A volta da Sul-Minas

  • por Leonardo Martins
  • 7 Anos atrás

SUL MINAS

Na carona da Copa do Nordeste, a competição regional pode voltar em breve, apostando no sucesso de dez anos atrás.

Isto é o que deseja o presidente do J. Malucelli, Joel Malucelli. O dirigente do clube paranaense está planejando a volta da competição a partir da temporada de 2015 e, para isso, procura conversar com os clubes mineiros, paranaenses, gaúchos e catarinenses. Joel começa sua busca pelo projeto na próxima sexta-feira, dia do encontro com os grandes do Paraná (Atlético, Coritiba e Paraná). Dependendo do resultado da conversa, partirá para os outros estados.

A competição reuniria os quatro melhores times de cada estado participante, totalizando 16 equipes. A Sul-Minas pegaria carona na volta da Copa do Nordeste, que foi realizada com sucesso no inicio deste ano. O presidente do clube paranaense não adiantou muitos detalhes da fórmula, mas garantiu que poderão haver vagas para os clubes do interior por meio dos estaduais.

HISTÓRICO

A Copa Sul-Minas surgiu em 2000, com a adição de Minas Gerais à Copa Sul-Brasileira. Antes, os clubes mineiros chegaram a disputar a Copa Centro-Oeste. A Sul-Minas foi um grande sucesso desde sua primeira edição, especialmente para os clubes mineiros, que faturaram os três títulos disputados.

Em 2000, a final foi entre dois times de Minas. O América surpreendeu o Cruzeiro na final e levantou o caneco em um jogo disputado. No ano seguinte, começou o domínio do Cruzeiro na competição. O time de Felipão venceu o Coritiba na final, disputada no Mineirão.

Em sua última edição, em 2002, foi criada a Liga Sul-Minas. O sucesso foi imediato. Foi um campeonato com 16 times, no formato de liga na primeira fase, com os 4 melhores se classificando para as semifinais. Uma delas reuniu os rivais Cruzeiro e Atlético-MG, que decidiram a vaga nos penais. Vitória azul. Na outra semifinal, o Atlético-PR, então Campeão Brasileiro, passou pelo Grêmio. Na grande final, dois grandes jogos entre Raposa e Furacão. No jogo de ida, em Curitiba, o Cruzeiro venceu por 2 a 1 e abriu boa vantagem para a volta. No segundo jogo, um Mineirão lotado com 62 mil pagantes viu uma nova vitória azul, desta vez por 1 a 0, e comemorou o bicampeonato.

Comentários

Pós Graduado em Jornalismo Esportivo Pela UNA em Belo Horizonte . 25 anos. Doente por Futebol.