Pré-jogo: Bayern x Juventus

maestros

O sorteio das quartas de final desta edição da Liga dos Campeões ditou um confronto entre o atual campeão italiano e vice-campeão alemão. As duas equipes passaram por britânicos na última fase, com o Bayern deixando para trás o Arsenal, da Inglaterra, e a Juventus ultrapassando o Celtic, da Escócia.

A disputa não é inédita, já que Bayern e Juventus se enfrentaram pela última vez na fase de grupos da liga em 2005/06. As duas partidas foram equilibradas, com cada equipe vencendo em casa pelos placares de 2×1. Também estiveram no mesmo grupo na temporada anterior, e outra vez repetiram as vitórias caseiras, mas com placares de 1×0. Portanto, um confronto equilibrado na história recente.

Bayern: atenção para continuar avassalador

Por PEDRO GALINDO

Com quatro gols marcados, Pizarro foi determinante na impressionante goleada. Será uma boa opção no banco de reservas para o confronto de amanhã.

Com quatro gols marcados, Pizarro foi determinante na impressionante goleada. Será uma boa opção no banco de reservas para o confronto de amanhã.

Provavelmente o Bayern nunca chegou às vésperas de um jogo tão importante e decisivo com tanta confiança nas suas próprias capacidades. Depois da esmagadora vitória de 9×2 sobre o Hamburgo, sua segunda maior goleada na história da Bundesliga, o ambiente em Munique não poderia ser melhor. Os vermelhos entrarão em campo com o time quase completo para enfrentar a Juve, atual detentora do scudetto, e sabem que qualquer detalhe pode ser fatal perante um adversário tão consistente e perigoso.

A dor de cabeça das bolas paradas

Para conquistar um bom resultado em casa, a primeira preocupação da equipe de Jupp Heynckes é com dois fatos que quase passaram batidos na exibição “gabarito” do último final de semana: os gols sofridos, ambos em cobranças de escanteio. Apesar da voracidade e da confiança com que o time se postou em campo, incomodou aos bávaros ter que buscar a bola duas vezes no fundo das redes. Por isso, o time vem intensificando os trabalhos nos treinos para corrigir esta deficiência, que pode custar caro contra um time que conta com as cobranças e lançamentos milimétricos de Andrea Pirlo.

As bolas paradas de Andrea Pirlo deverão ser a maior preocupação do Bayern.

As bolas paradas de Andrea Pirlo deverão ser a maior preocupação do Bayern.

Com a Salva de Prata a uma distância de dois pontos, o Bayern vive um momento de muita tranquilidade e foco total na competição que é sua verdadeira obsessão para a temporada, a Champions League. Por mais que a supreendente derrota para o Arsenal tenha assustado a todos que apostam suas fichas num título bávaro e tenha ocasionado um duro “esporro” do presidente Karl-Heinz Rummenigge, a confiança parece ter retornado com tudo aos Roten. A goleada de sábado, somada à importante vitória contra o Leverkusen, fora de casa, atenuou as desconfianças que pairavam sobre a equipe. Se por um lado nunca lhe faltou qualidade técnica, a moral abalada gerava interrogações, e tudo indica que a chuva de gols do último jogo deve dar a confiança de que o time precisava para fazer uma grande atuação coletiva.

Esquema tático - Bayern Munique x Juve

O time da casa terá apenas dois desfalques para o duelo decisivo: Holger Badstuber, machucado, e o suspenso Javi Martinez darão lugar a Jerôme Boateng e Luiz Gustavo, dois jogadores acostumados a grandes jogos, que não preocupam aos torcedores bávaros.

A provável escalação do Bayern é: Neuer; Lahm, Boateng, Dante, Alaba; Luiz Gustavo, Schweinsteiger; Müller, Kroos, Ribéry; Mandzukic.

Juventus: Invencibilidade à prova

Por VICTOR  QUINTAS

Serie A

A Vecchia Signora lidera o campeonato nacional desde a primeira rodada e poucas vezes se sentiu incomodada. Tendo a melhor defesa da competição (sofrendo 19 gols em 30 jogos), o time já soma nove pontos à frente do segundo colocado, o Napoli, o que permite ao treinador Antonio Conte focar sua equipe na Liga dos Campeões.

Ponto forte

O 3.5.2 utilizado pelo time em toda a temporada torna a Juventus bastante confiável no que tange o setor defensivo. Aliás, é na defesa o grande destaque. Além da segurança de Buffon, tem em Barzagli, um dos três zagueiros titulares, o pilar principal. O jogador está em excelente fase desde a temporada passada.

Ainda, esta formação ainda favorece a criatividade do meio de campo, onde Pirlo é a referencia na armação. Outro destaque da posição é Pogba. O jovem francês pode assumir várias funções no meio de campo e mostrou-se decisivo em algumas partidas pelos bianconeros.

juventus (1)

Ponto fraco

Em contraponto à defesa de qualidade, a Juventus peca por não possuir um atacante matador. Ao esperar por Llorente, abdicou de contratar alguém na janela de inverno para a função. Apesar de Quagliarella, Matri e Vucinic apresentarem bons momentos, um jogador mais decisivo pode prejudicar as pretensões da equipe italiana.

Formação

Como dito, a Juventus jogará com a formação 3.5.2. O esquema pode variar para o 5.3.2 dependendo das funções em campo.

Juventus 3

A defesa titular deverá ter Buffon no gol, com Barzagli, Bonucci e Chiellini formando o trio de zagueiros. A ala direita terá o eficiente Lichtsteiner e na esquerda Peluso, que tem mais características defensivas. No meio não há dúvidas, com Pirlo, Marchisio e Vidal. Na frente, a provável dupla será Vucinic e Matri.

As principais opções são Cáceres, Pogba, Asamoah, Giovinco e Quagliarella.

Provavel escalação: Buffon; Barzagli, Bonucci e Chiellini; Lichtsteiner, Pirlo, Marchisio, Vidal, Peluso; Vucinic e Matri

 

 A PARTIDA, QUE ACONTECERÁ NO ALLIANZ ARENA, TERÁ TRANSMISSÃO DOS CANAIS ESPN, ESPN+ E WATCH ESPN, À PARTIR DAS 15H45 DA TARDE, COM PRÉ-JOGO À PARTIR DAS 14H30.

Comentários

Jornalista recifense, sócio-diretor do Doentes por Futebol, editor da Revista Febre. Curioso observador de tudo o que cerca o futebol brasileiro e internacional.