Pré-Jogo: BaVi

  • por Doentes por Futebol
  • 8 Anos atrás

BaVi

Por: Lucas Nogueira

Hoje, em um passeio rápido pela cidade de Salvador, é fácil perceber que o clima mudou. Depois de 6 anos e um trágico acidente, a Fonte Nova será reaberta – mais bonita, mais bem estruturada e bem acabada para receber o maior clássico do Norte-Nordeste. A antiga Fonte, apesar de querida e lendária entre os habitantes da capital baiana, tinha severas várias falhas estruturais que culminaram na morte de sete torcedores do Bahia em 2007 (tragédia que poderia ter sido ainda maior).

Como todo clássico, o jogo hoje está em aberto. Não existe favorito, embora o Vitória vem tendo melhores resultados ao longo da temporada. O rubro-negro vai a campo com uma formação, de certa forma ofensiva, com um 4-2-2-2, composto com Deola; Nino, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Mansur; Michel e Luis Alberto; Renato Cajá e Escudero; Dinei e Maxi. Nesse esquema, além dos laterais terem características ofensivas, os dois volantes sobem bastante ao ataque, principalmente Luis Alberto.

Por outro lado, vemos um Bahia mais cauteloso e jogando com a formação que é de costume, um 4-3-1-2, composto por Marcelo Lomba; Neto, Titi (Brinner), Danny Morais e Magal; Fahel, Helder, Diones (Marquinhos Gabriel – que caso entre se transformaria também em um 4-2-2-2) e Rosales, Adriano Michael Jackson e Obina.

Hoje o Brasil inteiro estará de olho nesse jogo que marca a reabertura de um dos grandes palcos do futebol nacional, sede de muitos clássicos, belíssimas partidas, alegrias e tristezas. A Fonte Nova ressurge para fazer feliz novamente os torcedores baianos que estavam órfãos do seu maior estádio.

Comentários