Alex e seu retorno ao futebol brasileiro

  • por Leandro Bruning Canton
  • 7 Anos atrás

Como está o desempenho do “menino de ouro” no Coritiba.

Foto: foxsports.com.br - Alex sendo apresentado em 2012.

Foto: foxsports.com.br – Alex sendo apresentado em 2012.

No dia 18 de outubro de 2012, o meio campista Alexsandro de Souza, ou simplesmente Alex, foi apresentado à torcida do Coritiba como reforço para a temporada de 2013. Após 16 anos, o craque retornava ao seu clube formador, seu clube de coração.

Muitos falavam que, com 35 anos, Alex não teria capacidade física de jogar futebol de alto nível no Brasil. Outros diziam que ele seria um dos principais, se não o principal camisa 10 do futebol brasileiro. Afinal, como está Alex em seus primeiros jogos pelo Coritiba? Fizemos um apanhado sobre as partidas disputadas pelo meia:

Coritiba 1×1 Colón, 26/01: Em amistoso realizado no Couto Pereira para sua reestreia, Alex teve uma atuação discreta, mas mostrou toda a sua categoria em jogadas de bola parada, em que colocou 3 bolas na trave, sem contar um gol olímpico bem anulado pela arbitragem.

Coritiba 1×0 J. Malucelli, 31/01: Reestreia em partidas oficiais de Alex pelo Coritiba. Em um jogo muito disputado, o meia cobrou uma falta com extrema perfeição na cabeça do atacante do Coritiba, que marcou o gol da vitória.

Paraná Clube 0x0 Coritiba, 03/02: Primeiro clássico do meia após seu retorno ao Coritiba. O jogo foi de baixo nível técnico, mas quem chegou mais perto de tirar o zero do placar foi Alex, com uma bola na trave em chute de fora da área.

Arapongas 1×1 Coritiba, 09/02: Partida que marcou a primeira boa atuação do meia com a camisa do Coritiba. Com toda a sua qualidade, Alex comandou o Coritiba com suas ações no meio de campo, criando boas jogadas ofensivas. Ele foi premiado fazendo o gol de empate do Coxa, de cabeça, após cruzamento da direita.

Coritiba 3×1 Toledo, 13/02: Até então, foi a melhor partida de Alex pelo Coritiba. Comandou o time, que abriu 3×0 com grande facilidade ainda no primeiro tempo. Alex fez a assistência para o terceiro gol da partida. No segundo tempo, a equipe se acomodou com o placar já definido e acabou tomando um gol no final do jogo.

Rio Branco 0x7 Coritiba, 17/02: Apesar do placar, Alex não marcou nenhum gol e não deu nenhuma assistência na partida. Foi importante para organizar a equipe, mas nessa partida, o Coritiba teve uma grande atuação coletiva.

Coritiba 2×1 Atlético-PR, 24/02: Primeiro AtleTiba de Alex após seu retorno. O Coritiba dominou toda a partida e Alex deu a assistência para o primeiro gol do Coxa. Ele também foi importante no controle do jogo, atuando muito bem nesse sentido.

Londrina 0x1 Coritiba, 03/03: Jogo do título do Coritiba do primeiro turno do Paranaense. Enfrentando uma equipe muito qualificada e acertada taticamente, além de muito empolgada, o Coritiba conseguiu manter a bola no pé por grande parte da partida e Alex foi fundamental para isso. No momento mais crítico da partida, Alex recebeu a bola em um contra-ataque, tirou dois jogadores e marcou o gol do título.

Coritiba 1×1 Operário, 10/03: Jogo que marcou o primeiro gol de Alex no Couto Pereira após seu retorno. Apesar do placar, o Coritiba fez boa atuação, mas pecou muito na finalização. Alex foi um dos principais responsáveis pelas jogadas ofensivas do Coxa.

Paranavaí 2×2 Coritiba, 13/03: Melhor partida de Alex pelo Coritiba até então. O Coxa tomou o primeiro gol, mas Alex foi o autor dos 2 gols da virada, sendo um deles um golaço de falta. Logo em seguida, o Paranavaí buscou o empate, mas Alex criou boas jogadas de ataque tentando garantir a vitória do Coritiba, mas a falta de pontaria dos atacantes do Coxa manteve o placar em 2×2.

Coritiba 2×0 Cianorte, 16/03: Jogo vencido ao natural pelo Coritiba, em que os jogadores não tiveram que se esforçar muito para garantir a vitória. Alex foi bem e marcou o segundo gol da partida.

Coritiba 2×3 Paraná Clube, 24/03: Única derrota do Coritiba no ano, mas uma das melhores atuações de Alex. O primeiro tempo foi muito ruim para o Coritiba, com o Paraná abrindo 2×0 em falhas da defesa. Alex chegou perto de descontar em duas cobranças de falta bem defendidas pelo goleiro paranista. No segundo tempo, o jogo mudou, o Coritiba melhorou muito de produção e Alex fez dois gols de cabeça, buscando o empate para o Coxa, além de quase virar a partida em cobrança de falta na trave. Mas o jogo teve mais uma reviravolta, com a expulsão de um zagueiro do Coritiba. O Paraná se aproveitou e fez o terceiro gol. Em outra cobrança de falta, Alex tentou o empate, mas o goleiro tricolor fez mais uma excelente defesa, garantindo a vitória.

Coritiba 3×2 Arapongas, 31/03: Jogo de uma grande virada do Coritiba. O Arapongas abriu 2×0, um gol no primeiro tempo e outro no começo do segundo tempo. O Coritiba, muito aguerrido, buscou o empate e, aos 47 do segundo tempo, Alex apareceu na partida para virar o jogo e garantir mais 3 pontos para o Coxa.

Toledo 0x2 Coritiba, 07/04: Melhor atuação de Alex até então. Alex abriu o placar no primeiro tempo em cobrança de falta perfeita e quase fez o segundo em outra cobrança de falta que acertou a trave. No segundo tempo, Alex deu assistência perfeita para o atacante Coxa-Branca marcar o segundo gol.

Coritiba 6×0 Rio Branco, 13/04. Melhor atuação de Alex com a camisa do Coritiba após o seu retorno. Alex fez dois gols na partida, o primeiro e o último do time. Também acertou uma bola na trave em cobrança de falta e deu uma assistência. Além disso, Alex teve grande atuação, deixando jogadores na cara do gol, que pecaram na hora da finalização.

Foto: coritiba.com.br - Alex comemorando um de seus gols no Couto Pereira.

Foto: coritiba.com.br – Alex comemorando um de seus gols no Couto Pereira.

Após essa análise, fica clara a importância de Alex no time do Coritiba, importância que seria igual em qualquer equipe do Brasil. Mesmo em partidas em que Alex tem atuações discretas, ele aparece em momentos cruciais da partida.

Em 15 jogos disputados pelo Coritiba, Alex só não participou dos gols do Coritiba em 3 delas, sendo que em uma o jogo ficou em 0x0. Em todas as outras partidas, Alex marcou gols ou deu assistências. No total, ele já tem 12 gols e 5 assistências com a camisa do Coritiba, sem contar as sete bolas na trave que ele já colocou.
Até quando não marca gols ou dá assistências, Alex se torna importante para o Coritiba, pois puxa a marcação de dois ou três jogadores, abrindo espaço para seus companheiros poderem jogar.

Outro fator importante de Alex dentro de campo é o seu papel de professor aos jogadores menos experientes. No jogo Coritiba 3×2 Arapongas, o nome do jogo foi o garoto Zé Rafael, que entrou no começo do segundo tempo e deu as 3 assistências dos gols do Coritiba. Mas o mais interessante foi ver Alex orientando o jovem jogador sobre como se movimentar, após conseguir analisar a partida como poucos jogadores conseguem analisar.

Fora de campo, Alex também é muito importante. Durante essa mesma partida, boa parte da torcida do Coritiba pediu a saída do técnico Marquinhos Santos após o segundo gol do Arapongas. Depois do jogo, na entrevista coletiva, Alex deu uma aula de futebol a todos, explicando tudo o que acontece no dia-a-dia do Coritiba, e que ele era muito mais responsável pelo mau futebol apresentado do que o técnico Marquinhos Santos. Após essa entrevista, muitos dos comentários sobre o técnico Marquinhos nas redes sociais mudaram completamente de tom, com os torcedores realmente entendendo a realidade do futebol.

Em resumo, quanto mais Alex se acostuma com o futebol brasileiro, mais ele mostra sua categoria e qualidade e mais importante ele se torna para o Coritiba. Quem sabe 2014 não seja o ano de Alex participar de uma Copa do Mundo?

Comentários