, aprendi ainda a ser Liverpool, na Europa. Como Doente por Futebol, acompanho diariamente jogos, jogadores e tudo o que acontece acerca deste apaixonante esporte. Minha função por aqui será de analisar e informar tudo o que rola na América do Sul e no México. Responsável ainda pelas colunas "Craque DPF" e "Futebol na Mídia".