Pellegrino é o novo técnico do Estudiantes

  • por Doentes por Futebol
  • 8 Anos atrás
Fonte: Líbero.pe

Fonte: Líbero.pe

Por Gustavo Ribeiro

Neste sábado, O Estudiantes anunciou a contratação do técnico Maurício Pellegrino, que assinou um contrato até 2014. O clube de La Plata demitiu o técnico Diego Cagna depois da derrota para o Racing por 1×0, deixando o time na penúltima posição com 3 pontos em 7 jogos. Maurício Pellegrino deve assumir o time no jogo contra o Quilmes, pela décima rodada do Torneo Final.

Conhecido como “El Flaco”, Pellegrino teve uma brilhante carreira como jogador. Revelado pelas categorias de base do Vélez, conquistou vários títulos pelo “El Fortín”, entre eles: três Torneos Clausura (1993, 1996 e 1998), um Torneo Apertura (1995), uma Libertadores (1994), uma Copa Intercontinental (1994), um Mundial de Clubes (1996), uma Copa Sulamericana (1996) e uma Recopa Sulamericana.

Em 1998, assinou contrato com o Barcelona, clube que defendeu durante toda aquela temporada e conquistou uma La Liga. Na temporada seguinte, foi comprado pelo Valencia, onde jogou por cinco temporadas e conquistou cinco títulos: dois campeonatos espanhóis (2001/2002 e 2003/2004), uma Super Copa da Espanha (1999), uma Copa UEFA (2004) e uma Supercopa da Europa (2004).

Desde seus tempos no Mestalla, Pelegrini se mostrava atento aos sistemas táticos e aos jogadores adversários. Ele e o goleiro Santiago Cañizares ficavam horas e horas analisando os virtudes e os defeitos de cada time que iriam enfrentar. Com isso, já mostrava sua vocação para ser técnico.

Em 2005, Pelegrino se tornou o primeiro jogador argentino a defender o Liverpool. Mas durou pouco, apenas 12 jogos. No meio da temporada, foi cedido ao Deportivo Alavés. No final da temporada, Pellegrino anunciou o fim de sua carreira.

O argentino começou sua carreira como técnico dirigindo as categorias de base do Valencia, até 2008. Logo depois, foi até o Liverpool, onde foi assistente técnico de Rafa Benítez, em 2010. Em Maio de 2012, assumiu o Valencia. Mesmo com uma boa campanha na Liga dos Campeões, em dezembro ele foi demitido.

Parece que desta vez a diretoria do clube de La Plata parecer ter tomado a decisão certa, trazendo um técnico com experiência internacional e acostumado a trabalhar com jogadores experientes, como foi na Internazionale e no Liverpool.

Sua primeira missão será tirar o time da colocação desconfortável na tabela de classificação, para depois começar a planejar a próxima temporada, quando poderá formar um elenco com jogadores que ele quer trabalhar. Um dos erros do antigo treinador era não ter um esquema e um time definido, o que atrapalhava e muito o rendimento da equipe dentro de campo.

A prova da irregularidade está nos números do último Torneo Apertura, quando em 19 jogos o time venceu 8, perdeu 7 e empatou 4.

No Torneo Apertura, a equipe terminou na nona posição, mas a torcida resolveu dar mais um voto de confiança para Cagna, que não correspondeu nesse Torneo Final. O time já tem alguns jogadores que já atuam junto há um bom tempo no clube, como Zapata, Desábato, Schunke, Román Martínez, Braña e Gata Fernández. O que a torcida pede é mais oportunidades a jogadores da base e contratações que realmente resolvam os problemas do time, principalmente no setor ofensivo.

Comentários